Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Materiais Construção > O material eléctrico na construção civil

O material eléctrico na construção civil

O material eléctrico na construção civil

A electricidade foi, sem dúvida alguma, uma das maiores invenções de todos os tempos. Já ninguém concebe uma vida sem ela.

Efectivamente, todas as nossas rotinas estão dependentes dessa energia, de uma maneira ou de outra. Prova disso mesmo é o facto de irmos constantemente com o dedo ao interruptor quando andamos à procura de uma vela para acender, porque faltou a luz.

Hoje em dia, praticamente tudo é eléctrico: aparelhos, ferramentas, brinquedos, … O que seria realmente bom lá para casa era arranjar, para além dos electrodomésticos, uma “electro-doméstica”, que é como quem diz uma empregada com um pouco mais de vigor, de modo a trabalhar com mais rapidez e cobrar menos horas, vencendo a “electricidade estática” de uma vez por todas!

O material eléctrico constitui uma faceta essencial na área da construção civil. Fios, lâmpadas, tomadas, alarmes, interruptores e muitos outros fazem parte do vasto domínio da instalação eléctrica.

Atenção aos choques! Dizem os que já os sofreram e sobreviveram para contar a história que é muito mau…

Há quem defenda que a electricidade vem da selva, insistindo em vociferar furiosamente: «Macacos!» quando se verificam cortes no abastecimento. Porém, não há que esquecer que esta espécie já habita há algum tempo em diversos jardins zoológicos, pelo que não é preciso ir tão longe para efectuar uma reclamação!

Nesta perspectiva, talvez fosse justo incluir no material eléctrico algum utensílio a que se pudesse dar o nome de “electro-monkie”.

Contrariamente, seria um contra-senso apelidar de “fala-barato” alguém que parece encontrar-se “ligado à corrente”. Ao preço que a electricidade está…


Rua Direita

Título: O material eléctrico na construção civil

Autor: Rua Direita (todos os textos)

Visitas: 0

621 

Imagem por: pittaya

Comentários - O material eléctrico na construção civil

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Martelos e marrettas

Ler próximo texto...

Tema: Ferramentas
Martelos e marrettas\"Rua
Os martelos e as marretas são, digamos assim, da mesma família. As marretas poderiam apelidar-se de “martelos com cauda”. Elas são bastante mais robustas e mantêm as devidas distâncias: o cabo é maior.

Ambos constituem, na sua génese, amplificadores de força destinados a converter o trabalho mecânico em energia cinética e pressão.

Com origem no latim medieval martellu, o martelo é um instrumento utilizado para “cacetear” objectos, com propósitos vários, pelo que o seu uso perpassa áreas como o Direito, a medicina, a carpintaria, a indústria pesada, a escultura, o desporto, as manifestações culturais, etcétera, variando, naturalmente, de formas, tamanhos e materiais de composição.

A diversidade dos martelos é, realmente, espantosa. O mascoto, por exemplo, é um martelo grande empregue no fabrico de moedas. Com a crise económica que assola o mundo actualmente, já se imaginam os governantes, a par dos banqueiros, de martelo em punho para que não falte nada às populações…

Há também o marrão que, mais do que o “papa-livros” que tira boas notas a tudo, constitui um grande martelo de ferro, adequado para partir pedra. Sempre poupa trabalho à pobre água mole…

O martelo de cozinha serve para amaciar carne. Daquela que se vai preparar, claro está, e não da de quem aparecer no entretanto para nos martelar a paciência…!

Já no âmbito desportivo, o lançamento do martelo representa uma das provas olímpicas, tendo sido recentemente adoptado na modalidade feminina. Imagine-se se, em vez do martelo, se lançasse a marreta… seria, certamente, mesmo sem juiz nem tribunal, a martelada que sentenciaria a sorte, ou melhor, o azar de alguém!

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:Martelos e marrettas

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Imagem por: pittaya

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios