Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Saúde > A Bexiga Humana

A Bexiga Humana

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Saúde
Visitas: 28
A Bexiga Humana

A bexiga é um órgão pequeno do aparelho urinário, mas que é essencial para remover excreções do nosso corpo.

Na verdade, a bexiga tem a função de armazenar uruna produzida pelos rins até ao corpo poder libertá-la.

A urina é uma substância de excreção produzida pelos rins, ao filtrarem toxinas e outros elementos desnecessários do nosso sangue.

Com efeito, até 150 litros de sangue, são filtrados por dia, pelos rins, mas apenas cerca de dois litros de excreções descem pelos ureteres até à bexiga.

A urina faz um percurso através das válbulas ureterais, que unem cada canal ao órgão e evitam a reentrada de qualquer líquido.

As paredes da bexiga, controladas pelos músculos detrusores, relaxam quando a urina entra e permitem que o órgão encha.

Quando a bexiga fica cheia, ou quase cheia, os seus nervos comunicam imediatamente com o cérebro que, por sua vez, induz uma vontade de urinar.

Esta vontade intensifica-se, se a pessoa não urinar, criando a sensação de aflição que já poderá ter sentido.

Quando a pessoa vai urunar, tanto o esfínter interno como o externo relaxam os músculos detrusores nas paredes da bexiga, esta contraem-se para gerar pressão, forçando a urina a descer pela uretra e a saír do corpo.

O aparelho urinário, avisa a necessidade de urinar e ainda, a manter o equilíbrio de sais e minerais no nosso corpo.

Quando a concentração de sais e minerais é muito elevada, sentimos sede, para repor o equilíbrio.

Para haver um bom funcionamento da bexiga, várias áreas dentro desta têm de funcionar devidamente.

Geralmente, é a insuficiência de uma destas, que conduz à incontinência urinária.
Um dos tipos de incontinência é a de urgência, caracterizada por uma vontade súbita de urinar e uma perda de urina incontrolável.

Este processo, tende a ser causado por espasmos involuntários de músculos detrusores, que pode resultar de problemas no sistema nervoso ou de infeções.

Há outro tipo, chamada incontinência de esforço, que é causada por pesões no esfínter externo ou nos músculos do diafragma pélvico, permitindo que a urina escape, acidentalmente, estando o diafragma sob pressão, como tossir, espirrar ou rir.
Esta é pois,o tipo de incontinência mais comum nos idosos.

Há já um tratamento moderno, que se trata de um implante preventivo, desenvolvido para substituir pensos absorventes.

Este, vem na forma de uma substância à base de colagénio, que é ingetada em torno da uretra, de modo a ser suportada.

A bexiga serve de intermediária entre os rins e a excreção.


Teresa Maria Batista Gil

Título: A Bexiga Humana

Autor: Teresa Maria Gil (todos os textos)

Visitas: 28

788 

Comentários - A Bexiga Humana

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Dica caseira para remover manchas no rosto facilmente

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Beleza
Dica caseira para remover manchas no rosto facilmente\"Rua
Com a chegada do verão, os cuidados com a pele precisam ser intensificados. É claro que, independente da estação, os cuidados com a saúde e beleza são fundamentais. Mas, no verão, alguns problemas de pele, principalmente da face, tornam-se mais frequentes e, com isso, surgem algumas preocupações. A boa notícia é que, a maior parte dessas preocupações podem ser amenizadas ou até mesmo solucionadas com dicas caseiras de cuidado com a pele.

Logo, certos cuidados como o uso regular de bloqueador solar é importantíssimo, não só para evitar manchas no rosto e no corpo, como também, para evitar doenças graves como o temido câncer de pele. Por isso, a boa hidratação, a limpeza correta da face e o uso de cremes faciais com proteção contra os raios ultravioletas UVA e UVB não podem ser menosprezados.

Outro detalhe relevante é a escolha da alimentação. Para ter uma pele saudável e bonita é preciso evitar o uso de certos alimentos. Sabe-se que os conservantes, corantes e similares, que estão sempre presentes nos alimentos industrializados provocam alergias e outros problemas. Essas substâncias podem fazer surgir ou intensificar doenças como o melasma, aquelas manchas escuras na face. E, essas manchas são sensíveis ao calor do sol e, dependendo da pele, o tratamento exige bastante tempo e recursos financeiros para cuidados e acompanhamento dermatológico.

Mas, você pode preparar em casa uma loção para limpar a pele, reduzir ou até mesmo remover essas manchas escuras. Você vai precisar de um pêssego maduro, um pouco de hidratante facial e uma bisnaga de Bepantol, que é um creme com vitamina A.

Dicas para preparar seu creme removedor de manchas na pele:

Primeiramente, faça o creme de pêssego: é só bater no Mix o pêssego com um pouquinho de água. Para facilitar, amasse o pêssego com uma colher antes de bater no Mix. Depois, peneire a massa de pêssego para o creme ficar mais homogêneo. Em seguida, misture a terça parte da bisnaga de Bepantol ao pêssego com uma colher, preferencialmente de madeira ou de plástico. Com um algodão e com movimentos suaves, aplique a loção no rosto e deixe agir por 40 minutos. Depois lave com água abundante. Evite o uso de esfoliante porque a pele ficará muito sensível. Essa loção pode ser usada até três vezes na semana. Não use sobras de creme.

Pesquisar mais textos:

Zilma Silva

Título:Dica caseira para remover manchas no rosto facilmente

Autor:Zilma Silva(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios