Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Utilidades Domésticas > Como Reduzir as Despesas Mensais

Como Reduzir as Despesas Mensais

Visitas: 4
Comentários: 3
Como Reduzir as Despesas Mensais

Elas chegam quase todos os dias, e a cada vez que abre a caixa do correio, já sente o seu bolso mais leve. As faturas das despesas mensais chegam permanentemente e por mais que tente gerir de forma a pagá-las a todas, há sempre mais uma inesperada que falta.

Já fez contas e já cortou em todos os lados e chegou a um ponto de saturação de vê-las chegar sem ter forma de as pagar. Veja aqui algumas dicas que o vão ajudar na poupança das despesas mensais da casa, para que o seu orçamento chegue para tudo.

Despesas da casa. Aqui é onde muitas vezes vai a maior fatia do bolo do seu orçamento. Vá ao banco e tente negociar o tempo de duração do empréstimo. Em muitos casos poderá acrescentar anos ao seu contrato com o banco e reduzir a sua renda da casa. Mas tenha atenção, a ideia é negociar a duração do contrato sem negociar as taxas de juro.

Procure novas companhias de seguro para os da casa e vida. Por vezes mantemos os mesos seguros durante anos sem nos apercebermos que existem no mercado valores mais baixos e mais competitivos.

A segunda maior fatia do seu orçamento vai para as refeições. Comece a levar o almoço para o trabalho e se não existir uma copa no seu local de trabalho, faça algumas refeições mais leves como sandes deliciosas trazidas de casa. Se em cada 5 refeições, 2 poupar dinheiro, já estará a ganhar. Quanto aos jantares, faça-os diferentes em vez dos antigos jantares fora. Os seus filhos vão adorar comer pizza caseira no chão da sala onde se pode fazer um pic-nic. Faça de vez em quando umas refeições vegetarianas. Além de saudáveis, são bem mais baratas.
A conta da água está elevada? Então aqui vai outra dica. Quando colocar a água do chuveiro para correr enquanto espera que ela venha quente, reserve-a num balde. Pode depois utilizá-la para regar as plantas ou despejar na sanita.

Quanto á conta da luz, coloque uma extensão elétrica para ligar vários aparelhos. Assim, quando não os estiver a utilizar, basta desligar uma só ficha, mas cortar da eletricidade vários aparelhos que em stand-by continuam a gastar energia. O seu candeeiro de teto tem 3 lâmpadas ligadas? Porque não ligar somente uma? E de preferências das económicas. O investimento pode ser maior, mas a diferença na fatura é muito maior.

Estude e altere o tarifário do seu telemóvel. Uma outra ideia para as comunicações é passar a usar como regra os telefones fixos. Já reparou que as empresas de televisão por cabo oferecem telefone com chamadas gratuitas e que muitas vezes não o utiliza? Recorde-se de quando era adolescente e o fixo era o único telefone que existia.

Cartões de crédito estão proibidos e se tiver contas do cartão para pagar, negoceie com a entidade credora e faça um plano ajustado a si. Pague o quanto antes pois os juros são altíssimos e ingratos.

Controlar custos é uma questão de se adaptar a novos tempos. Adapte-se e viva melhor.


Carla Horta

Título: Como Reduzir as Despesas Mensais

Autor: Carla Horta (todos os textos)

Visitas: 4

628 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 3 )    recentes

  • SophiaSophia

    05-06-2014 às 15:04:09

    Cortar custos,economizar na alimentação, comprar apenas o necessário, poupar e viver dentro do orçamento é uma boa maneira de reduzir as despesas. O consumismo precisa ser excluído da nossa vida. Viver pelo pouco, esse é o segredo!
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder
  • Carina Anjo

    25-05-2013 às 11:44:07

    Poupar, actualmente, é uma grande preocupação. Mesmo quando pensamos que já poupamos em tudo há sempre uma pequena mudança que podemos fazer. Mesmo parecendo que não faz diferença, passado algum tempo fazemos uma poupança.

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoSofia Nunes

    12-09-2012 às 11:57:02

    De todas as boas dicas que apresentou para reduzir as despesas, existem duas que considero serem as mais úteis. Falo das refeições e dos tarifários dos telemóveis. De facto, preparando o almoço em casa e levando-o para o trabalho, em vez de ir almoçar a um restaurante, estaremos decerto a poupar uma quantia significativa. Quanto aos tarifários, muitas são as pessoas que se queixam de grandes despesas mensais até mudarem para as operadoras mais baratas.

    ¬ Responder

Comentários - Como Reduzir as Despesas Mensais

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Os descendentes de Eça

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Literatura
Os descendentes de Eça\"Rua
Recentemente, por via da comunicação social, soubemos da entrega do prémio Leya, a um trineto de Eça de Queirós. Julgo que bastou essa noticia, para que todos ficássemos curiosos sobre os seus descendentes…esse mistério, como o Mistério da Estrada de Sintra, começou a adensar-se entre quem se interessa por estas coisas da literatura e da genealogia…então aqui deixo algumas notas que poderão ser importantes para quiçá, um dia, um qualquer jornalista, ou editor, se lembre, de conseguir reunir todos os seus descendentes vivos e se tire uma fotografia de família.

José Maria Eça de Queirós, escritor pródigo da nossa nação, contraiu matrimónio em 1886, com Emília de Castro Pamplona Resende, condessa de Resende, deixando à data de sua morte, em Paris, quatro filhos como seus descendentes e herdeiros diretos; foram eles António Eça de Queirós, Maria Eça de Queirós, Alberto Eça de Queirós e José Maria Eça de Queirós; portanto três meninos e uma menina.
Através do site Geneall.net, foi possível perceber as linhas genealógicas que se seguiram aos seus filhos. No entanto, nem todos os nomes dos seus bisnetos e trinetos estão aí presentes, com certeza por motivos de ordem pessoal, de resguardo da privacidade, motivos que não podemos questionar. Porém, é possível, pelo menos determinar a existência desses membros da família queirosiana.

De antemão sabemos que não houve descendência por parte de dois dos seus filhos, António Eça de Queirós e de Alberto Eça de Queirós.
Maria Eça de Queirós teve dois filhos, uma menina e um menino, porém a menina morreu muito nova, ficando apenas o menino, de seu nome Manuel Pedro Benedito de Castro, que mais tarde casou com Maria da Graça Salema de Castro, a mulher que se tornou a primeira diretora da Fundação Eça de Queirós, na casa de Tormes, pertença da família da esposa de Eça de Queirós. Como Manuel Pedro Benedito de Castro não teve filhos, sabemos que por este ramo, terminou a descendência do escritor.

Convém, entretanto, acrescentar aqui uma curiosidade. Depois do regresso a Portugal da viúva de Eça, ela e os filhos, foram residir para a casa da Granja, pertencente à família de Sophia de Mello Breyner. Inicialmente como esta casa costumava ser arrendada pela família de Sophia, Emília de Castro, arrendou-a, vindo a compra-la uns anos depois. Portanto, é aqui nesta casa que ela cria os seus filhos, e é onde, José Maria Eça de Queirós, um dos seus filhos, permanece após a sua morte, tendo criado aqui os seus filhos e netos, e tendo aqui também falecido.

Podemos então seguramente afirmar que a sua grande linha de descendência parte do seu filho, com o mesmo nome, José Maria Eça de Queirós, que teve também ele, atente-se à curiosidade, quatro filhos, neste caso, ao inverso, um menino, e três meninas, respetivamente de seus nomes, Manuel Eça de Queirós, Maria das Dores Eça de Queirós, Matilde Maria de Castro de Eça de Queirós e Emília Maria de Castro Eça de Queirós. Esta ultima, Emília, teve ao que consta nove filhos, sendo que um deles, Afonso Maria Eça de Queirós Cabral, é quem atualmente preside à Fundação acima citada, depois da morte da primeira presidente, referida atrás, Maria da Graça Salema de Castro.

Manuel Eça de Queirós por sua vez teve seis filhos, Maria das Dores Eça de Queirós teve três filhos, e Matilde Maria de Castro de Eça de Queirós, dois filhos. Somados, contabilizamos vinte, os bisnetos do famoso escritor. Seria interessante avançar um pouco mais nos ramos genealógicos e aflorar quem são ou pelo menos, quantos são os trinetos e tetranetos de Eça, por conseguinte fica aqui o desafio, pois é certo que porventura alguns destes descendentes não se conhecem, e nunca terão trocado qualquer impressão sobre o seu ascendente, para uns, bisavô, para outros trisavô, e ainda para outros, tetravô.

Pesquisar mais textos:

Liliana Félix Leite

Título:Os descendentes de Eça

Autor:Liliana Félix Leite(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios