Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Saúde > Um flagelo social

Um flagelo social

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Saúde
Visitas: 4
Comentários: 1
Um flagelo social

Considera-se que a esquizofrenia é um um desequilíbrio na produção de uma substância química, a dopamina, que provoca grandes perturbações na comunicação entre as células nervosas do cérebro. Esta perturbação pode ser hereditária, ou seja, fruto de um problema genético do indivíduo ou de sua família. Mas no entanto nem sempre isso se verifica. O doente apresenta normalmente uma incapacidade de análise sensorial ao nível dos sentidos.

Muita gente sofre de esquizofrenia sendo o seu aparecimento mais frequente durante a fase da adolescência e idade adulta. Ela atinge pessoas de todos os estratos sociais, idades e profissões. Mas, a idade considerada mais crítica é entre os quinze e trinta anos.

Ás vezes surge subitamente como consequência de reacções ás novas adaptações que o indivíduo tem que fazer no seu percurso de vida. Salientam-se o estudo, a fase de passagem de idades,, maiores responsabilidades etc. Muitos adolescentes reagem mal a estas situações o que causa distúrbios e perturbações. Assim não é de estranhar certas reacções de isolamento, fixação a determinadas coisas, no corpo e outros.

Normalmente aparecem um conjunto de sintomas que servem de sinais da incómoda doença.
de entre os inúmeros sintomas que ela desenvolve são comuns as alucinações, delírios, apatia e desinteresse, confusão e desordem mental, isolamento, alteração da emoções e grande desconfiança no próximo.

Associada a esta maleita estão as perturbações auditivas e perceptivas. É normal também os descuidos com os cuidados de higiene, a não distinção entre o que é real e imaginário, a mania da perseguição, grandeza e ciúme.

Sendo uma doença muito frequente e a aumentar cada vez mais é de grande relevância fazer-se um tratamento adequado e adquirir hábitos de vida que possam minorar os seus sintomas desagradáveis. Isto passa por um maior acompanhamento do doente para evitar a progressão dos sintomas. Ela surge normalmente por surtos de modo que convêm evitar o que causa a sua manifestação.

Apesar da importância dos medicamentos nesta doença, O objectivo deverá ser ainda o de integrar bem os doentes na família , no trabalho e na sociedade em geral. A prática de desporto e outras actividades conjuntas são também salutares.


Teresa Maria Batista Gil

Título: Um flagelo social

Autor: Teresa Maria Gil (todos os textos)

Visitas: 4

659 

Imagem por: TheAlieness GiselaGiardino²³

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 1 )    recentes

  • sandra

    02-12-2013 às 11:13:23

    FLAGELO SOCIAL-É um conjunto de problema social que efectuam a sociedade negativamente prejudicando o seu desenvolvimento.

    ¬ Responder

Comentários - Um flagelo social

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Manutenção Automovel

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Automóveis
Manutenção Automovel\"Rua
Faça você mesmo a revisão do seu automóvel e poupe dinheiro em oficinas. Primeiro verifique com a ajuda de outra pessoa a iluminação exterior. Uma pessoa fica no interior do carro e liga as luzes, verifique á frente os mínimos, os médios, os máximos e os piscas. Depois atrás verifique os mínimos os stop a marcha atrás e o farol de nevoeiro.

A seguir verifique a iluminação do interior do veículo e do painel de instrumentos e a afinação do travão de mão.

Agora está na hora de verificar os filtros de ar, gasóleo e habitáculo. Dependendo da utilização eles podem fazer em média 40.00km, se estiverem sujos substitua-os por novos.

A seguir vem a mudança do óleo este em geral pode-se retirar pelo bujão de vazamento do cárter, convém substituir a anilha e o filtro de óleo. O óleo novo deve respeitar as especificações do fabricante, verificar no livro de manual de utilizador do veículo os litros de óleo do motor. Meter o óleo novo pelo bucal superior do motor com a ajuda de um funil, o nível do óleo não pode ultrapassar o máximo. Se não sabe a quantidade de óleo deite 4 litros e depois verifique o nível pela vareta de verificação de nível e vá deitando até chegar ao nível certo.

Agora é preciso verificar as pastilhas de travões, hoje em dia como quase todos os veículos têm jantes especiais consegue verificar sem desmontar as rodas. Substituir se necessário as pastilhas, ao desmontar repare como desmonta para depois voltar a montar tudo de novo. Por fim verifique a pressão dos pneus com um manómetro, a pressão indicada varia de carro pra carro se não sabe a pressão indicada ponha 2.2bar que é em média a pressão que todos utilizam.

Convém dizer que qualquer material que precise basta procurar numa loja de peças auto próxima de si ou então encomendar via net pois existem vários sites especializados em peças e materiais de manutenção auto. Vai ver que não custa nada se eu aprendi você também pode aprender e além disso fica a conhecer melhor o seu carro.

Com isto tudo pode poupar em média 200€ por cada revisão.
Obrigado e até a próxima.

Outros textos do autor:
Manutenção Automovel

Pesquisar mais textos:

Vendas Online

Título:Manutenção Automovel

Autor:Vendas Online(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Rua DireitaRua Direita

    17-06-2014 às 04:55:10

    Há inúmeros benefícios para fazer a manutenção do automóvel, pois isso garante melhor preservação do veículo e se prolonga o uso por muitos e muitos anos.
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios