Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Beleza > Como ultrapassar a vergonha de estar a ficar careca

Como ultrapassar a vergonha de estar a ficar careca

Categoria: Beleza
Visitas: 12
Comentários: 1
Como ultrapassar a vergonha de estar a ficar careca

Os homens devem prestar muita atenção ao seu cabelo. O melhor modo de o conservar è tratá-lo com carinho e com bons produtos capilares. Também deve ir regularmente a um bom cabeleireiro a fim de testar a natureza do seu cabelo e pele.

Tal como a mulher o cabelo é um marco fundamental no look e mostra a saúde interna e externa do cabelo e pele. Deste modo é necessário fazer também de vez em quando uma consulta com um bom nutricionista pois os cabelos são ainda o reflexo da nossa alimentação e modo de vida. A falta de vitaminas, queratina e e o stress elevado contribuem muito para danificar e quebrar os cabelos. A sua vitalidade é deste modo reduzida bem como a falta de brilho dos cabelos. Geralmente quando o corpo está doente os cabelos ficam baços e sem vida o que mostra que os problemas do cabelo estão ligados com o estado orgânico e emocional. Para que o equilíbrio seja perfeito requer que o corpo e a mente estejam em harmonia, caso contrário não é possível exibir um bom cabelo.

A calvice é comum com o avançar da idade, eles começam a perder cabelo basicamente por influência genética. Actualmente existem remédios que travam a queda do cabelo, sendo o mais habitual para o efeito o “ propecia Folligen e Rogaine”. No entanto o melhor é procurar um especialista de acordo com as necessidades de cada um. Há ainda tratamentos com cremes, xampoons, a laser e implantes. Qualquer deles consegue solucionar o problema.

Para evitar a queda de mais de cem fios de cabelo deve usar-se regularmente um champoo antiqueda a fim de regular o problema. Ao mesmo tempo fazer um tratamento específico com um bom profissional.

O problema da calvice também pode ser um problema hormonal ou psicológico. Por isso aconselha-se a tratar os problemas emocionais e outros a fim de minorar o problema.

Apesar de se poder controlar a calvice quando ela acontece não tem que ser um problema O ideal é começar desde cedo a contribuir para que a queda do cabelo não seja exagerada.

Associados a factores genéticos e psicológicos estão ainda o facto de o homem exagerar em bebidas alcoólicas, produtos químicos, tabaco e stress. No entanto ela afecta mais os homens com o avançar da idade.

A falta da reposição dos cabelos é ainda muito frequente nos homens e mulheres mas pode ser facilmente ultrapassada com bons hábitos de vida.


Teresa Maria Batista Gil

Título: Como ultrapassar a vergonha de estar a ficar careca

Autor: Teresa Maria Gil (todos os textos)

Visitas: 12

769 

Imagem por: WallTea

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 1 )    recentes

  • Yuri SilvaYuri

    10-09-2014 às 03:29:34

    Isso é um agravante problema, mas até que existem homens que sabem lidar com isso muito bem! É superável!

    ¬ Responder

Comentários - Como ultrapassar a vergonha de estar a ficar careca

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Martelos e marrettas

Ler próximo texto...

Tema: Ferramentas
Martelos e marrettas\"Rua
Os martelos e as marretas são, digamos assim, da mesma família. As marretas poderiam apelidar-se de “martelos com cauda”. Elas são bastante mais robustas e mantêm as devidas distâncias: o cabo é maior.

Ambos constituem, na sua génese, amplificadores de força destinados a converter o trabalho mecânico em energia cinética e pressão.

Com origem no latim medieval martellu, o martelo é um instrumento utilizado para “cacetear” objectos, com propósitos vários, pelo que o seu uso perpassa áreas como o Direito, a medicina, a carpintaria, a indústria pesada, a escultura, o desporto, as manifestações culturais, etcétera, variando, naturalmente, de formas, tamanhos e materiais de composição.

A diversidade dos martelos é, realmente, espantosa. O mascoto, por exemplo, é um martelo grande empregue no fabrico de moedas. Com a crise económica que assola o mundo actualmente, já se imaginam os governantes, a par dos banqueiros, de martelo em punho para que não falte nada às populações…

Há também o marrão que, mais do que o “papa-livros” que tira boas notas a tudo, constitui um grande martelo de ferro, adequado para partir pedra. Sempre poupa trabalho à pobre água mole…

O martelo de cozinha serve para amaciar carne. Daquela que se vai preparar, claro está, e não da de quem aparecer no entretanto para nos martelar a paciência…!

Já no âmbito desportivo, o lançamento do martelo representa uma das provas olímpicas, tendo sido recentemente adoptado na modalidade feminina. Imagine-se se, em vez do martelo, se lançasse a marreta… seria, certamente, mesmo sem juiz nem tribunal, a martelada que sentenciaria a sorte, ou melhor, o azar de alguém!

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:Martelos e marrettas

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Imagem por: WallTea

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios