Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Barcos > Regras básicas para navegar em segurança

Regras básicas para navegar em segurança

Categoria: Barcos
Visitas: 12
Comentários: 3
Regras básicas para navegar em segurança

Navegar pode ser um prazer indiscutível, mas deve ter-se muito cuidado e seguir as regras para navegar em segurança. Estas são fundamentais para evitar acidentes ou outros problemas relacionados com distracção e falta de segurança.

Assim quando vai navegar de barco convém em primeiro lugar informar-se sobre as condições climáticas locais, antes da partida (deve ver televisão e ouvir rádio para obter uma informação segura do clima). No caso de haver nuvens escuras, rápidas mudanças dos ventos, súbita queda de temperatura, o melhor é não navegar ou se for surpreendido em viagem deve voltar ao porto para segurança.

A água. Deste modo deve saber nadar bem, fazendo aulas de natação em escolas para uma segurança a bordo significa estar preparado para qualquer situação que possa acontecer na melhor preparação.

O ideal é antes de navegar usar de bom senso e fazer uma lista de pré-partida das coisas que necessita para viajar.

Desenvolva um plano de navegação, dizendo a um familiar ou pessoal da marina, para onde vai, quantas pessoas leva na embarcação e a previsão do retorno.

Inclua o seu nome, endereço, número de telefone do comandante, nome e número de telefone dos passageiros, tipo de barco, informação de registo, itinerário, tipo de comunicação, equipamento de bordo e outros.

Deve ainda usar colete, não deve beber álcool em excesso, ter feito o curso de navegação, conhecer as regras de operação de segurança para os barcos, ter feito um curso específico para o tipo de barco e estar preparado para tudo o que possa surgir, aprendendo com livros especiais, e ter o curso de mestre, capitão ou Boot Shows.

Outra coisa importante a respeitar é andar sempre a uma velocidade segura em especial em áreas congestionadas em especial nas marinas. Deve passar sempre longe das outras embarcações que têm mais restrição em parar ou virar.

É conveniente respeitar sempre o uso de bóias e outras ajudas à navegação para a segurança. Também Deve escolher um ajudante que esteja familiar com todas as operações do barco e segurança náutica.

O abastecimento do barco é relevante para evitar problemas de falha de combustível e deve ter ainda segurança contra incêndios.

Para além de cumprir sempre estas regras é conveniente tomar cuidado com os amigos e marinheiros que põe no barco, pois estes podem por desconhecimento dar maus palpites sobre a segurança exigida.

Ao comprar um barco é importante verificar com um especialista a integridade do casco e motores. A maior segurança a bordo é estar preparado para toda a situação que possa acontecer na água.


Teresa Maria Batista Gil

Título: Regras básicas para navegar em segurança

Autor: Teresa Maria Gil (todos os textos)

Visitas: 12

798 

Imagem por: g-hat

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 3 )    recentes

  • SophiaSophia

    23-04-2014 às 16:14:25

    A Rua Direita agradece pelo excelente texto que esclarece algo que se costuma não se preocupar. É bem válido procurar saber das condições em que o barco está: se possui os requisitos básicos para uma viagem tranquila, além de se assegurar de tudo que vai precisar dependendo do tempo que estará navegando. Ótimo texto!

    ¬ Responder
  • ricardoricardo

    19-05-2011 às 09:04:49

    muito bom

    ¬ Responder
  • António Rosaantoniorosa

    28-03-2011 às 19:25:14

    Parabéns! gostei do artigo - muito bom :)

    ¬ Responder

Comentários - Regras básicas para navegar em segurança

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Cães e Humanos: Amizade por interesses

Ler próximo texto...

Tema: Animais Estimação
Cães e Humanos: Amizade por interesses\"Rua
Não é de hoje que os cães são considerados nossos melhores amigos, porém como toda amizade ela não é totalmente incondicional e livre de interesses, pense bem, você pode discordar a princípio, mas analise a fundo e verá que tenho razão.

Cães convivem conosco a mais de 10mil anos, foi lá atrás na pré história que essa amizade começou, uma das mais duradouras da história. Teorias dizem que essa conexão iniciou pois ambas as espécies precisavam de algo que não possuíam e juntos se completaram.

Em plena era do gelo onde a sobrevivência estava sendo testada a todo vapor, aquele lobo considerado mais corajoso se encontrou com um homem também corajoso e resolveram unir forças, talvez não conscientemente, mas deu certo para ambos, e ali iniciava uma amizade que duraria por milênios.

Nesse estágio da nossa história, corríamos perigo de sobrevivência; faltava comida, segurança e energia ! ... E então percebemos que esses lobos simpáticos poderiam nos dar uma vantagem na corrida contra a morte, afinal eles caçavam muito bem , coisa que tínhamos dificuldade em fazer pela falta de energia naquele momento; então pensamos, eles nos ajudam a caçar, nós dividimos o alimento e em troca eles ganham segurança e afeto, e foi assim que essa amizade nos ajudou a enfrentar todos os percalços do caminho, e hoje evoluímos tanto que não precisamos mais de seus serviços e ainda sim continuam sendo nossos melhores amigos, posso dizer então que realmente é uma amizade verdadeira, que surgiu da dificuldade e interesses mas que não se deixou abalar por nada.

Então, agora quando virmos alguém maltratar esses animais, desdenhar deles dizendo que "não prestam pra nada", "não fazem nada de útil", como a galinha que põe ovos, ou a vaca que dá leite, lembremo-nos o quão útil eles foram na nossa caminhada, não só no quesito físico mas também no emocional, numa época em que as aparências não importavam e nem o QI para se fazer um amigo, bastava ser corajoso o bastante pra ultrapassar barreiras e conhecer mais o outro, do jeito que ele viesse, garanto que vantagens incríveis nascerão dessa amizade, e não pense em vantagens como algo ruim, quando digo penso em a vantagem da gente se sentir o humano mais importante do mundo quando esses seres peludos nos olham nos olhos sem pedir mais nada em troca, damos e recebemos carinho como nunca, uma retribuição silenciosa a quem sempre esteve do nosso lado, no pior e melhor momento.

O maior interesse em uma amizade é que ela dure para sempre, e acho que com os Cães conseguimos isso.

Pesquisar mais textos:

Lara Lavic

Título:Cães e Humanos: Amizade por interesses

Autor:Lara Lavic(todos os textos)

Imagem por: g-hat

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios