Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Relacionamentos > Como Manter um Casamento Saudável

Como Manter um Casamento Saudável

Categoria: Relacionamentos
Como Manter um Casamento Saudável

Nos dias atuais, o número de divórcios tem aumentado cada vez mais. Muitas pessoas estão se casando simplesmente por status, por medo de ficarem sozinhas, ou porque a sociedade impõe essa regra. Está cada vez mais difícil manter uma relação estável devido a inúmeros fatores. Neste post irei mostrar como manter um casamento saudável de forma tão natural que não será necessário nenhum esforço para seguir estes passos, pois afinal de contas, quem não quer um relacionamento estável e duradouro, não é mesmo? Como disse nosso ilustre Tom Jobim: "Fundamental é mesmo o amor. É impossível ser feliz sozinho”.
Bom, então vamos às dicas, que são simples, porém de extrema importância para quem deseja manter um casamento estável:

NÃO TENHA PRESSA PARA CASAR

Muitas vezes o erro está no início do relacionamento, quando nos casamos às pressas devido a vários medos, ou devido a pressões do parceiro e da família, pois desde sempre, as pessoas veem o casamento como uma obrigação que deve ser cumprida: "Todos devem se casar", "todos devem ter filhos"... E assim vamos seguindo a vida, correndo atrás do que a sociedade acha que é certo para nós e não do que nós realmente queremos.
Claro que a maioria das pessoas deseja se casar, porém muitas se esquecem do fundamental para que o casamento seja duradouro: AMOR.
Pensem comigo, não adianta a pessoa se casar só porque todos os seus amigos se casaram, porque está envelhecendo, ou simplesmente porque deseja com todas as forças constituir uma família. Essa relação será duradoura? NÃO MESMO! Para que um casamento dê certo, é necessário que os dois estejam na mesma sintonia e que se casem quando acharem necessário (não se preocupando com a opinião alheia).
Este passo inicial é primordial, pois as consequências de uma decisão errada chegarão mais cedo ou mais tarde.

TENHA O SEU CÔNJUGE COMO SEU MELHOR AMIGO

Não adianta você se casar e querer manter uma vida individual, pois isso não dará certo. Claro que a privacidade de cada um é fundamental, porém não podemos confundir privacidade com individualismo.
Um casal deve conversar sobre tudo, sobre todas as alegrias que o cercam e sobre todos os medos e tristezas também, pois assim irão criando um vínculo cada vez maior um com o outro e aos poucos se tornarão melhores amigos.
Você conta TUDO para o seu melhor amigo, não é mesmo? Brincam sobre várias coisas e conversam sobre tudo. Pensa que delícia seria fazer isso em casa, com seu parceiro. Vocês rirem das gafes um do outro, conversarem sobre absolutamente tudo e contarem tudo um para o outro (seria um relacionamento maravilhoso). Ah! Outro fator muito importante também... Quando forem dividir os momentos, conversem sobre o que vocês não gostam um no outro, falem abertamente sobre cada item, sem brigarem ou alterarem, mantendo sempre o nível da conversa o mais pacífico possível.

Não se esqueçam de que a SINCERIDADE é o ápice para um relacionamento estável.

TODO LUCRO RECEBIDO É DO CASAL E NÃO APENAS SEU

"Oi? Eu li certo?" Sim, você leu certo!
A maioria dos casamentos chegam ao fim devido às dificuldades financeiras e a não confiança no parceiro quando o item DINHEIRO entra em jogo.
Lembrem-se, vocês são melhores amigos e dividem tudo e o mesmo vale para os lucros do casal.
Um casal nunca deve pensar de forma individual: "Eu ganho X e meu cônjuge ganha Y", pois não é assim que as coisas são e pensar dessa forma é errado. Conheço pessoas que quando ganham um dinheiro extra, escondem do parceiro, pois dizem que ele irá gastar tudo. O pior é que essas pessoas ainda pedem dinheiro para o parceiro para fazerem as coisas, pois não querem gastar "do seu próprio dinheiro". Aí eu me pergunto: Que relação é essa?! Ao invés destas pessoas verem o parceiro como melhor amigo, elas o veem como inimigo. Um tipo de relação dessas faz mal para qualquer pessoa e não dura muito tempo. O seu dinheiro será o que você ganha somado aos ganhos do seu parceiro e vice e versa e as contas serão pagas de acordo com os ganhos dos dois e o que sobrar será dividido entre o casal.
Uma forma bem interessante de organizar as finanças é fazendo uma planilha, onde nesta o casal colocará as contas à pagar, o que irão guardar na poupança, gastos do casal (festas, bares, saídas de fins de semana no geral) e por último um extra individual que cada um terá por mês para comprar roupas, acessórios, para fazerem o que quiser (300,00 reais para cada um, por exemplo). Claro que estes valores irão depender dos ganhos de cada casal. Garanto para vocês que fazendo uma planilha dessa forma, vocês não terão erro na hora de organizar as finanças e acabarão as brigas por conta disso.

Os itens citados acima são essenciais para manter um casamento saudável. Lembrando que não adianta vocês seguirem estes itens passo a passo e não confiarem no seu parceiro. CONFIANÇA é a base para um casamento de sucesso. Com confiança + os itens mencionados neste texto, qualquer pessoa poderá ter um casamento saudável e estável.


Luis Fernando Sellani Verçosa

Título: Como Manter um Casamento Saudável

Autor: Luis Fernando Verçosa (todos os textos)

Visitas: 0

0 

Comentários - Como Manter um Casamento Saudável

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

O que é uma Open House?

Ler próximo texto...

Tema: Imóveis Venda
O que é uma Open House?\"Rua
Este é um tema que vem pôr muito a lindo o trabalho de alguns mediadores imobiliários e do seu trabalho.

Quando temos um imóvel para vender, muitos são os métodos a utilizar e os meios que nos levam até eles para termos o nosso objetivo cumprido – A venda da Casa.
Quando entregamos o nosso imóvel para que uma mediadora o comercialize, alguns aspetos têm de ser tidos em conta, como a legalidade da empresa e quem será a pessoa responsável pela divulgação da sua casa, mas a ansia de vermos o negócio concretizado é tanta, que muitas vezes nos escapa a forma como fazem a referida divulgação e publicidade do imóvel.

Entre anúncios na internet e as conhecidas folhas nas montras dos estabelecimentos autorizados, muitas mediadoras optam por fazer uma ação que está agora muito em voga que é uma Open House. Mas afinal, o que é isto de nome estrangeiro que tanto se vê pelas ruas e em folhetos de anúncio?

Ora bem, a designação em Português é muito simples – Casa Aberta. E na realidade, uma Open House é isso mesmo. Abrir uma Casa para que todos a possam ver. NO entanto, requerem-se alguns aspetos que as mediadoras normalmente preveem, mas que é fundamental que o proprietário do imóvel também tenha consciência e conhecimento.

Por norma as imobiliárias só fazem este tipo de intervenção e ação em imóveis que têm como exclusivo, isto é, quando é uma só determinada mediadora, a autorizada a poder comercializar o imóvel.

Em segundo lugar, este tipo de ação de destaque requer à mediadora custos com tempo, recursos humanos e financeiros.
A mediadora começa por marcar um dia próprio que por norma é datado para um feriado ou fim de semana. Faz então publicidade local através de folhetos e flyres anunciando a Open House, o dia e a hora, tal como o local. Muito provavelmente serão tiradas fotografias ao seu imóvel.

Através de redes sociais também poderão ser divulgadas as ações.
No dia da Open House, o local será indicado com publicidade da sua casa e da imobiliária e começarão a aparecer visitas ao imóvel.

Sugiro que não tenha mobiliário e muito menos valores em casa. O ideal será o imóvel estar desocupado de todos e quaisquer bens, por uma questão de segurança, mas também porque as áreas parecerão maiores e isso com toda a certeza ajuda à venda.

A imobiliária será responsável pela limpeza e trato do imóvel, pelo que se ocorrerem danos, serão eles os responsáveis.
Neste tipo de ações, é normal que a concorrência das imobiliárias apareça e faça parcerias que para si só trará vantagens.

Uma Open House pode não ser uma ação de destaque em Portugal, mas por exemplo nos Estados Unidos, é o normal e mais agradável. Os clientes não se sentem pressionados como numa visita normal e os negócios concretizam-se com muito mais rapidez e naturalidade.

Pesquisar mais textos:

Carla Horta

Título:O que é uma Open House?

Autor:Carla Horta(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios