Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Outros > Escrever Sorrisos – um apoio para meninos raros

Escrever Sorrisos – um apoio para meninos raros

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Outros
Escrever Sorrisos – um apoio para meninos raros

Quero hoje dar-vos a conhecer um projeto. Este projeto chama-se Escrever Sorrisos.
Escrever Sorrisos destina-se a ajudar crianças com doenças raras, quer em termos financeiros, quer em termos de apoio direto às famílias.

O Projeto
Pelas palavras da fundadora, “O projeto ‘Escrever Sorrisos’ foi pensado no dia 11 de julho de 2012. Neste dia, enquanto me encontrava a ver televisão, tomei conhecimento do caso da Leonor Mel, uma menina com uma doença rara. Além de sempre me ter interessado em causas sociais, este caso comoveu-me e decidi atuar. Sei, no entanto, que não vale a pena pedir dinheiro ao nosso povo, devido à crise que atravessamos, mas sei também que somos um povo de trabalho. Por este motivo, decidi criar um projeto que transformasse o voluntariado em lucro.”

A Fundação
O projeto Escrever Sorrisos foi criado após a fundadora, Filipa Carvalho, ter conhecimento da comovente história de Leonor Mel, uma bebé de dois anos e meio que luta com uma doença rara sem diagnóstico conhecido. Leonor apareceu numa reportagem televisiva do canal SIC, conduzida pela jornalista Ana Póvoa, dando origem a uma grande onda de solidariedade.Apesar de se ter começado a pensar alguma forma de atuação para ajudar a menina logo no dia 11 de julho de 2012, o projeto teve início oficial dois dias depois, numa sexta-feira 13 "que se espera de sorte", afirma a fundadora na página do Facebook do projeto. Logo de seguida foi criada uma estratégia. Foram efetuados contactos com a SIC, com a associação Raríssimas, com empresas, entre outras.Foi então necessário criar uma página no Facebook, tanto para obter visibilidade como para manter a organização e transparência. Por esse motivo, a gerência do projeto comprometeu-se a colocar todas as ações do projeto à disponibilidade do público.Posteriormente, após cerca de dois meses do início oficial do projeto, nasceu um website, com a finalidade de manter uma coerência de informação.

A Fundadora
A fundadora deste projeto é Filipa Carvalho. Filipa nasceu a 11 de fevereiro de 1993. Cresceu na zona Centro do país e desde cedo revelou gosto pelas causas sociais, principalmente incentivada pelo seu pai, José. Ainda em criança, deu-se como voluntária na pediatria do hospital da sua zona de residência.

"Para mim não há impossíveis. Nunca é hora certa de uma criança sofrer. Nunca é hora certa de uma criança partir. Isso só poderá acontecer se, no limite das minhas forças, não o poder evitar" - Filipa Carvalho.

Objetivos
O objetivo principal do projeto, neste momento, é ajudar a Leonor Mel e, ao mesmo tempo, divulgar a Raríssimas, uma associação para doenças raras com um excelente trabalho executado nesse campo.Quando for conseguida a ajuda necessária para a Leonor, o projeto passará a ajudar outras crianças e, a longo prazo, tencionam constituir uma ONG para apoio a crianças com doenças raras e à pesquisa neste campo.

Contactos
Para saber mais acerca deste projeto, visite a página do facebook (www.facebook.com/EscreverSorrisos) ou o website (escrever-sorrisos.pt.vu). Caso esteja interessado em contactar directamente, pode enviar um e-mail para [email protected] (Geral) ou [email protected] (para contactos relacionados com o voluntariado).

Este projecto tem o apoio da empresa Ten to Ten e do website Rua Direita.


Patrícia Carvalho

Título: Escrever Sorrisos – um apoio para meninos raros

Autor: Patrícia Carvalho (todos os textos)

Visitas: 0

612 

Comentários - Escrever Sorrisos – um apoio para meninos raros

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Receptores digitais

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: TV HIFI
Receptores digitais\"Rua
Os receptores digitais são instrumentos que têm a função de receber sinal por via de canais digitais.

De acordo com a sua função, estes canais poderão ser satélite ou por cabo. Actualmente, já existem bastantes serviços de televisão por cabo que funcionam apenas com estes receptores, uma vez que é através deles que se consegue ter acesso não só aos canais de serviço, mas também a pacotes codificados.

O serviço de recepção de canais por satélite é um sistema independente para o qual é necessário ter um disco receptor satélite de modo a poder ter canais digitais fora dos serviços prestados pelos operadores de televisão digital.

Este instrumento permite que os próprios ecrãs sem tecnologia digital passem a usufruir desta através destes receptores. No entanto, a melhor qualidade só é garantida com um ecrã já com esta tecnologia.

Os receptores digitais permitem também aceder a uma multiplicidade de serviços, desde que devidamente configurados. Por exemplo, com estes receptores, é possível aceder a menus específicos de pausa de emissão para depois ser continuada, de serviços on-demand ou acesso a portais específicos, entre outros.

Esta pequena caixinha permite ao seu utilizador usufruir da televisão a um novo nível, de modo a que possa ter todas as comodidades no conforto do lar. 

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:Receptores digitais

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Rua DireitaRua Direita

    04-06-2014 às 06:53:28

    Gostei dos receptores digitais. Bom texto abordando isso.
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios