Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Outros > Escrever Sorrisos – um apoio para meninos raros

Escrever Sorrisos – um apoio para meninos raros

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Outros
Escrever Sorrisos – um apoio para meninos raros

Quero hoje dar-vos a conhecer um projeto. Este projeto chama-se Escrever Sorrisos.
Escrever Sorrisos destina-se a ajudar crianças com doenças raras, quer em termos financeiros, quer em termos de apoio direto às famílias.

O Projeto
Pelas palavras da fundadora, “O projeto ‘Escrever Sorrisos’ foi pensado no dia 11 de julho de 2012. Neste dia, enquanto me encontrava a ver televisão, tomei conhecimento do caso da Leonor Mel, uma menina com uma doença rara. Além de sempre me ter interessado em causas sociais, este caso comoveu-me e decidi atuar. Sei, no entanto, que não vale a pena pedir dinheiro ao nosso povo, devido à crise que atravessamos, mas sei também que somos um povo de trabalho. Por este motivo, decidi criar um projeto que transformasse o voluntariado em lucro.”

A Fundação
O projeto Escrever Sorrisos foi criado após a fundadora, Filipa Carvalho, ter conhecimento da comovente história de Leonor Mel, uma bebé de dois anos e meio que luta com uma doença rara sem diagnóstico conhecido. Leonor apareceu numa reportagem televisiva do canal SIC, conduzida pela jornalista Ana Póvoa, dando origem a uma grande onda de solidariedade.Apesar de se ter começado a pensar alguma forma de atuação para ajudar a menina logo no dia 11 de julho de 2012, o projeto teve início oficial dois dias depois, numa sexta-feira 13 "que se espera de sorte", afirma a fundadora na página do Facebook do projeto. Logo de seguida foi criada uma estratégia. Foram efetuados contactos com a SIC, com a associação Raríssimas, com empresas, entre outras.Foi então necessário criar uma página no Facebook, tanto para obter visibilidade como para manter a organização e transparência. Por esse motivo, a gerência do projeto comprometeu-se a colocar todas as ações do projeto à disponibilidade do público.Posteriormente, após cerca de dois meses do início oficial do projeto, nasceu um website, com a finalidade de manter uma coerência de informação.

A Fundadora
A fundadora deste projeto é Filipa Carvalho. Filipa nasceu a 11 de fevereiro de 1993. Cresceu na zona Centro do país e desde cedo revelou gosto pelas causas sociais, principalmente incentivada pelo seu pai, José. Ainda em criança, deu-se como voluntária na pediatria do hospital da sua zona de residência.

"Para mim não há impossíveis. Nunca é hora certa de uma criança sofrer. Nunca é hora certa de uma criança partir. Isso só poderá acontecer se, no limite das minhas forças, não o poder evitar" - Filipa Carvalho.

Objetivos
O objetivo principal do projeto, neste momento, é ajudar a Leonor Mel e, ao mesmo tempo, divulgar a Raríssimas, uma associação para doenças raras com um excelente trabalho executado nesse campo.Quando for conseguida a ajuda necessária para a Leonor, o projeto passará a ajudar outras crianças e, a longo prazo, tencionam constituir uma ONG para apoio a crianças com doenças raras e à pesquisa neste campo.

Contactos
Para saber mais acerca deste projeto, visite a página do facebook (www.facebook.com/EscreverSorrisos) ou o website (escrever-sorrisos.pt.vu). Caso esteja interessado em contactar directamente, pode enviar um e-mail para [email protected] (Geral) ou [email protected] (para contactos relacionados com o voluntariado).

Este projecto tem o apoio da empresa Ten to Ten e do website Rua Direita.


Patrícia Carvalho

Título: Escrever Sorrisos – um apoio para meninos raros

Autor: Patrícia Carvalho (todos os textos)

Visitas: 0

612 

Comentários - Escrever Sorrisos – um apoio para meninos raros

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Como cuidar de Plantas de interior

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Bricolage Jardim
Como cuidar de Plantas de interior\"Rua
Cada planta tem um comportamento diferente, vou colocar aqui alguns cuidados que servem para a maioria delas.

LUZ:

Os principais erros no cultivo de plantas de interior é a falta de luz.
Se elas estiverem em locais onde não há luz suficiente, isso pode ser corrigido com a instalação de luz artificial, existe no mercado lâmpada que imitam a luz natural.


TEMPERATURA:

Mudanças bruscas de temperatura retardam e até paralisa o crescimento da planta, bem como causa a queda de folhas.


UMIDADE:

A maioria das plantas necessita de uma umidade atmosférica adequada.
Normalmente notamos que a planta não está com a umidade correta quando acontece ficarem amarelas e a queda de folhas.


IRRIGAÇÃO:

Conselhos básicos:
Uma planta em fase de crescimento vai precisar de mais água que uma que está em fase de dormência, ou já atingiu o seu tamanho adulto.
Durante a floração a planta precisa de mais água que em sua fase de crescimento
Em ambientes internos mais quentes é evidente que a planta vai precisar de mais águas que em ambientes mais frios.
Para saber qual é o momento exato de molhar, enfie o dedo no substrato, se sentir ele seco, chegou a hora

FERTILIZANTE:

Para que a planta tenha um desenvolvimento harmonioso convém usar periodicamente de fertilizantes que podem ser líquido ou sólidos.
No mercado existe a venda fertilizante com fórmulas específicas para cada planta.
Após a utilização do fertilizante regue a planta.

LIMPEZA:

Faça regularmente a limpeza de folhas secas e caule, pois elas são bastante positivas não só esteticamente como para a saúde das plantas.
Se estiver acumulada muita poeira sobre as folhas, espane, e depois passe um pano húmido
Atenção: Existe algumas espécies, que tem as folhas aveludadas, tipo a Violeta Africana, Begônia Rex, etc. que não deve ser colocada água é só usar uma escovinha bem macia.

TROCA DE VASO:

De uma maneira geral após 1 ou 2 anos as plantas de interior devem ser colocadas em vasos de tamanho maior.
Isso deve ser feito porque as raízes passam a ocupar um grande espaço e também porque o substrato vai perdendo sua composição inicial.
A época mais adequada varia de planta para planta, algumas devem ser feitas na primavera e outras quando estão na fase de repouso.
Aproveite para obterem mudas, separando brotos e dividindo touceiras.

Pesquisar mais textos:

Miguel Pereira

Título:Como cuidar de Plantas de interior

Autor:Miguel Pereira(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Briana AlvesBriana

    13-10-2014 às 04:09:31

    Muito bom! É tão gratificante cuidar de plantas. A gente vê o quanto elas florescem quando são bem-cuidadas. Amei as dicas!

    ¬ Responder
  • Rua DireitaRua Direita

    18-04-2014 às 22:36:55

    Fantástico seu texto, a Rua Direita agradece!

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios