Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Barcos > Embarcações: características e uso

Embarcações: características e uso

Categoria: Barcos
Visitas: 34
Comentários: 2
Embarcações: características e uso

Barcos são elaborados com ferramentas da geometria, respeitando as leis da física. Podem flutuar e locomover em superfícies aquáticas, servindo de transporte para pessoas ou materiais.

Além da diversidade de matéria-prima e dos processos na construção, as embarcações mudam de forma e utilidade, dependentes do desenho e do recurso de propulsão.

As Balsas possuem fundo achatado, navegam no raso e transportam veículos. Ao redor do mundo, são denominadas: cacilheiros, em Lisboa; jangadas, no nordeste do Brasil, onde servem para a pesca em alto-mar; e batelão, na região de Moçambique. Ferry boat é sua designação mundial.

Os Barcos a vapor foram os primeiros a dispensar a ação dos ventos. Caracterizam-se pelas chaminés e rodas de pás. Evoluíram gradualmente para os navios, mas por algum tempo continuaram trafegando águas fluviais.

Os Caiaques ou Canoas movem-se pela ação de velas ou remos. Alguns modelos utilizam motor de popa. Leves e facilmente transportáveis, prestam-se a pequenos serviços. Seu entalhamento utiliza apenas um tronco, de Cipestre ou de Peroba, sendo muito fortes. As maiores versões suportam cargas com 60 toneladas. Também designados “escaler”, quando fabricados em estaleiros.

O Wiki é uma metamorfose da Canoa, com ripas na arquitetura para reforçar o equilíbrio. Transporta cargas, especialmente no estado do Havaí e na Polinésia.

Os iates navegam rios, mares e lagos, sendo direcionados para o lazer. São impulsionados por motor ou velas. Embarcações sofisticadas, os iates abrigam compartimentos comparáveis a uma casa, oferecendo conforto inigualável.

Os barcos insufláveis são “anfíbios”, arquitetados com uma abertura que lembra um sino, para abrigar ventiladores que projetam ventos de cima para baixo. Assim, flutuam numa bolsa de ar, podendo navegar por terra, água ou qualquer superfície.

Os navios são embarcações gigantescas com convés, controlados por leme e timão. Devem transportar lanchas, salva-vidas e botes para emergências. A categoria é definida pelo tamanho ou pela quantidade de mastros, podendo transportar pessoas ou cargas.

Veleiros são propelidos por velas, triangulares ou quadradas, calculadamente traçadas e cortadas em tecidos e envolvidas em mastros. O controle do velame é feito por cabos. Possui leme e quilha para impedir a deriva.

Aerobarcos trafegam em pântanos, lagos, rios, lagoas e lugares impróprios a embarcações comuns, pois são capazes de navegar sobre um palmo de lama ou de água.

Em seus vários modelos, designers, propulsões, arquitetura ou utilidades, as embarcações são parceiras da humanidade. Levam e trazem pessoas, produtos, divertimento, trabalho, desenvolvimento e cultura.


Hediene

Título: Embarcações: características e uso

Autor: Hediene Hediene (todos os textos)

Visitas: 34

773 

Imagem por: wili_hybrid

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 2 )    recentes

  • SophiaSophia

    23-04-2014 às 17:20:22

    Foram as melhores invenções do mundo. É possível fazer um excelente cruzeiro marítimo ou uma viagem simples de barco pelo rio. Para quem gosta é de muita satisfação.

    ¬ Responder
  • osvaldo rodrigues filhoosvaldo rodrigues filho

    08-02-2011 às 20:29:20

    Preciso saber como se monta aqueles tipos de barcos, com hélice
    na trazeira, para navegação em banhados e pantanos.Ou se tem alguém que fabrique.

    ¬ Responder

Comentários - Embarcações: características e uso

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Dicas para decorar salas pequenas.

Ler próximo texto...

Tema: Decoração
Dicas para decorar salas pequenas.\"Rua
A realidade das grandes cidades é que a maioria das pessoas mora em espaços pequenos. É fato também que todos desejam ter um ambiente acolhedor e aconchegante para receber amigos. Em contrapartida, na medida em que os espaços encolhem, a quantidade de aparelhos eletrônicos que utilizamos aumenta cada vez mais. Há ainda quem use a sala como home-office.

Nesta busca de inspiração para organizar e incrementar sua sala, encontramos uma série de sites especializados e blogs com muitas, muitas ideias. O conceito de D.I.Y. (do it yourself) que significa "faça você mesmo” nunca esteve tão na moda. É uma alternativa para reduzir gastos com mão de obra e nada melhor do que criar um espaço com um toque todo seu. Inspirações e ideias não faltam. Hoje, de certa forma todos nos sentimos meio decoradores.

Mas planejar a decoração de uma sala pequena exige alguns cuidados para que o ambiente não fique entulhado de móveis, disfuncional ou até mesmo desagradável.

Confira algumas dicas para decorar sua sala com estilo e valorizando seu espaço:
Os espelhos, além da autocontemplação, causam efeitos interessantes. Aplicados, por exemplo, em uma parede inteira pode duplicar a amplitude do ambiente. Pode ser usado também em móveis, tetos, em diversos formatos e valorizar a luminosidade da decoração.

As cores tem poder de causar sensações. Em ambientes com pouco espaço, elas podem colaborar para que a sensação de amplitude possa tanto aumentar quanto diminuir. Para pintar as paredes de sua sala aposte em cores claras. O teto com uma cor mais clara que a das paredes, por exemplo, pode simular uma elevação do teto, já em uma cor mais escura, promoverá uma sensação de rebaixamento do teto.

A escolha e posição dos móveis são um aspecto muito importante. Opte por poucos móveis, nunca de tamanhos exagerados e posicione-os de forma que valorize o espaço. Móveis que misturam poucos materiais, baixos e com linhas retas proporcionam leveza ao ambiente.

Uma solução muito interessante para espaços pequenos é a utilização de prateleiras. Caixas para produtos horto frutícolas reformadas podem se tornar lindas prateleiras. Mas cuidado com a profundidade, para não atrapalhar na disposição de outros móveis e objetos.

Móveis multifuncionais ou móveis inteligentes são excelentes alternativas para uma sala pequena. Um bom exemplo são pufes, que podem ser usados como mesas de centro ou ficarem alojados debaixo de aparadores e quando recebemos visitas podem se transformar em assentos extras. Mesas dobráveis também são uma ótima opção.

Escolher o mesmo piso ou revestimento pode dar a impressão de área maior, de continuidade. Mudanças drásticas de um ambiente para outro pode causar a sensação de divisão e consequentemente fazer parecer menor.

Algumas outras dicas: um sofá retrátil ou reclinável garante muito mais conforto e ocupa o espaço de um sofá simples. Suporte ou painéis móveis para TV possibilitam que ela seja movida na direção desejável. Caso o ambiente tenha escadas, escolher um modelo de escadas vazadas evita divisões e pode se tornar uma peça de destaque na sala. E para as cortinas, escolha tecidos leves, lisas e sem estampas.

De qualquer forma, ouse, não tenha medo de arriscar, crie, não copie, só assim será seu!

Luciana Santos.

Outros textos do autor:
Dicas para decorar salas pequenas.

Pesquisar mais textos:

Luciana Maria dos Santos

Título:Dicas para decorar salas pequenas.

Autor:Luciana Maria Santos(todos os textos)

Imagem por: wili_hybrid

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Carlos Rubens Neto 16-06-2016 às 16:20:24

    Excelente matéria! Parabéns Luciana ;)

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios