Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Saúde > Veja quais são as doenças mais comuns da gravidez e como preveni-las

Veja quais são as doenças mais comuns da gravidez e como preveni-las

Categoria: Saúde
Visitas: 2
Comentários: 4
Veja quais são as doenças mais comuns da gravidez e como preveni-las

Todas as grávidas devem ficar atentas as possíveis doenças que podem aparecer durante o período de gestação, por isso, é importante fazer o pré-natal corretamente. A partir do momento em que a mulher descobre que está grávida, ela deve começar a ter um cuidado redobrado com a saúde, pois é nesta fase que ocorrem muitas mudanças físicas e emocionais. Então, veja quais são as doenças mais comuns na gravidez e como preveni-las para garantir a sua saúde e a do bebê.

Asma

A asma é uma das doenças que tem mais chances de atingir as grávidas. Ela é uma enfermidade pulmonar ocasionada pela obstrução das vias respiratórias. Essa doença piora na gravidez, pois, é nesta fase que ocorrem mudanças metabólicas que alteram a fisiologia da respiração. Além disso, os refluxos e infecções respiratórias também são fatores que podem contribuir para o seu aparecimento. Seus sintomas mais comuns são: tosse, chiado no peito, secreções e falta de ar. Para preveni-la evite tudo o que pode provocar uma crise asmática, como por exemplo: frio, poluição, cigarro e infecções respiratórias.

Anemia ferropriva

A Anemia ferropriva é causada pela falta de ferro no sangue, o que prejudica a produção de hemoglobina – proteína que realiza o transporte de oxigênio para as células. Essa doença pode surgir durante o período de gestação devido a vários fatores: alimentação inadequada, incapacidade do organismo de repor o ferro e diluição natural do sangue na gestação. Seus sintomas mais comuns são: fraqueza, palidez, fadiga, cansaço e dores nas pernas. Para preveni-la é importante manter uma alimentação equilibrada e rica em ferro. Alguns alimentos saudáveis e ricos são: agrião, espinafre, lentilha, feijão branco, frutas secas, gema de ovo, fígado, escarola, melão, abacate, entre outros.

Cistite

A cistite é uma infecção que prejudica as vias urinárias. É muito comum essa doença aparecer na gestação devido às alterações hormonais que a mulher sofre nesse período. Seus sintomas mais comuns são: urinar frequentemente, sensação de ardor ao urinar, dor no baixo ventre e sangramento. Para preveni-la é preciso beber muito líquido, principalmente água e não segurar a urina.

Diabetes mellitus gestacional

A Diabetes mellitus gestacional é uma das doenças que mais preocupam as gestantes. Ela pode surgir devido a uma mudança nos níveis de açúcar no sangue. Além disso, ela também pode continuar afetando a mulher mesmo após o parto. As suas reais causas ainda são desconhecidas, mas sabe-se que os seus fatores de risco são: histórico familiar, obesidade ou excesso de peso, mulheres cujos bebês nasceram com mais de 4 quilogramas, pressão alta e mulheres com mais de 35 anos.

Seus sintomas mais comuns são: sede, aumento no volume de urina, enjoos, vômito, infecções e visão turvada. Para preveni-la é necessário realizar o controle de peso e fazer exames de sangue periodicamente.

Distúrbios da Tireóide

Os Distúrbios da Tireóide também estão incluídos na lista das doenças mais comuns da gravidez. Ela pode surgir devido a mudanças que ocorrem na glândula localizada na região superior do pescoço, responsável pela produção dos hormônios T3 e T4. E, na gestação, essa glândula pode aumentar, os hormônios secretados pela tireóide podem sofrer alterações, e por isso, a doença pode aparecer.

Seus sintomas mais comuns são: cansaço, aumento ou perda de peso, sono excessivo, taquicardia e agitação (hipertireoidismo). Ainda não foi descoberta uma maneira de prevenir essa doença, mas quando diagnosticada, é preciso fazer um controle rigoroso na gravidez, para que ela não apresente complicações que possam atingir o bebê.

Estas são apenas algumas doenças comuns que podem surgir durante a gestação, mas além delas, também existem outras. Por isso, é muito importante que todas as mulheres grávidas tenham um cuidado especial com a saúde e sigam corretamente as indicações do médico no pré-natal.


Rua Direita

Título: Veja quais são as doenças mais comuns da gravidez e como preveni-las

Autor: Rua Direita (todos os textos)

Visitas: 2

784 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 4 )    recentes

  • Rafaela CoronelRafaela

    22-07-2014 às 21:11:44

    Achei bem importante saber dessas doenças mais comuns na gravidez e como preveni-las. Assim, é possível ter uma gravidez saudável e sem riscos.

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoSara sofia

    09-07-2012 às 11:25:07

    Eu estou grávida de 2 meses e estava tendo alguns sintomas que referiu no texto, obrigado pela descrição, agora vou ao médico mais rápido para me dar a certeza do que poderá ser. Obrigada

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoRita Santo

    09-07-2012 às 11:23:17

    Eu pelos vistos tive sorte, tive um bebe lindo e não tive nenhuma dessas doenças. Mas valeu na mesma, sempre podem vir a acontecer para o próximo.

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoSofia

    09-07-2012 às 11:22:10

    Gostei de como fez um breve resumo sobre as doenças mais comuns e como preveni-las, estou querendo ficar grávida e assim já tenho alguns conhecimentos sobre o que me pode acontecer.

    ¬ Responder

Comentários - Veja quais são as doenças mais comuns da gravidez e como preveni-las

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Dicas para decorar salas pequenas.

Ler próximo texto...

Tema: Decoração
Dicas para decorar salas pequenas.\"Rua
A realidade das grandes cidades é que a maioria das pessoas mora em espaços pequenos. É fato também que todos desejam ter um ambiente acolhedor e aconchegante para receber amigos. Em contrapartida, na medida em que os espaços encolhem, a quantidade de aparelhos eletrônicos que utilizamos aumenta cada vez mais. Há ainda quem use a sala como home-office.

Nesta busca de inspiração para organizar e incrementar sua sala, encontramos uma série de sites especializados e blogs com muitas, muitas ideias. O conceito de D.I.Y. (do it yourself) que significa "faça você mesmo” nunca esteve tão na moda. É uma alternativa para reduzir gastos com mão de obra e nada melhor do que criar um espaço com um toque todo seu. Inspirações e ideias não faltam. Hoje, de certa forma todos nos sentimos meio decoradores.

Mas planejar a decoração de uma sala pequena exige alguns cuidados para que o ambiente não fique entulhado de móveis, disfuncional ou até mesmo desagradável.

Confira algumas dicas para decorar sua sala com estilo e valorizando seu espaço:
Os espelhos, além da autocontemplação, causam efeitos interessantes. Aplicados, por exemplo, em uma parede inteira pode duplicar a amplitude do ambiente. Pode ser usado também em móveis, tetos, em diversos formatos e valorizar a luminosidade da decoração.

As cores tem poder de causar sensações. Em ambientes com pouco espaço, elas podem colaborar para que a sensação de amplitude possa tanto aumentar quanto diminuir. Para pintar as paredes de sua sala aposte em cores claras. O teto com uma cor mais clara que a das paredes, por exemplo, pode simular uma elevação do teto, já em uma cor mais escura, promoverá uma sensação de rebaixamento do teto.

A escolha e posição dos móveis são um aspecto muito importante. Opte por poucos móveis, nunca de tamanhos exagerados e posicione-os de forma que valorize o espaço. Móveis que misturam poucos materiais, baixos e com linhas retas proporcionam leveza ao ambiente.

Uma solução muito interessante para espaços pequenos é a utilização de prateleiras. Caixas para produtos horto frutícolas reformadas podem se tornar lindas prateleiras. Mas cuidado com a profundidade, para não atrapalhar na disposição de outros móveis e objetos.

Móveis multifuncionais ou móveis inteligentes são excelentes alternativas para uma sala pequena. Um bom exemplo são pufes, que podem ser usados como mesas de centro ou ficarem alojados debaixo de aparadores e quando recebemos visitas podem se transformar em assentos extras. Mesas dobráveis também são uma ótima opção.

Escolher o mesmo piso ou revestimento pode dar a impressão de área maior, de continuidade. Mudanças drásticas de um ambiente para outro pode causar a sensação de divisão e consequentemente fazer parecer menor.

Algumas outras dicas: um sofá retrátil ou reclinável garante muito mais conforto e ocupa o espaço de um sofá simples. Suporte ou painéis móveis para TV possibilitam que ela seja movida na direção desejável. Caso o ambiente tenha escadas, escolher um modelo de escadas vazadas evita divisões e pode se tornar uma peça de destaque na sala. E para as cortinas, escolha tecidos leves, lisas e sem estampas.

De qualquer forma, ouse, não tenha medo de arriscar, crie, não copie, só assim será seu!

Luciana Santos.

Outros textos do autor:
Dicas para decorar salas pequenas.

Pesquisar mais textos:

Luciana Maria dos Santos

Título:Dicas para decorar salas pequenas.

Autor:Luciana Maria Santos(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Carlos Rubens Neto 16-06-2016 às 16:20:24

    Excelente matéria! Parabéns Luciana ;)

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios