Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Beleza > Cuidados básicos com a pele

Cuidados básicos com a pele

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Beleza
Visitas: 90
Comentários: 2
Cuidados básicos com a pele

A pele é a parte mais visível e a mais vulnerável do corpo. É muito frágil e ás vezes esquecemo-nos de a ajudar a desempenhar a sua função vital.

O Seu revestimento é muito vulnerável e pode a qualquer momento ser atacado por problemas tais como dermatose ou outros.

Ela cresce connosco, envelhece, mas se for bem tratada mantém durante mais tempo uma aparência bela e jovem. Assim, para a mantermos saudável devemos cuidar dela em todos os momentos da vida, seja homem ou mulher.

A nossa pele reflete, geralmente o nosso estado de saúde e pode até ser considerada o espelho da saúde do corpo.

Para evitarmos problemas nocivos e inestéticos devemos ter sempre cuidado com os alimentos que ingerimos; ou seja evitar gorduras e chocolate e ingerir água em abundância para uma boa hidratação.

Os seus problemas mais comuns são a pele seca, que se não for tratada pode dar origem a pequenas manchas avermelhadas, placas escamosas e apresenta-se áspera ao tato.

A pele oleosa, manifesta-se em geral na adolescência, é espessa, com poros dilatados e pontos negros. É brilhante ou mesmo luzidia na zona da testa e do nariz. A pele normal, apresenta um aspeto mate, e é fina e macia ao tato.

No entanto, os diferentes tipos de pele variam e sofrem alterações ao longo da vida. Modifica-se na adolescência, tornando-se normal, oleosa ou com borbulhas.

Digamos que as peles secas envelhecem mais cedo do que as oleosas, que causam mais problemas, mas mantêm-se mais jovens durante mais tempo.

Deste modo devemos começar a tratar dela desde cedo, atendendo às suas necessidades e características.

O adolescente que sofre de acne deve ser acompanhado por um dermatologista, fazer um tratamento adaptado, para evitar futuras cicatrizes e os consequentes problemas psicológicos que daí advêm.
É pois aconselhável proteger a pele do frio, da poluição e dos ambientes demasiado aquecidos artificialmente, para evitar a desidratação e secura.

As primeiras rugas devem sr tratadas entre os trinta e quarenta anos, para evitar maiores problemas futuros.

São de referir cuidados higiénicos convenientes, como lavar sempre a cara com água doce, ou com um gel adaptado.

Em ambos os sexos encontramos os mesmos tipos de pele, devendo os cuidados serem os mesmos, afim de preservar a saúde e beleza de tão precioso órgão. É por isso que mesmo uma pele saudável exige cuidados específicos para evitar doenças que diminuem autoestima se não forem tratadas no devido tempo.

Torna-se necessário ter atenção aos primeiros sinais de escura em demasia, vermelhidão, rugas e desidratação.

Convêm por isso ingerir vitaminas, água e alimentos adequados. se estes não forem suficientes há que tomar as devidas precauções e tratá-la convenientemente com produtos adequados.

A nossa pele irradia o nosso bem estar ou não.


Teresa Maria Batista Gil

Título: Cuidados básicos com a pele

Autor: Teresa Maria Gil (todos os textos)

Visitas: 90

771 

Imagem por: quinn.anya

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 2 )    recentes

  • brunasouza

    23-10-2013 às 11:05:12

    sou gata



    ¬ Responder
  • '-'

    03-08-2014 às 15:05:15

    Lecau Fera , Que Biscoito ? kkk

    ¬ Responder

Comentários - Cuidados básicos com a pele

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Os primeiros brinquedos

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Brinquedos
Os primeiros brinquedos\"Rua
O brinquedo é mais do que um objecto para a criança se divertir e distrair, é também uma forma de conhecer o mundo que tem ao seu redor e para dar asas à sua imaginação. Desta forma, os brinquedos sempre estiveram presentes na sociedade.

Os primeiros brinquedos datam de 6500 anos atrás, no Japão, em que as crianças brincavam com bolas de fibra de bambu. Entretanto há 3000 anos surgiram os piões feitos de argila e decorados, na Babilónia.

No século XIII apareceram os soldadinhos de chumbo, porém só eram acessíveis às famílias nobres. Cinco séculos mais tarde, apareceram as caixas de música, criadas por relojoeiros suíços.

As bonecas são muito antigas, surgiram enquanto figuras adoradas como deusas, há 40 mil anos, mas a primeira fábrica abriu apenas em 1413 na Alemanha. Barbie, a boneca mais famosa do mundo, foi criada em 1959, mas ainda hoje é das mais apetecíveis pelas crianças.

O grande boom dos brinquedos aconteceu quando se descobriu o plástico para o fabrico. Mesmo assim, muitas famílias não podiam comprar brinquedos aos filhos, como tal, estes utilizavam diversos tipos de materiais e construíam os seus próprios brinquedos.

Actualmente, as crianças têm acesso a uma enorme variedade de brinquedos, desde bonecas, a carros telecomandados, a videojogos… Educativos ou apenas lúdicos, há de tudo e para todos os gostos e preços.

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:Os primeiros brinquedos

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Imagem por: quinn.anya

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • umdolitoys 23-01-2013 às 05:46:38

    Adorei a reportagem! e tenho algo para vocês verem!!

    Espero que gostem!!!

    ¬ Responder
  • sofia 22-07-2012 às 21:56:29

    Achei muito interecante e muito legal saber que ano foi fabricadoas bonecas

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios