Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Outros > A Ilíada E A Odisseia

A Ilíada E A Odisseia

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Outros
Visitas: 2
A Ilíada E A Odisseia

Os gregos deixaram-nos excelentes testemunhos da sua vida quotidiana e da sua cultura, quer na pintura, cerâmica ou escrita.

A Sicília é um exemplo, onde se podem encontrar vestígios desses monumentos e objetos, estátuas, templos e ou poemas.

No Museu Nacional de Arqueologia de Atenas, pode acompanhar-se toda a história da Grécia Antiga através de objetos aí expostos.

Contudo, uma das fontes históricas mais relevantes é cnstituída pelos poemas da Ilíada e A Odisseia, de Homero, escritor que viveu no século VIII a.C. No entanto, ainda hoje se discute se ambos os textos serão da sua autoria.

A hipótese mais provável é pertencerem a uma tradição oral assente nos mitos gregos, que foi passada a escrito por Homero.
Mas, no entanto, a importância destes escritos memoráveis não se confinou apenas à Grécia mas marcam também culturalmente a civilização ocidental.

Ainda hoje, estes poemas continuam a inspirar artistas e escritores, sendo adaptados a livros infantojuvenis, ao teatro, ao cinema e no mundo inteiro.

A Ilíada conta a história da guerra de Troia na qual os gregos cercaram os troianos durante dez anos, no século XII a.C.
Ela foi motivada pelo rapto de Helena, esposa de Melenau, rei de Esparta, por Páris, príncipe troiano.

O exército grego, nesta época era liderado por Agamémnon, irmão de Melenau e rei de Micenas.

O principal herói desta história é Aquiles, considerado o maior guerreiro grego, que se recusa a combater após se ter desentendido com Agamémnon, por este lhe exigir a entrega de uma escrava sua.
As lutas continuam até que Aquiles é morto por Páris.

Os próprios deuses tomam partido na guerra, dividindo-se no apoio a cada um deles.
Esta história apaixonou gente de todas as gerações é alvo de estudo nas universidades.
A Odisseia é a continuação da ilíada. Depois de dez anos na guerra de Troia, Ulisses regressa ao reino da itaca, onde é esperado pela mulher Pénelope e o filho Telémaco.
A viagem de regresso foi longa e difícil.

Na parte final da história, Ulisses regressa a repôe a harmonia no reino.
Estas obras, contadas com grande realismo, inspiraram muitos escritores da época e até de hoje.

Os gregos deixaram um legado culturar enorme e contribuíram para desenvolver outros povos que assimilaram a sua cultura e reescreveram as suas obras.


Teresa Maria Batista Gil

Título: A Ilíada E A Odisseia

Autor: Teresa Maria Gil (todos os textos)

Visitas: 2

788 

Comentários - A Ilíada E A Odisseia

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

O meu instrumento musical avariou!

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Instrumentos Musicais
O meu instrumento musical avariou!\"Rua
É inevitável que, mais cedo ou mais tarde, um instrumento musical precise de reparação.

Mesmo que conheçamos bem o nosso instrumento e o consigamos arranjar, na maioria das vezes é necessário um técnico para o fazer com a melhor das qualidades.

Eventualmente, nem será necessário existir um problema com o instrumento, poderá ser apenas uma questão de manutenção. 

No caso de uma guitarra, por exemplo, qualquer instrumentista é perfeitamente capaz de substituir uma corda partida e tirar da guitarra o mesmo som que ela tinha.

No entanto, existem reparações, seja uma amolgadela no tampo ou uma tarraxa arrancada, que convêm ser feitas por técnicos especializados.

Por norma, as próprias casas que vendem instrumentos musicais efectuam essas reparações ou são capazes de aconselhar técnicos para as fazer.

Mediante o instrumento musical em questão, a reparação ou manutenção poderá ser mais cara. É sempre mais fácil arranjar um técnico que repare um piano do que um que arranje oboés.

Apesar de ser normal cuidar do nosso instrumento musical regularmente, os percalços acontecem todos os dias. Para os contornar, há sempre alguém que nos poderá aconselhar melhor do que nós próprios.

Apesar de poder sair mais caro, temos também a certeza de que o nosso instrumento foi arranjado por especialistas no assunto.

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:O meu instrumento musical avariou!

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • luiz fabiano 18-02-2012 às 15:48:28

    boa tarde amigos preciso de um cabo flex da lcd da camera g70 se aulguem tiver mande um email obrigado

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios