Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Saúde > Quando temos sono e não conseguimos dormir

Quando temos sono e não conseguimos dormir

Categoria: Saúde
Visitas: 4
Comentários: 4
Quando temos sono e não conseguimos dormir

Saiba o que você pode fazer para não perder o sono. O estilo da vida moderna é o grande responsável pelas noites passadas em claro. A insônia também pode ser um sinal de que algo não esta bem, pois a insônia não ocorre de forma isolada e deve ser avaliada sobre três aspectos principais como o físico o social e o psicólogo. As noites mal dormidas podem ser resultados também de doenças físicas como a apnéia, ou seja, parada respiratória, problemas de saúde que causam dores noturnas como, por exemplo, afibromialgia, distúrbios hormonais, hiper hipotireoidismo, como também doenças psiquiátricas e neurológicas, por exemplo, ansiedade, depressão, doença de Parkinson, derrame cerebrais e mal de Alzheimer. As relações na família e no trabalho e os hábitos errados cometidos no período noturno. A predisposição genética ainda é outro fator a ser considerado. Normalmente quem sofre de insônia tem alguém na família com o mesmo problema.

Constatar a insônia só é possível por meio de uma consulta clinica com um especialista em sonose, ou seja, doença do sono, o que envolve um analise do histórico do paciente, exames físicos e, em alguns casos, o exame complementar de polissonografia. Porem, alguns indícios podem ajudar a identificar a pessoa que sofre com esses distúrbios. Conheça agora algum desses sinais. A queixa principal é a dificuldade de iniciar ou manter o sono ou ainda o sono não reparador, ao menos por um mês. O distúrbio do sono, ou seja, a fadiga e a urna associada ao mesmo causam transtorno significativo ou perda do desempenho profissional, intelectual e social. O transtorno do sono ou o distúrbio do sono são problemas de saúde que devem ser tratados, sempre que possível, e prevenidos.

No entanto não existe uma forma que resolva a insônia de todas as pessoas de maneira uniforme. Cada pessoa necessita deu um tratamento específico, apropriado as características individuais, e que deve ser recomendado por um medica especialista. Entre os outros tratamentos não – farmacológicos se destacam terapia comportamental cognitiva, higiene do sono, controle de estímulos resistência de sono e de tempo na cama e técnicas de relaxamento. Já os principais medicamentos utilizados são os indutores do sono, ansiolíticos ou antidepressivos. A ainda medicamentos novos porem, não estão disponíveis. A alimentação rica em cafeína, xantina e outras substanciam estimulantes aumentam a insônia. Já os derivados do triptofano, como o leite, auxiliam a ter uma boa noite de sono.

Waldiney Melo

Título: Quando temos sono e não conseguimos dormir

Autor: Waldiney (todos os textos)

Visitas: 4

802 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 4 )    recentes

  • Briana AlvesBriana

    22-07-2014 às 20:19:21

    É bem complicado mesmo ter sono e não conseguir dormir, ainda mais quando sabemos que precisamos mesmo. O ideal é não dormir à tarde, pois não conseguirás dormir à noite seja lá qual for o horário.

    ¬ Responder
  • tata

    05-06-2013 às 19:01:29

    todo dia durmo as 23:30 e fico morrendo de sono mas ele não vem e me faz ficar acordada até umas 3:00 isso me da até raiva e até choro de tanto sono!!!

    ¬ Responder
  • Denize

    03-09-2012 às 15:45:29

    Meu esposo não dorme mais que 3 horas (Tanto faz dia ou a noite) O que posso fazer para ajudá-lo? tem sono mas não consegue dormir! Como pode acontecer isso?

    ¬ Responder
  • Iverson Rômulo GonçalvesIsabel

    07-08-2009 às 05:20:06

    Gostei muioto desta materia, eu sofro de insonia desde dew ciança.

    ¬ Responder

Comentários - Quando temos sono e não conseguimos dormir

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Os primeiros brinquedos

Ler próximo texto...

Tema: Brinquedos
Os primeiros brinquedos\"Rua
O brinquedo é mais do que um objecto para a criança se divertir e distrair, é também uma forma de conhecer o mundo que tem ao seu redor e para dar asas à sua imaginação. Desta forma, os brinquedos sempre estiveram presentes na sociedade.

Os primeiros brinquedos datam de 6500 anos atrás, no Japão, em que as crianças brincavam com bolas de fibra de bambu. Entretanto há 3000 anos surgiram os piões feitos de argila e decorados, na Babilónia.

No século XIII apareceram os soldadinhos de chumbo, porém só eram acessíveis às famílias nobres. Cinco séculos mais tarde, apareceram as caixas de música, criadas por relojoeiros suíços.

As bonecas são muito antigas, surgiram enquanto figuras adoradas como deusas, há 40 mil anos, mas a primeira fábrica abriu apenas em 1413 na Alemanha. Barbie, a boneca mais famosa do mundo, foi criada em 1959, mas ainda hoje é das mais apetecíveis pelas crianças.

O grande boom dos brinquedos aconteceu quando se descobriu o plástico para o fabrico. Mesmo assim, muitas famílias não podiam comprar brinquedos aos filhos, como tal, estes utilizavam diversos tipos de materiais e construíam os seus próprios brinquedos.

Actualmente, as crianças têm acesso a uma enorme variedade de brinquedos, desde bonecas, a carros telecomandados, a videojogos… Educativos ou apenas lúdicos, há de tudo e para todos os gostos e preços.

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:Os primeiros brinquedos

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • umdolitoys 23-01-2013 às 05:46:38

    Adorei a reportagem! e tenho algo para vocês verem!!

    Espero que gostem!!!

    ¬ Responder
  • sofia 22-07-2012 às 21:56:29

    Achei muito interecante e muito legal saber que ano foi fabricadoas bonecas

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios