Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Outros > Antigas brincadeiras melhoram o desenvolvimento dos filhos

Antigas brincadeiras melhoram o desenvolvimento dos filhos

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Outros
Visitas: 4
Comentários: 1
Antigas brincadeiras melhoram o desenvolvimento dos filhos

As atividades coletivas na infância estão se direcionando apenas para os esportes como futebol, vôlei, basquete. É muito importante praticar esporte em todas as idades, mas com a chegada do vídeo game e do computador, principalmente com o acesso a internet, crianças e jovens trocaram as antigas brincadeiras pela novidade atraente que esses aparelhos trazem. Não há mal algum em ter acesso à tecnologia, aliás, é uma realidade muito interessante e que favorece o homem em muitos fatores, seja para o trabalho, para diversão, para pesquisas escolares ou apenas para contatos.

Os filhos podem e devem ter contato com a tecnologia, pois sem dúvida, para viver na atualidade precisam aprender só que muitas crianças se deslumbram com tanta informação e acabam se tornando refém do computador e podem ficar introvertidas, ao ponto de não fazer nada sem ele. Um exemplo muito simples é o da criança que só vai para escola e quase não tem outra atividade, fica praticamente o dia todo isolada e ao ser questionada sobre amizades e brincadeiras, ela diz que tem muitos amigos, porém todos virtuais.

A obesidade tem sido uma das preocupações do Governo em torno da obesidade infantojuvenil. Jovens e crianças passam muito tempo sentadas, se alimentam a base de muita gordura, ou seja; comem rápido para não tirar os olhos da tela e podem desenvolver doenças por falta de exercícios e interatividade.

Antigas brincadeiras infantis são ótimas para auxiliar no desenvolvimento da criança, as relações interpessoais interagindo com outras pessoas, a coordenação motora, queimar calorias, fortalecer ossos e músculos favorecendo o crescimento de forma saudável.

Para brincar como antigamente, não precisa de dinheiro, nem uma quadra de esporte. Se a criança não tem irmão ou amiguinhos, converse com os pais de uma criança vizinha para que possam brincar juntas. Brincadeiras aerobicas como jogar amarelinha (risca o chão e joga objetos para marcar os passos), pular corda e brincar de pique (corrida). São brincadeiras para meninos e meninas.

Alguns pais, procurando proteger seus filhos, até preferem que fiquem somente em casa com seus apetrechos por questões de segurança, isso é muito compreensivo, mas a criança não precisa ficar sem supervisão e nem significa que terá essas atividades todos os dias. Estipule dias em que um adulto possa acompanhar, ou se tem o filho de um vizinho, porém, basta se lembrar da sensação que tínhamos na infância ao participar dessas brincadeiras e deixar vir à tona aquela antiga e guardada emoção que sentíamos ao brincar, que você mesmo (a) poderá brincar com seus filhos aumentando ainda mais seu elo de ligação.

Seja Feliz!


Sílvia Baptista

Título: Antigas brincadeiras melhoram o desenvolvimento dos filhos

Autor: Sílvia Baptista (todos os textos)

Visitas: 4

694 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 1 )    recentes

  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoCarla

    02-07-2012 às 11:09:15

    O problema de hoje é que os pais tentam proteger em demasia os filhos, compram-lhe tudo e não o deixam sair pois não querem que fique doente ou outra coisa, o problema e que depois quando crescem não estão habituados ao mundo la fora e já não tem a protecção dos pais, ai e que as coisas se estragam mesmo...

    ¬ Responder

Comentários - Antigas brincadeiras melhoram o desenvolvimento dos filhos

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Futuro da Tecnologia, Qual o Limite?

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Informática
Futuro da Tecnologia, Qual o Limite?\"Rua
Futuro da Tecnologia, Qual o Limite?

Bom, Não é de hoje que tecnologia vem surpreendendo a todos nós com grandes revoluções e os custos que diminuem cada vez mais.
Hoje em dia é comum ver crianças com smarthphones com tecnologia que a 10 anos atrás nem o celular mais moderno e caro do mercado tinha.
Com isso surgiram sugiram vários profetas da tecnologia e visionários, tentando prever qual será o próximo passo.

E os filmes retratam bem esse tema e usam essa formula que atrai a curiosidade das pessoas.
Exemplos:

Minority report - A nova lei de 2002 (Imagem)

Transcendence de 2014

Em Transcendence um tema mais conspiratório, onde um ser humano transcende a uma consciência artificial e assim se torna imortal e com infinita capacidade de aprendizagem.
Vale a pena ver tanto um quanto o outro filme. Algumas tecnologias de Minority Report, como utilizar computadores com as mãos (caso do kinect do Xbox 360 e One) e carros dirigidos automaticamente, já parecem bem mais próximo do que as tecnologias vistas em Transcendence, pois o foco principal do mesmo ainda é um tema que a humanidade engatinha, que é o cérebro humano, a máquina mais complexa conhecida até o momento.

Eu particularmente, acredito que em alguns anos teremos realmente, carros pilotados automaticamente, devido ao investimento de gigantes como o Google e o Baidu nessa tecnologia.

Também acho que o inicio da colonização de Marte, vai trazer grandes conquistas para humanidade, porém grandes desafios, desafios esses que vão nos obrigar a evoluir rapidamente nossa tecnologia e nossa forma de encarar a exploração espacial, não como um gasto, mas sim como um investimento necessário a toda humanidade e a perpetuação da sua existência.

A única salvação verdadeira para humanidade e para o planeta terra, é que seja possível o ser humano habitar outros planetas, seja localizando planetas parecidos com a terra ou mudando planetas sem condições para a vida em planetas habitáveis e isso só será possível com gente morando nesses planetas, como será o caso do Marte. O ser humano com a sua engenhosidade, aprendeu a mudar o ambiente a sua volta e assim deixou de ser nômade e da mesma forma teremos que aprender a mudar os mundos, sistemas, galáxias e o universo a nossa volta.

Espero que tenham gostado do meu primeiro texto.
Obrigado à todos!
Até a Próxima!


Pesquisar mais textos:

Érico da Silva Kaercher

Título:Futuro da Tecnologia, Qual o Limite?

Autor:Érico da Kaercher(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios