Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Empresariais > Não pare! Invista na sua formação

Não pare! Invista na sua formação

Categoria: Empresariais
Visitas: 4
Comentários: 2
Não pare! Invista na sua formação

O tempo não pára, olhe para o seu relógio e já perdeu cinco segundos de vida útil fazendo esse acto. Não se pode parar num mundo em constante evolução, revolução e inovação. Quem ficar parado começa a tornar-se como uma máquina obsolenta cada vez mais sem a capacidade para desempenhar as mais diversas funções, pois fica à margem da evolução.

Ora vejamos, à meio século atrás era impensável a utilização de um computador com a frequência que hoje fazemos e com a importância que este exerce nas nossas vidas, estando constantemente interventivo nas mesmas para as mais simples tarefas como escrever um texto mandar um básico email, etc. Tudo isto eram tarefas inimagináveis, dado estes factos e fazendo um paralelismo do raciocínio com a realidade, vejamos que alguém que ficou a ver passar a evolução, poderia até desempenhar muito bem as tarefas que eram necessárias na altura mas hoje em dia já há poucas tarefas que desempenhe com a mesma eficácia da altura, isto porque não investiu na sua formação e com o avançar do tempo, conhecimentos em informática na óptica do utilizador tornaram-se essenciais para a maior parte das banais tarefas do dia a dia. Este foi apenas um exemplo de muitos outros que podíamos tomar em consideração, para elucidar o leitor da importância da formação ao longo da vida, isto porque “o mundo é um composto de mudança” e dado isto a formação deve estar sempre presente em toda a gente, pois é necessário alargar o leque de conhecimentos para que tenhamos instrumentos próprios para dar resposta às oportunidades que nos aparecem, pois caso contrário podemos deixa-las fugir devido a desleixe ou a pensar-mos que determinado assunto nunca nos vai interessar na nossa vida futura. Conhecimento nunca é demais!

“Nunca adormeças na construção de um sonho, podes acordar com o barulho de outro a construi-lo”, pretendo com isto transmitir a importância da proactividade, isto é, apesar de uma pessoa estar bem no seu trabalho na sua função, desempenhar tudo muito bem e a vida ir de vento em poupa, não se deve ficar parado pois o vento pode mudar e aí pode já ser tarde para remar contar a corrente pois os seus concorrentes podem ir já muito à frente, pois estão melhor preparados para enfrentar os desafios que se apresentem devido a disporem de novos métodos e meios que a formação lhes conferiu. Não pare! Invista na sua formação, mais tarde ou mais cedo verá o seu retorno.

Vitor Costa

Título: Não pare! Invista na sua formação

Autor: Vitor Costa (todos os textos)

Visitas: 4

669 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 2 )    recentes

  • Luene ZarcoLuene

    04-07-2014 às 19:38:55

    Antes de investir é preciso saber precisamente a sua atuação no mercado. Não adianta investir tanto se não trará retorno mais lá na frente. É preciso fazer as melhores escolhas. Sugiro uma pesquisa no mercado, preços dos cursos que deseja ingressar, avaliar os prós e contras.

    ¬ Responder
  • Wallace RandalWallace Randal

    14-09-2012 às 14:01:48

    Fico de total acordo com a ideia apresentada no texto. Se há algo que se possa fazer para a carreira, é melhor fazer o quanto antes, por que senão há quem o faça. Está ficando cada vez mais difícil se destacar no mercado de trabalho, então o que devemos fazer é partir em busca de conhecimento tanto variado quanto específico. Mas também é importante dizer que o excesso de trabalho pode ser muito estressante.

    ¬ Responder

Comentários - Não pare! Invista na sua formação

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Martelos e marrettas

Ler próximo texto...

Tema: Ferramentas
Martelos e marrettas\"Rua
Os martelos e as marretas são, digamos assim, da mesma família. As marretas poderiam apelidar-se de “martelos com cauda”. Elas são bastante mais robustas e mantêm as devidas distâncias: o cabo é maior.

Ambos constituem, na sua génese, amplificadores de força destinados a converter o trabalho mecânico em energia cinética e pressão.

Com origem no latim medieval martellu, o martelo é um instrumento utilizado para “cacetear” objectos, com propósitos vários, pelo que o seu uso perpassa áreas como o Direito, a medicina, a carpintaria, a indústria pesada, a escultura, o desporto, as manifestações culturais, etcétera, variando, naturalmente, de formas, tamanhos e materiais de composição.

A diversidade dos martelos é, realmente, espantosa. O mascoto, por exemplo, é um martelo grande empregue no fabrico de moedas. Com a crise económica que assola o mundo actualmente, já se imaginam os governantes, a par dos banqueiros, de martelo em punho para que não falte nada às populações…

Há também o marrão que, mais do que o “papa-livros” que tira boas notas a tudo, constitui um grande martelo de ferro, adequado para partir pedra. Sempre poupa trabalho à pobre água mole…

O martelo de cozinha serve para amaciar carne. Daquela que se vai preparar, claro está, e não da de quem aparecer no entretanto para nos martelar a paciência…!

Já no âmbito desportivo, o lançamento do martelo representa uma das provas olímpicas, tendo sido recentemente adoptado na modalidade feminina. Imagine-se se, em vez do martelo, se lançasse a marreta… seria, certamente, mesmo sem juiz nem tribunal, a martelada que sentenciaria a sorte, ou melhor, o azar de alguém!

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:Martelos e marrettas

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios