Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Decoração > Azulejos personalizados, um toque especial na sua casa

Azulejos personalizados, um toque especial na sua casa

Categoria: Decoração
Visitas: 8
Comentários: 19
Azulejos personalizados, um toque especial na sua casa

A arte decorativa implica, simultaneamente, um conhecimento profundo do local que se pretende modificar e, claro, bom senso e bom gosto, para que se «acerte» convenientemente com o tom da casa, em termos de cores, ambiente e estilo. E os azulejos personalizados são a aposta certa para uma casa que se pretende ao mesmo tempo arejada, acolhedora e sofisticada.

Portugal, possuindo já uma vasta tradição em azulejaria, assume-se no panorama mundial como o mentor pioneiro do azulejo. Com efeito, o espólio nacional alcança datas longínquas como o século XV. A aposta dos portugueses na azulejaria, uma arte cerâmica invulgar – se considerarmos o cômputo mundial – assenta, essencialmente, em dois grandes motivos: o da elevada resistência do azulejo (chega a durar cerca de 500 anos) e a sua grande plasticidade – o azulejo permite decorar tanto fachadas exteriores, como os interiores dos edifícios. Veja-se, por exemplo, o Metropolitano de Lisboa, que congrega obras de artistas de renome como Vieira da Silva, Júlio Pomar, Eduardo Nery, entre outros.

Ora, e por que não transportar esta tradição cerâmica, única no mundo, para a sua casa? De facto, poderá fazer da azulejaria a impressão digital da sua casa. Sim, torne-a única, original, invulgar, singular entre as demais, ao optar por incluir painéis de azulejo, simples barras ornamentais, azulejos em terracota, azulejos trinchados ou esponjados, indicativos da caixa de correio e, ainda, o número de polícia da sua casa. Tornará a sua casa verdadeiramente numa «casa portuguesa» ao enveredar pelos misteriosos, mas simultaneamente solares caminhos da azulejaria.

Assim, ao tomar a decisão de incluir azulejaria na decoração da sua casa, poderá optar por duas hipóteses distintas, ao nível da produção da peça de arte: ou visita lojas especializadas ou faz você mesmo(a). No primeiro caso, dispõe de uma ampla gama de lojas, distribuídas por vários pontos do país, que poderá visitar. Poderá, então, encantar-se com algum dos artigos em exposição ou, se por outro lado pretender dar um toque verdadeiramente personalizado à decoração do seu lar, encomende um painel, azulejos isolados, barras e outros com os motivos pretendidos. Deverá levar o desenho num rascunho, de forma a facilitar a obtenção de uma peça tão próxima quanto possível daquilo que imaginara. No segundo caso, poderá optar por meter mãos à obra e, desta forma, obter verdadeiras obras de arte, dignas de artistas de renome, mas inteiramente suas, com o seu cunho pessoal gravado na cerâmica.

De qualquer forma, saiba que ao preferir a azulejaria para a decoração da sua casa, estará, sem dúvida, a construir uma casa portuguesa, com certeza!



Isabel Rodrigues

Título: Azulejos personalizados, um toque especial na sua casa

Autor: Isabel Rodrigues (todos os textos)

Visitas: 8

805 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 19 )    recentes

  • Briana AlvesBriana

    30-09-2014 às 22:46:50

    Tão bom ter azulejos personalizados para poder decorar do jeito que queremos. Além do mais, eles atribuem elegância ao ambiente com seus variados modelos, marcas e cores.

    ¬ Responder
  • SophiaSophia

    25-04-2014 às 19:08:20

    Ótimas dicas! Vejo que com azulejos personalizados dá a liberdade de escolher como se deseja criar e fica bem a nossa cara.

    ¬ Responder
  • Pedro gil FerreiraPedro gil Ferreira

    08-10-2012 às 10:37:21

    Os azulejos personalizados ficam melhor em qualquer área decorativa.Nada melhor do que personalizar-se os azulejos ao gosto pessoal e decoração da casa.Por isso muita gente aposta já em azulejos personalizados para o seu hall, casa de banho ou cozinha.Vale a pena investir neles e não ficar desagradada com os que incluem as casa arrendadas ou compradas, muitas vezes aberrantes.

    ¬ Responder
  • Anne TeixeiraAnne Teixeira

    03-10-2012 às 22:17:16

    Vocês sabem aquelas pastilhas de infinitas cores que tem ganhado espaço na casa das pessoas?Uma época, quando ajudava na decoração da casa de um amigo, fizemos uma cozinha sem graça se transformar numa de alto luxo apenas com pastilhas vermelhas e pretas na bancada e próximo ao fogão.Para ambientes grandes como sala, acho mais bonitos os porcelanatos de cores claras. Eles tem um brilho diferente e sao grandes

    ¬ Responder
  • Cristina SousaCristina Sousa

    03-10-2012 às 13:38:21

    Nas casas senhoriais antigas fica bem os azulejos colocados nas paredes das salas e corredores. Não sei porque motivo eram colocados os azulejos nas paredes, se para efeito decorativo ou para proteger as paredes de humidades.

    ¬ Responder
  • Nilson EmpreendedorNilson Uemoto

    01-10-2012 às 21:35:05

    Azulejos personalizados são cada vez mais comuns nas residências e muitas pessoas descobriram que esses azulejos podem realmente dar aquele toque especial no ambiente.Antigamente, azulejos eram bastante simples e monótonos com poucas cores e na maioria das vezes desenhos repetitivos e sem beleza.Hoje em dia a história é outra, existem azulejos com pinturas e quadros com fotografias,portanto se decidir colocar azulejos terá centenas de opções.

    ¬ Responder
  • Nilson EmpreendedorNilson Uemoto

    01-10-2012 às 21:35:05

    Azulejos personalizados são cada vez mais comuns nas residências e muitas pessoas descobriram que esses azulejos podem realmente dar aquele toque especial no ambiente.Antigamente, azulejos eram bastante simples e monótonos com poucas cores e na maioria das vezes desenhos repetitivos e sem beleza.Hoje em dia a história é outra, existem azulejos com pinturas e quadros com fotografias,portanto se decidir colocar azulejos terá centenas de opções.

    ¬ Responder
  • Cristina SousaCristina Sousa

    01-10-2012 às 11:34:16

    Só gosto de ver azulejos na casa de banho e cozinha. Nas restantes divisões da casa não aprecio azulejos nas paredes. Acho que nos quartos e sala, sendo divisões de relaxe e conforto, torna o ambiente "frio" a existência de azulejos nas paredes. Mas, pelo que vejo nas revistas da especialidade, atualmente não é moda a aplicação de azulejos.

    ¬ Responder
  • Adriana SantosAdriana dos Santos da Silva

    28-09-2012 às 17:03:31

    Azulejos decoram o ambiente e o deixam com um aspecto novo e bonito. Esses personalizados então, são excelentes, pois podemos fazer do jeito, do tamanho e da cor que queremos. São caros, mas vale a pena utilizá-lo na casa onde é o nosso lugar de conforto e onde passamos tempo de descanso. Uma boa opção para quem não quer pintar as paredes todos os anos, essa é uma boa dica! Muito econômico e mais elegante.

    ¬ Responder
  • Wallace RandalWallace Randal

    26-09-2012 às 12:41:53

    Bom dia Isabel Rodrigues, tudo bem? Seu texto ficou muito bom, falando da decoração usando azulejos que é típica em Portugal. Eles são muito bonitos, e como você disse no texto, dão um toque de sofisticação e aconchego ao ambiente familiar. Os azulejos personalizados são de uma beleza única, e se bem feitos, podem deixar a casa com a cara do seu dono. Mas pode ser caro ou trabalhoso, demandando muito dinheiro ou tempo.

    ¬ Responder
  • Wallace RandalWallace Randal

    26-09-2012 às 12:41:44

    Bom dia Isabel Rodrigues, tudo bem? Seu texto ficou muito bom, falando da decoração usando azulejos que é típica em Portugal. Eles são muito bonitos, e como você disse no texto, dão um toque de sofisticação e aconchego ao ambiente familiar. Os azulejos personalizados são de uma beleza única, e se bem feitos, podem deixar a casa com a cara do seu dono. Mas pode ser caro ou trabalhoso, demandando muito dinheiro ou tempo.

    ¬ Responder
  • Nilson EmpreendedorNilson Uemoto

    26-09-2012 às 00:54:34

    Olá Isabel Rodrigues acho interessante essa idéia de personalizar azulejos dando um toque diferente na casa,acredito que tudo que possa valorizar nossa casa e torná-la mais bonita e aconchegante é válido.Aqui no Brasil existem cursos que ensinam as pessoas a fazerem seus próprios azulejos personalizados e se um dia eu resolver colocar esse tipo de azulejo pedirei conselhos a alguma pessoa especialista nisso, valeu pelas dicas

    ¬ Responder
  • Adriana SantosAdriana dos Santos da Silva

    24-09-2012 às 06:44:07

    Na casa atribuímos objetos, artigos e vários outros padrões para que fiquem um pouco de como somos. É importante que nessa escolha, tudo seja da melhor qualidade e um pouco parecido com nossos gostos e preferências, não é verdade? Assim é muito bom comprar azulejos personalizados, pois dá para escolher aquilo que gostamos e apreciamos. Eles formam um estilo diferente, sofisticado e elegante. Por isso, aproveito para deixar aqui que sua melhor opção é essa.

    ¬ Responder
  • Lucas SouzaLucas Souza

    24-09-2012 às 01:42:12

    Parabéns Isabel Rodrigues, muito interessante seu texto falando sobre os azulejos. Dentro de uma casa, a decoração é uma das partes mais importantes, pois você verá sua parede, piso, cômodos, todos os dias. Sendo assim, algo diferenciado e inovador podem agradar e tornar o ambiente mais confortável e trazer a sensação de renovação diariamente. A combinação de várias cores e até desenhos com os azulejos, acredito que possam ser uma boa ideia, se bem feita.

    ¬ Responder
  • Sofia NunesSofia Nunes

    22-09-2012 às 16:41:22

    Sou absolutamente a favor da personalização dos espaços com peças que têm para nós significado, seja ele sentimental ou estético. Assim, apesar de me parecer que a tendência dos azulejos personalizados não está ainda muito presente na decoração dos lares da maioria das famílias, é de facto uma proposta deliciosa, ao mesmo tempo inovadora e tradicional. Penso também que esta tendência pode ser adotada também por quem gosta de decorações mais sóbrias, em tons discretos.

    ¬ Responder
  • Gabriela TorresGabriela Torres

    22-09-2012 às 15:51:56

    Pastilhas ou azulejos personalizados são formas de dar um toque criativo numa parede branca,sem gastar muito e sem precisar mudar na colocação dos móveis.Uma boa alternativa também seria o papel de parede,que é igualmente barato.

    ¬ Responder
  • Teresa Maria Batista GilTeresa Maria Batista Gil

    22-09-2012 às 10:54:44

    A escolha dos elementos de decoração é importante pois eles refletem a personalidade e o glamour da pessoas.No que diz respeito aos azulejos personalizados eles refletem o mesmo e ajudam a embelezar o hall de entrada, cozinha e casa de banho.Há motivos lindíssimos que ao ser combinados com os tons das paredes realçam muito a estética e conforto da casa.

    ¬ Responder
  • Carla HortaCarla Horta

    22-09-2012 às 10:28:49

    Uma das maiores estilista Portuguesas (Ana Salazar) lançou há uns anos uma gama de azulejos. Não eram baratos, mas certo é que ter azulejos decorativos com assinatura de designer valorizam e valorizam qualquer casa.

    ¬ Responder
  • André BelacorçaAndré Belacorça

    21-09-2012 às 20:21:10

    Muitos azulejos têm padrões lindíssimos, varia de cada pessoa escolher o tom de padrão adequado para o espaço que vai decorar, e a cor ideal também conta muito, porque muitas cores junta fica uma decoração abusada e estragada, cores duplas é o ideal, ao meu ver. Adoro ver uns lindos azulejos numa casa, dá requinte e frescura a ela própria.

    ¬ Responder

Comentários - Azulejos personalizados, um toque especial na sua casa

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Os descendentes de Eça

Ler próximo texto...

Tema: Literatura
Os descendentes de Eça\"Rua
Recentemente, por via da comunicação social, soubemos da entrega do prémio Leya, a um trineto de Eça de Queirós. Julgo que bastou essa noticia, para que todos ficássemos curiosos sobre os seus descendentes…esse mistério, como o Mistério da Estrada de Sintra, começou a adensar-se entre quem se interessa por estas coisas da literatura e da genealogia…então aqui deixo algumas notas que poderão ser importantes para quiçá, um dia, um qualquer jornalista, ou editor, se lembre, de conseguir reunir todos os seus descendentes vivos e se tire uma fotografia de família.

José Maria Eça de Queirós, escritor pródigo da nossa nação, contraiu matrimónio em 1886, com Emília de Castro Pamplona Resende, condessa de Resende, deixando à data de sua morte, em Paris, quatro filhos como seus descendentes e herdeiros diretos; foram eles António Eça de Queirós, Maria Eça de Queirós, Alberto Eça de Queirós e José Maria Eça de Queirós; portanto três meninos e uma menina.
Através do site Geneall.net, foi possível perceber as linhas genealógicas que se seguiram aos seus filhos. No entanto, nem todos os nomes dos seus bisnetos e trinetos estão aí presentes, com certeza por motivos de ordem pessoal, de resguardo da privacidade, motivos que não podemos questionar. Porém, é possível, pelo menos determinar a existência desses membros da família queirosiana.

De antemão sabemos que não houve descendência por parte de dois dos seus filhos, António Eça de Queirós e de Alberto Eça de Queirós.
Maria Eça de Queirós teve dois filhos, uma menina e um menino, porém a menina morreu muito nova, ficando apenas o menino, de seu nome Manuel Pedro Benedito de Castro, que mais tarde casou com Maria da Graça Salema de Castro, a mulher que se tornou a primeira diretora da Fundação Eça de Queirós, na casa de Tormes, pertença da família da esposa de Eça de Queirós. Como Manuel Pedro Benedito de Castro não teve filhos, sabemos que por este ramo, terminou a descendência do escritor.

Convém, entretanto, acrescentar aqui uma curiosidade. Depois do regresso a Portugal da viúva de Eça, ela e os filhos, foram residir para a casa da Granja, pertencente à família de Sophia de Mello Breyner. Inicialmente como esta casa costumava ser arrendada pela família de Sophia, Emília de Castro, arrendou-a, vindo a compra-la uns anos depois. Portanto, é aqui nesta casa que ela cria os seus filhos, e é onde, José Maria Eça de Queirós, um dos seus filhos, permanece após a sua morte, tendo criado aqui os seus filhos e netos, e tendo aqui também falecido.

Podemos então seguramente afirmar que a sua grande linha de descendência parte do seu filho, com o mesmo nome, José Maria Eça de Queirós, que teve também ele, atente-se à curiosidade, quatro filhos, neste caso, ao inverso, um menino, e três meninas, respetivamente de seus nomes, Manuel Eça de Queirós, Maria das Dores Eça de Queirós, Matilde Maria de Castro de Eça de Queirós e Emília Maria de Castro Eça de Queirós. Esta ultima, Emília, teve ao que consta nove filhos, sendo que um deles, Afonso Maria Eça de Queirós Cabral, é quem atualmente preside à Fundação acima citada, depois da morte da primeira presidente, referida atrás, Maria da Graça Salema de Castro.

Manuel Eça de Queirós por sua vez teve seis filhos, Maria das Dores Eça de Queirós teve três filhos, e Matilde Maria de Castro de Eça de Queirós, dois filhos. Somados, contabilizamos vinte, os bisnetos do famoso escritor. Seria interessante avançar um pouco mais nos ramos genealógicos e aflorar quem são ou pelo menos, quantos são os trinetos e tetranetos de Eça, por conseguinte fica aqui o desafio, pois é certo que porventura alguns destes descendentes não se conhecem, e nunca terão trocado qualquer impressão sobre o seu ascendente, para uns, bisavô, para outros trisavô, e ainda para outros, tetravô.

Pesquisar mais textos:

Liliana Félix Leite

Título:Os descendentes de Eça

Autor:Liliana Félix Leite(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios