Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Utilidades Domésticas > Como Transformar a Sua Roupa

Como Transformar a Sua Roupa

Comentários: 1
Como Transformar a Sua Roupa

Mulher que se preze adora ter roupa nova. Comprar, estar na moda, vestir-se de novo a cada época ou até mesmo uma peça de roupa por mês, é o desejo mínimo de cada mulher que anda por aí.

A emancipação das mulheres e a forma como ocupam o seu extraordinário lugar na sociedade de hoje, fazem com que gostem e primem naquilo que vestem e nos acessórios que usam. As mulheres gostam de estar bem vestidas, arranjadas e sentir-se bem no seu dia a dia com aquilo que trazem vestido. No entanto, existem alguns impedimentos para as compras tão desejadas que as mulheres (e muitos homens) adoram fazer. Numa altura em que comprar roupa pode ser complicado, difícil ou até mesmo impossível, qualquer mulher que se preze desespera por não ter um pequeno acessório ou até mesmo uma pequena peça de roupa.

As vidas financeiras dos Portuguesas não lhes permite a compras extraordinárias e é já normal ver mulheres a espreitar montras com um semblante triste.

No entanto, existem pequenas soluções que além de muito baratas (algumas nem custos associados têm) podem alterar o seu guarda-roupa que aos olhos dos outros e mesmo aos seus olhos vão transformar vão parecer roupas novas.

Por exemplo, se tiver uma saia comprida que já não usa, porque não colocar-lhe um elástico no cós? Desta forma pode puxar a saia para debaixo dos braços e depois prender na cintura com um cinto. Desta forma poderá passar a ter um vestido cai-cai.

Tem uma saia curta que já não usa porque a julga mais antiga? Coza uma faixa de cor neutra se o tecido da saia já tiver padrão, junto à bainha.

Se tem um casaco comprido, corte-o e coza-o de forma a transformá-lo num blazer tipo twity. Coloque-lhe um cinto com o tecido que sobrou ou faça uma flor em tecido numa cor diferente e coza-o na lapela em jeito de pregadeira.

Quanto a calças, coza uma faixa nos bolsos ou nas bainhas, mas tenha especial atenção porque estas pequenas rendas ou faixas podem cair no exagero.

Gosta de saias compridas? Então desfaça as calças à boca de sino e coza-as de forma a transformar numa saia.

Ajustar algumas roupas mais largas também é uma boa opção, mas tenha cuidado com certos tecidos como a pele ou o couro, pois são difíceis de cozer.

Descubra o mundo das transformações e veja revistas de moda. Com toda a certeza que irá descobrir que no seu guarda-roupa há um potencial extraordinário.


Carla Horta

Título: Como Transformar a Sua Roupa

Autor: Carla Horta (todos os textos)

Visitas: 0

806 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 1 )    recentes

  • SophiaSophia

    05-06-2014 às 19:25:07

    A customização de roupa é uma forma de criação excelente. É possível transformar aquela blusa antiga, já gasta em uma saída de banho linda! O tingimento também é uma forma de transformar a roupa ficando como novas!
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder

Comentários - Como Transformar a Sua Roupa

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Martelos e marrettas

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Ferramentas
Martelos e marrettas\"Rua
Os martelos e as marretas são, digamos assim, da mesma família. As marretas poderiam apelidar-se de “martelos com cauda”. Elas são bastante mais robustas e mantêm as devidas distâncias: o cabo é maior.

Ambos constituem, na sua génese, amplificadores de força destinados a converter o trabalho mecânico em energia cinética e pressão.

Com origem no latim medieval martellu, o martelo é um instrumento utilizado para “cacetear” objectos, com propósitos vários, pelo que o seu uso perpassa áreas como o Direito, a medicina, a carpintaria, a indústria pesada, a escultura, o desporto, as manifestações culturais, etcétera, variando, naturalmente, de formas, tamanhos e materiais de composição.

A diversidade dos martelos é, realmente, espantosa. O mascoto, por exemplo, é um martelo grande empregue no fabrico de moedas. Com a crise económica que assola o mundo actualmente, já se imaginam os governantes, a par dos banqueiros, de martelo em punho para que não falte nada às populações…

Há também o marrão que, mais do que o “papa-livros” que tira boas notas a tudo, constitui um grande martelo de ferro, adequado para partir pedra. Sempre poupa trabalho à pobre água mole…

O martelo de cozinha serve para amaciar carne. Daquela que se vai preparar, claro está, e não da de quem aparecer no entretanto para nos martelar a paciência…!

Já no âmbito desportivo, o lançamento do martelo representa uma das provas olímpicas, tendo sido recentemente adoptado na modalidade feminina. Imagine-se se, em vez do martelo, se lançasse a marreta… seria, certamente, mesmo sem juiz nem tribunal, a martelada que sentenciaria a sorte, ou melhor, o azar de alguém!

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:Martelos e marrettas

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios