Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Barcos > Carta de navegação

Carta de navegação

Categoria: Barcos
Visitas: 51
Comentários: 12
Carta de navegação

Tal como é necessário ter carta de condução para conduzir veículos e motociclos também a navegação exige carta de acordo a idade e tipo de embarcação. Os desportos náuticos são muito apreciados por muitos mas exigem grande precaução e formação em escolas náuticas.

Antes de navegar tem de se ter a formação adequada e a carta que se divide em várias categorias. Mesmo que seja para desportos ou viagens de lazer é necessário este requisito bem como outros documentos sempre actualizados. Em primeiro lugar tem de se tirar a carta de principiante que pode ser adquirida antes dos catorze anos, ou seja dos oito aos catorze anos. A partir desta idade pode tirar-se a de marinheiro, e depois vai subindo para a de patrão local, patrão da costa e patrão de alto mar. Sem este documento não é permitido comandar embarcações mesmo que seja para andar perto da costa.

A carta de marinheiro confere a capacidade de comandar uma embarcação que pode navegar de acordo com áreas restritas no mar. A entidade que a atribui designa-se de IPTM (Instituto Portuário dos transportes marítimos), sendo a única credenciada para o efeito. A habilitação é fundamental para o comando de qualquer embarcação, mota de água e jet ski. Estas também exigem a carta de marinheiro e têm só a área de uma milha desde o nascer até uma hora antes de pôr do sol. Há embarcações que podem navegar ao largo da costa até sessenta milhas e um porto de abrigo a vinte e cinco milhas da costa, outra podem navegar só em zonas de fraca agitação marítima. Só as embarcações oceânicas são concebidas para navegar sem limites de área.

Para qualquer delas é necessário estar habilitado e ter a carta em dia, bem como o livrete de embarcação, apólice de seguro, prova de pagamento de imposto sobre veículos e taxa de farol agem, seja para barcos de motor ou de vela. Estes também têm de estar registados para poderem navegar.

Um dos requisitos para poder navegar com barcos é saber nadar e no caso de jovens dos catorze aos dezoito anos têm de ter uma autorização dos pais.

Normalmente quem ministra os cursos para navegadores de recreio é o Patrão de alto Mar e a Farmnáutica é a principal escola para formar e credenciar estes cursos.

Andar de barco é muito agradável e relaxante, mas exige formação e segurança para salvaguardar uma boa navegação.


Teresa Maria Batista Gil

Título: Carta de navegação

Autor: Teresa Maria Gil (todos os textos)

Visitas: 51

802 

Imagem por: Artshooter

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 12 )    recentes

  • Luene ZarcoLuene

    25-09-2014 às 12:32:50

    Muito prudente! Tão incrível é uma viagem desse porte e com toda segurança que precisamos. Adorei!

    ¬ Responder
  • SophiaSophia

    23-04-2014 às 16:00:17

    Isso é bem verdade. A Rua Direita vê a viagem de barco como algo bem agradável e relaxante! Para isso, deve-se ter os cuidados necessários sim!

    ¬ Responder
  • manuel catarro

    31-03-2014 às 10:04:06

    tenho cédula marítima que sera mais necessário para andar com barco de recreio com 25 cv de potencia o barco tem quatro metros sera preciso tirar a carta de navegação

    ¬ Responder
  • gabriel

    27-02-2013 às 16:59:49

    oi tenho 16 anos eu posso tirar carta de jet ski?

    ¬ Responder
  • vitoria gonçalves camposvitoria

    28-07-2011 às 18:14:31

    ja estou sabendo bastante coisa sobre a carta de navegação

    ¬ Responder
  • pedropedro

    07-07-2011 às 11:22:46

    alguém poderia-me ajudar a esclarecer esta duvida? A carta de patrão costa tirado em Angola tb é valida para andar em portugal? obrigado

    ¬ Responder
  • vitoria gonçalves camposvitoria gonçalves campos

    20-06-2011 às 21:58:45

    muito obrigado teresa gil aprendi muito com o seu texto da carta de navegaçao

    ¬ Responder
  • vitoria gonçalves camposvitoria gonçalves campos

    17-06-2011 às 21:49:18

    gostei de saber sobre a carta de navegaçao aprendi muito obrigada teresa gil

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoAnonimo

    30-04-2011 às 11:24:52

    ola e para responder ao anonimo: claro que estas errado! segue em frente rapaz conduz pra frente! nao te preocupes se nao tivesres a carta pois nunca te vao perguntar! eu tenho um barco e nao tenhoa carta! ja conduso a 13 anos e nunca me pediram a carta!!! :/ assim nao gasto dinheiro a tirar a carta e ganho preocupacoes!!!! :) assim e muito mais facil! faz como eu!

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de Climatizaçãoanonimo

    26-04-2011 às 18:17:18

    ola e para responder ao H.amante: claron que e necessario ter a carta!!! :/
    nao podes conduzir esse tipo de barcos sem conter uma carta de navegaçao propria

    ¬ Responder
  • h.amanteh.amante

    28-09-2010 às 17:36:07

    Que tipo de embarcação posso conduzir sem menhuma carta, é apenas para a pesca em barragens. Quero adquirir uma embarcação pneumatica e precissava de saber se posso utilizar ou nao

    ¬ Responder
  • marianamariana

    02-05-2010 às 20:31:28

    esse site e d+++
    bjssss

    ¬ Responder

Comentários - Carta de navegação

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

O que é uma Open House?

Ler próximo texto...

Tema: Imóveis Venda
O que é uma Open House?\"Rua
Este é um tema que vem pôr muito a lindo o trabalho de alguns mediadores imobiliários e do seu trabalho.

Quando temos um imóvel para vender, muitos são os métodos a utilizar e os meios que nos levam até eles para termos o nosso objetivo cumprido – A venda da Casa.
Quando entregamos o nosso imóvel para que uma mediadora o comercialize, alguns aspetos têm de ser tidos em conta, como a legalidade da empresa e quem será a pessoa responsável pela divulgação da sua casa, mas a ansia de vermos o negócio concretizado é tanta, que muitas vezes nos escapa a forma como fazem a referida divulgação e publicidade do imóvel.

Entre anúncios na internet e as conhecidas folhas nas montras dos estabelecimentos autorizados, muitas mediadoras optam por fazer uma ação que está agora muito em voga que é uma Open House. Mas afinal, o que é isto de nome estrangeiro que tanto se vê pelas ruas e em folhetos de anúncio?

Ora bem, a designação em Português é muito simples – Casa Aberta. E na realidade, uma Open House é isso mesmo. Abrir uma Casa para que todos a possam ver. NO entanto, requerem-se alguns aspetos que as mediadoras normalmente preveem, mas que é fundamental que o proprietário do imóvel também tenha consciência e conhecimento.

Por norma as imobiliárias só fazem este tipo de intervenção e ação em imóveis que têm como exclusivo, isto é, quando é uma só determinada mediadora, a autorizada a poder comercializar o imóvel.

Em segundo lugar, este tipo de ação de destaque requer à mediadora custos com tempo, recursos humanos e financeiros.
A mediadora começa por marcar um dia próprio que por norma é datado para um feriado ou fim de semana. Faz então publicidade local através de folhetos e flyres anunciando a Open House, o dia e a hora, tal como o local. Muito provavelmente serão tiradas fotografias ao seu imóvel.

Através de redes sociais também poderão ser divulgadas as ações.
No dia da Open House, o local será indicado com publicidade da sua casa e da imobiliária e começarão a aparecer visitas ao imóvel.

Sugiro que não tenha mobiliário e muito menos valores em casa. O ideal será o imóvel estar desocupado de todos e quaisquer bens, por uma questão de segurança, mas também porque as áreas parecerão maiores e isso com toda a certeza ajuda à venda.

A imobiliária será responsável pela limpeza e trato do imóvel, pelo que se ocorrerem danos, serão eles os responsáveis.
Neste tipo de ações, é normal que a concorrência das imobiliárias apareça e faça parcerias que para si só trará vantagens.

Uma Open House pode não ser uma ação de destaque em Portugal, mas por exemplo nos Estados Unidos, é o normal e mais agradável. Os clientes não se sentem pressionados como numa visita normal e os negócios concretizam-se com muito mais rapidez e naturalidade.

Pesquisar mais textos:

Carla Horta

Título:O que é uma Open House?

Autor:Carla Horta(todos os textos)

Imagem por: Artshooter

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios