Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Beleza > Guerra às olheiras

Guerra às olheiras

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Beleza
Comentários: 3
Guerra às olheiras

As olheiras são aquelas manchas escuras debaixo dos olhos (que, sobretudo, as mulheres detestam e tentam disfarçar a todo o custo), podendo ser acompanhadas por inchaço. São vários os fatores suscetíveis de as desencadear, nomeadamente relacionados com a hereditariedade, algumas alergias, cansaço e má alimentação. Quando se trata de causa hereditária, verifica-se um excesso de pigmentação na pele (que fica mais escura), mais comum em pessoas de tez morena e nos orientais. Por outro lado, a ingestão em demasia de bebidas alcoólicas, café, fármacos e sal, a par de hábitos tabágicos, de ver televisão ou de estar no computador durante muitas horas (motivos de fadiga ocular), promove, de igual modo, olheiras.

No entanto, elas podem ser combatidas de forma natural, embora não haja nenhum método nem técnica de as fazer desaparecer para sempre. Fruir de um sono reparador de sete a nove horas por noite é um dos primeiros e mais importantes passos. Dormir pouco torna a pele mais pálida e reduz a circulação sanguínea, o que realça a cor negra debaixo dos olhos. Esfregar constantemente os olhos também não é boa ideia, porque se irrita a pele e podem partir os (frágeis) vasos capilares dessa região.

O abuso do sal provoca retenção de líquidos (neste caso, debaixo dos olhos), interferindo ainda com a circulação, o que destaca os vasos capilares, resultando no tom preto-azulado que faz a pessoa parecer um zombie. Para esta tonalidade contribuem, identicamente, o álcool e a cafeína em exagero. O tabaco, dotado de reconhecidas características conducentes a problemas vasculares (entre outros), faz sobressair os vasos capilares e confere-lhes um azul mais carregado.

Usar um bom creme para a zona dos olhos é útil, assim como protetor solar (de preferência com um índice de proteção mais forte nessa área) e óculos de sol. Cortar rodelas de pepino e aplicar sobre as olheiras é outro auxílio, tal como colocar algodão embebido em chá de camomila bastante frio, rodelas de batata crua, compressas de batata crua ralada sobre um tecido limpo (lavando, de seguida, com água bem fria), tudo isto em posição horizontal, à média luz, sem tensões, durante 15 a 30 minutos, duas a três vezes ao dia.

Algodões embebidos em leite frio (o ácido lácteo ameniza as áreas roxas e cinzentas) colocados sobre os olhos cerca de dez minutos ou congelar uma cotonete molhada e passá-la suavemente pelas olheiras constituem alternativas analogamente válidas. A base corretora e outra maquilhagem são soluções mais instantâneas, sendo que o bege rosado é o melhor para olheiras mais escuras.

Beber muita água estimula a circulação do sangue e o exercício físico atenua o stress e a ansiedade, fomentando o relaxamento e, por conseguinte, a diminuição das olheiras. Ingerir muita fruta e legumes, nomeadamente espinafres, couves e alface é uma boa ajuda. As olheiras surgem, não raramente, por deficiência de vitamina K ou antioxidantes. A carência de vitaminas B6, B12 e ácido fólico pode, similarmente, ser causa de olheiras.

De ressaltar que a persistência das olheiras deverá ser avaliada por um médico, dado que, muitas vezes, elas são indicativas de dificuldades de saúde referentes a anemias ou mesmo ao coração. Afinal, os olhos podem não ser o espelho apenas da alma…


Maria Bijóias

Título: Guerra às olheiras

Autor: Maria Bijóias (todos os textos)

Visitas: 0

789 

Imagem por: notsogoodphotography

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 3 )    recentes

  • Leandra

    28-01-2014 às 16:25:38

    No meu caso, só uma blefaroplastia deu jeito. Fiz o procedimento na Clínica Master Health, e super recomendo!

    ¬ Responder
  • Aline RodriguesAline Rodrigues

    11-02-2012 às 17:06:32

    Olha, eu estava convencida que o meu caso seria de fator genético, mas percebi um aumento nas olheiras escuras esses dias em que estive muito preocupada e ansiosa pra resolver algumas questões, além de ficar muitas horas na frente do computador buscando soluções pra essas mesmas questões, e até tarde. Apesar de poder acordar tarde no outro dia, tenho concluído que não é a mesma coisa. A noite foi feita, sobretudo, para dormir. Minha mãe, de fato, tem olheiras escuras enormes, mas o caso dela é mais ou menos o mesmo: dorme tarde, sai para o trabalho às 05h20 da manhã, e isso por anos --resultado são aqueles olhos parecendo que tomaram um murro. O meu caso tem se acentuado nos últimos 3 anos --pois também trabalho na frente do computador. Agora estou buscando uma solução pra isso --inclusive na internet!! E estou tentando aderir a hábitos mais saudáveis e menos estresse!!

    ¬ Responder
  • LAIS ROBERTA CASSIANO

    28-04-2011 às 10:29:14

    Bom dia, Dr, tenho muita olheiraa, ja fui ao dermatologista mas o mesmo diz que é genetico, desaparece apenas com base, mas tento nao passar muito, pq dizem que maquiagem envelhece mais rapido, sao olheras fortes, escuras. O que eu poderia fazer para diminuirem? alguma soluçao caseira , poderia me dar? teh

    ¬ Responder

Comentários - Guerra às olheiras

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

O meu instrumento musical avariou!

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Instrumentos Musicais
O meu instrumento musical avariou!\"Rua
É inevitável que, mais cedo ou mais tarde, um instrumento musical precise de reparação.

Mesmo que conheçamos bem o nosso instrumento e o consigamos arranjar, na maioria das vezes é necessário um técnico para o fazer com a melhor das qualidades.

Eventualmente, nem será necessário existir um problema com o instrumento, poderá ser apenas uma questão de manutenção. 

No caso de uma guitarra, por exemplo, qualquer instrumentista é perfeitamente capaz de substituir uma corda partida e tirar da guitarra o mesmo som que ela tinha.

No entanto, existem reparações, seja uma amolgadela no tampo ou uma tarraxa arrancada, que convêm ser feitas por técnicos especializados.

Por norma, as próprias casas que vendem instrumentos musicais efectuam essas reparações ou são capazes de aconselhar técnicos para as fazer.

Mediante o instrumento musical em questão, a reparação ou manutenção poderá ser mais cara. É sempre mais fácil arranjar um técnico que repare um piano do que um que arranje oboés.

Apesar de ser normal cuidar do nosso instrumento musical regularmente, os percalços acontecem todos os dias. Para os contornar, há sempre alguém que nos poderá aconselhar melhor do que nós próprios.

Apesar de poder sair mais caro, temos também a certeza de que o nosso instrumento foi arranjado por especialistas no assunto.

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:O meu instrumento musical avariou!

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • luiz fabiano 18-02-2012 às 15:48:28

    boa tarde amigos preciso de um cabo flex da lcd da camera g70 se aulguem tiver mande um email obrigado

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios