Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Saúde > Cuidado com piolho

Cuidado com piolho

Categoria: Saúde
Comentários: 4
Cuidado com piolho

O piolho vem infestado a cabeleira, é uma praga que vem desde os tempos imemoráveis e é citado até na Bíblia. Assim como os insetos a terra esta cheia e é para sempre, mas isso não quer dizer necessariamente que ele tem que morar na sua casa. Ele pula na cabeça, de uma a cada quatro criança, fartando-se de sangue, e isso é quando não passa para os cabelos de adulto. Este problema é antigo e sua incidência ele só faz crescer.

Saiba que o piolho não só adora um cabelo sujo. Como também os que são lavados todo santo dia. O piolho não faz distinção de classe social, qualquer pessoa esta sujeita a essa infestação, prova disso é que países de primeiro mundo como, o Japão, a Alemanha e a frança têm. O pior é que estes bichinhos, todo o mundo diz que eles são brega e sujo e por tanto todo mundo fica se segurando para não coçar a cabeça e se entregar que tem piolho. Os pais nem sempre avisa na escola que seu filho está com piolho, e ai a criança sai transmitindo para os coleguinhas, essa omissão é que aumenta os casos, pois a garotada é o alvo preferido, mas isso não quer dizer que eles desprezem os adultos e adolescentes, só que os adolescentes têm uma vantagem: na puberdade às gandulas sebáceos produzem além de sebo um hormônio que é um veneno para inseto, conta os tricologista do cabelo e da pele.

O nome cientifica desta infestação por piolho é pediculose, muitas pessoas já usaram substancias perigosas, entre elas, pasme, gasolina, inseticidas comuns e até desinfetantes, como, creolina. Muitos também usaram plantas por achar que não faz mal por ser coisas naturais. Isso é muito errado, pois muitos são tóxicos. Os primeiros sintomas da infestação aparecem rapidamente, no mesmo dia ou, no Maximo, no dia seguinte ao contágio. Tudo começa com uma forte coceira no coro cabeludo, principalmente na região da nuca e atrás das orelhas.

Saiba que o piolho não escolhe sexo, idade ou classe social nem tem preferência por uma estação do ano, saiba que não o que eles gostam mesmo é de cabelos úmidos por isso a melhor dica é usar o secador. Saiba que o piolho não voa, pois eles não têm asas, e também não pula, pois ele não é pulga, o perigoso é o contato físico, você pode pegar através do um banco do carro, principalmente táxi ou capacete de uma moto, ai sim ele muda de endereço. E nunca, mas nunca mesmo, empreste-o a ninguém presilhas, bonés. Também evite compartilhar travesseiros. E o pior é que ele tem uma resistência de faquir, ele pode ficar sem se alimentar até três dias.

Waldiney Melo

Título: Cuidado com piolho

Autor: Waldiney (todos os textos)

Visitas: 0

766 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 4 )    recentes

  • Luene ZarcoLuene

    22-07-2014 às 20:03:04

    O piolho pode ser combatido com shampoo e condicionador específico. Lembro que na minha infância tinha bastante e que pegava muito piolho com os amiguinhos da escola. É muito chato ter piolho, temos que cuidar urgentemente!!!

    ¬ Responder
  • maiara

    19-07-2012 às 15:00:50

    boom diia td bem

    ¬ Responder
  • sarasara

    26-02-2012 às 00:24:16

    piolho mas mal em/

    ¬ Responder
  • sabrinasabrina

    20-12-2011 às 18:25:10

    piolho emuito coceira e e muito irritante eu tinha nao sei como eu acabei da muita cocira nacabeça

    ¬ Responder

Comentários - Cuidado com piolho

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Pulp Fiction: 20 anos depois

Ler próximo texto...

Tema: Arte
Pulp Fiction: 20 anos depois\"Rua
Faz hoje 20 anos que estreou um dos mais importantes ícones cinematográficos americanos.

Pulp Fiction é um marco do cinema, que atirou para a ribalta Quentin Tarantino e as suas ideias controversas (ainda poucos tinham visto o brilhante “Cães Danados”).

Repleto de referências ao cinema dos anos 70 e com uma escolha de casting excepcional, Pulp Fiction conquistou o público com um discurso incisivo (os monólogos bíblicos de Samuel L. Jackson são um exemplo disso), uma violência propositadamente mordaz e uma não linearidade na sucessão dos acontecimentos, tudo isto, associado a um ritmo alucinante.

As três narrativas principais entrelaçadas de dois assassinos, um pugilista e um casal, valeram-lhe a nomeação para sete Óscares da Academia, acabando por vencer na categoria de Melhor Argumento Original, ganhando também o Globo de Ouro para Melhor Argumento e a Palma D'Ouro do Festival de Cannes para Melhor Filme.

O elenco era composto por nomes como John Travolta, Samuel L. Jackson, Bruce Willis, Uma Thurman e (porque há um português em cada canto do mundo) Maria de Medeiros.

Para muitos a sua banda sonora continua a constar na lista das melhores de sempre, e na memória cinéfila, ficam eternamente, os passos de dança de Uma Thurman e Travolta.

As personagens pareciam ser feitas à medida de cada actor.
Para John Travolta, até então conhecido pelos musicais “Grease” e “Febre de Sábado à Noite”, dar vida a Vincent Vega foi como um renascer na sua carreira.

Uma Thurman começou por recusar o papel de Mia Wallace, mas Tarantino soube ser persuasivo e leu-lhe o guião ao telefone até ela o aceitar.

Começava ali uma parceria profissional (como é habitual de Tarantino) que voltaria ao topo do sucesso com “Kill Bill”, quase 10 anos depois.

Com um humor negro afiadíssimo, Tarantino provou em 1994 que veio para revolucionar o cinema independente americano e nasceu aí uma inspirada carreira de sucesso, que ainda hoje é politicamente incorrecta, contradizendo-se da restante indústria.

Pulp Fiction é uma obra genial. Uma obra crua e simultaneamente refrescante, que sobreviveu ao tempo e se tornou um clássico.
Pulp Fiction foi uma lição de cinema!

Curiosidade Cinéfila:
pulp fiction ou revista pulp são nomes dados a revistas feitas com papel de baixa qualidade a partir do início de 1900. Essas revistas geralmente eram dedicadas às histórias de fantasia e ficção científica e o termo “pulp fiction” foi usado para descrever histórias de qualidade menor ou absurdas.

Pesquisar mais textos:

Carla Correia

Título:Pulp Fiction: 20 anos depois

Autor:Carla Correia(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios