Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Saúde > O perigo do álcool e das drogas

O perigo do álcool e das drogas

Categoria: Saúde
O perigo do álcool e das drogas

Usamos a palavra droga a toda substancia que introduzida no organismo atuam sobre o sistema nervoso, põem modificar uma ou diversas funções orgânicas, alterando a forma de pensar, sentir e perceber. Além desses efeitos que essas substâncias tem sobre o individuo que as usam são extremamente graves as consequências que elas acabam causando no individuo, em sua família e sociedade.

O consumo habitual de drogas conduz a toxicodependência, que é a necessidade de consumir droga com o objetivo de se sentir-se bem. O individuo que não satisfaz essa necessidade, sofre do chamado Síndrome de Abstinência, que lhe produz mal-estar, fortes dores entre outros.

Em muitas ocasiões, a dependência de drogas injetadas traz algumas doenças como a HEPATITE e AIDS, além do consumo continuam de drogas de maneira progressiva debilita o organismo do dependente e fica cada vez mais expostos a infecções.

Muitas vezes os dependentes tentam abandonar o uso, porem a privação da droga causa o estado de abstinência que lhe traz tão grande mal-estar, que acabam a se drogar.

As drogas causam distúrbios de comportamentos e desajustes social, desajustes familiar e no trabalho. A dependência diminui o rendimento do individuo no trabalho.

As drogas podem ser classificadas de forma simples em depressores, euforizantes e alucinógenas.

As depressoras, que se incluem o álcool, a cola de sapateiro, a benzina o opio e alguns remédios para dormir. Elas causam sensação de tontura, confusão mental, sensação de sonolência, entre outros.

Os euforizantes, os mais conhecidos é a cocaína, causam euforia e sensação de eficiência e poder.

Os alucinógenos causam alucinações. A pessoa passa a ouvir vozes, ver objetos que não existe, a mais comum dessas drogas é a maconha, também o LSD e substâncias presentes em certos cogumelos.

O álcool, consumido em altas doses de uma só vez pode levar á óbito, também á males causados pelo consumo regular de doses menores. Ele provoca mudanças de comportamento de quem o bebe conhecido como embriagues. Inicialmente uma sensação de euforia e desinibição.

Já foi estudado os efeitos do álcool sobre o fígado, que muitas vezes acaba causando cirrose hepática e eventualmente a morte do individuo. O álcool é uma droga perigosa tanto quanto as outras, como vimos causa dependência e também pode levar o individuo á morte.


Vanessa Camila Borri

Título: O perigo do álcool e das drogas

Autor: Vanessa Camila Borri (todos os textos)

Visitas: 0

146 

Comentários - O perigo do álcool e das drogas

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Um sinal de compromisso

Ler próximo texto...

Tema: Jóias Relógios
Um sinal de compromisso\"Rua
Exibir uma aliança de compromisso é, frequentemente, motivo de orgulho e, quando se olha para ela, vai-se rodando-a no dedo e fica-se com aquela expressão ridícula na cara.

Uma questão se coloca: qual a razão de estas alianças de compromisso serem tão fininhas: será porque os seus principais clientes, os jovens, são sujeitos de poucas posses (tendendo as mesadas a emagrecer ainda mais com a crise generalizada) ou porque esse compromisso, não obstante a paixão arrebatadora, é frágil e inseguro?

Sim, porque aqui há que fazer cálculos matemáticos: x compromissos vezes y alianças…com um orçamento limitado sobre um fundo sentimental infinito…

Depois, importa perpassar os tipos destas alianças. Há as provisórias, que duram em média quinze dias; há as voadoras, que atravessam os ares à velocidade da luz quando a coisa dá para o torto; há as que insistem em cair do dedo, sobretudo em momentos em que ter um compromisso se revela extremamente inoportuno; e depois há as residentes, que uma vez entradas não tornam a sair.

Os pombos-correios usam anilhas onde figuram códigos que os identificam. Talvez não fosse completamente descabido fazer umas inscrições deste género em algumas alianças de compromisso por aí…

Só para ajudar os mais esquecidos a recordarem a que “pombal” pertencem.

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:Um sinal de compromisso

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Luene ZarcoLuene

    22-09-2014 às 05:46:10

    Um sinal de amor e lealdade perpétua! Adoro ver os vários modelos de aliança! Vale a pena escolher uma bem bonita!

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios