Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Saúde > Como Combater o Mosquito da Dengue

Como Combater o Mosquito da Dengue

Categoria: Saúde
Como Combater o Mosquito da Dengue

Em todo verão no Brasil a história se repete, milhares de pessoas são picadas pelo mosquito Aedes aegypti e pegam a temida dengue. Para ser mais preciso estamos falando de cerca de dois milhões de pessoas que sofrem anualmente com os efeitos dessa doença e o pior de tudo é que cerca de 50 pessoas vão a óbito todos os anos.

Existem quatro tipos de dengue, pois o vírus da dengue possui quatro sorotipos: DEN-1, DEN-2, DEN-3 e DEN-4.

Os efeitos da doença são impressionantes, segue abaixo os principais sintomas:

• Febre alta, com início súbito;
• Muitas dores nos ossos e articulações;
• Dor atrás dos olhos;
• Manchas e erupções na pele parecidas com o sarampo, principalmente no peito e membros superiores;
• Náuseas e vômitos;
• Forte dor de cabeça;
• Dor abdominal.
• Tontura;
• Perda do paladar e apetite;
• Cansaço extremo;
• Moleza e dores no corpo;

Um dado histórico mostra que por seis décadas a dengue foi controlada no país e não tinham números relevantes de infectados, mas a partir da década de 80 a história mudou e a dengue voltou com força máxima.
Atribui-se a culpa do retorno da dengue à falta de prevenção, principalmente pelas autoridades de saúde brasileiras.

Sabemos que falta uma politica publica forte para combater a doença, mas mesmo sem o apoio forte dos governantes, nós, cidadãos comuns, podemos evitar grande parte da proliferação do mosquito Aedes aegypti, tomando alguns cuidados básicos, conforme listados abaixo:

• Amarre bem os sacos de lixo e mantenha as lixeiras tampadas;
• Não acumule lixo ou entulho em seu quintal;
• Se tiver piscina mantenha-a limpa e trate sua água com cloro e cubra-a sempre que possível;
• Limpe bem as vasilhas de água dos animais de estimação, ao menos três vezes por semana;
• Se você guarda garrafas, potes, baldes em seu quintal, mantenha-os virados com boca para baixo;
• Se tiver pneu velho em casa, guarde-o em um lugar coberto;
• Barris e recipientes de água devem estar sempre fechados;
• Não permita acúmulos de água em vasos de plantas, cubra-os com areia;
• Limpe lajes, calhas e telhados. Retire todo tipo de folhas, galhos e demais interferências que possam impedir o escoamento da água;
• Mantenha a caixa de água sempre limpa e tampada;

Temos um grande desafio pela frente, vamos erradicar a dengue do nosso país, temos todos que fazer a nossa parte.


Fabio Vidal

Título: Como Combater o Mosquito da Dengue

Autor: Fabio Vidal (todos os textos)

Visitas: 0

199 

Comentários - Como Combater o Mosquito da Dengue

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Jardinagem Fonte de Vida

Ler próximo texto...

Tema: Bricolage Jardim
Jardinagem Fonte de Vida\"Rua
A jardinagem é conhecida há anos como uma forma de emprego que possibilita a muitos uma renda familiar mensal. A jardinagem também pode ser artística onde a arte do profissional é aplicada. A jardinagem pode ser de inúmeras formas conhecida e exercida, trazendo benefícios imensuráveis a aqueles que dela são adeptos.

Muito mais que fonte de renda ou arte a jardinagem é uma fonte de inúmeros beneficio a vida do ser humano, fonte de alegria, relaxamento e distração. E por ser uma atividade tão simples não é difícil de ser realizada. A jardinagem é por si só fonte de vida, fonte de aprendizado e principalmente fonte de intimidade do ser humano.

Ser adepto da jardinagem não é somente revirar terra, ser adepto da jardinagem é decisão de vida que transforma seu dia-a-dia mudando a rotina de dias estressantes e cansativos.

Ao olhar de muitos a tarefa possa parecer penosa, cansativa e até chata, mais somente estando envolvido na jardinagem para perceber que muito mais ter um corpo cansado após a tarefa, você na verdade descansa seu corpo sua mente e seu espírito da agitação do dia-a-dia.

Alguns minutos dedicados à jardinagem são o suficiente para inibir grande carga emocional e física do nosso dia-a-dia, e proporcionando uma energia a mais para os próximos dias.

A jardinagem pode ser realizada de varias formas simples que vão trazer todos estes benefícios a sua vida e não são necessários grandes investimentos ou mudança radical da sua rotina de vida ou qualquer outra mudança que você possa imaginar. Na verdade as maiores mudanças são comportamentais e só depende de você.

Para detalhar um pouco o que você poderá fazer com alguns minutos dedicados à jardinagem você irá perceber que não há nenhuma dificuldade em realizar esta tarefa.

Com um mínimo de espaço você pode cultivar plantas simples, em vasos pequenos que não irão ocupar espaço e serão na verdade uma linda forma de ornamentar sua casa.

Você poderá cultivar uma espécie de planta conhecida como:
- Rosa de pedra

É uma suculenta, planta que armazena água nas folhas e caules, que tem o formato parecido com o de uma rosa. É muito usada para fazer arranjos em vasos com outras suculentas e cactos. Deve ser regada apenas uma vez por semana, pois a umidade pode apodrecer suas raízes. Não tolera muito sol.

E você vai perceber que se dedicar alguns minutos a jardinagem é muito bom para você, os resultados não tem como ser calculados, somente há possibilidade de experimentar o quanto bom é o resultado final.

Então não espere muito é dedique-se um tempo a descobrir o quanto é bom a jardinagem para sua vida.

Pesquisar mais textos:

Rodrigo Junio Ferreira

Título:Jardinagem Fonte de Vida

Autor:Rodrigo Junio Ferreira(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Briana AlvesBriana

    13-10-2014 às 04:43:33

    É tão gratificante nós mesmos realizarmos a jardinagem. Essa atividade relaxa, gera prazer e o resultado nos deixa muito felizes. Vale a pena!

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios