Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Barcos > A escolha do primeiro barco

A escolha do primeiro barco

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Barcos
Visitas: 8
Comentários: 2
A escolha do primeiro barco

Um barco não é propriamente um bem muito barato. Assim que, para além de saber para que se quer a embarcação (lazer, regata, cruzeiro) e com que características (cabine aberta ou proa, vela ou a motor, nova ou usada), é preciso ter em atenção diversos fatores aquando da sua aquisição.

Se a pretensão for no sentido de comprar um barco novo, visitar exposições ou efetuar a transação no final do verão (que corresponde ao fim de época da moda) são alturas ideais para conseguir um bom negócio. Se, por outro lado, interessar mais uma embarcação usada, podem consultar-se, por exemplo, anúncios on-line ou recorrer a concessionários (que, não sendo tão amplamente difundidos como os de automóveis, se vão encontrando). Entretanto, os estaleiros também fornecem informações através dos seus sites, e há revistas da especialidade cujas edições dão conta de embarcações já testadas.

A decisão de comprar um barco, no caso de se ter família, não deve constituir uma surpresa mas uma aventura partilhada. É uma fase gira, em que se comunga de um mesmo sonho e se tenta convergir em pormenores que poderão evitar desentendimentos.

Convém, adicionalmente, fazer-se acompanhar (ou pedir previamente um parecer) de um especialista, que estará em condições de dispensar orientação acerca de particularidades que um a leigo na matéria nem ocorreriam. Ler bastante sobre o assunto, conversar com amigos que tenham barcos e frequentar marinas e clubes náuticos ajuda, de igual modo, a alargar os horizontes do conhecimento do mercado.

No que concerne ao tamanho da embarcação, primeiro é preciso constatar o que é que cabe no bolso, depois ponderar a satisfação da família, mas, acima de tudo, privilegiar a segurança. Tal como acontece com os carros, o primeiro barco servirá, sobretudo, para aprender e ir ganhando confiança. Portanto, se se escolher algo muito complicado e com uma sofisticação acima das próprias capacidades, a frustração será uma inevitabilidade. Não faltará tempo para passar a embarcações maiores!

Os barcos novos apresentam um design mais moderno, conhece-se a sua procedência e a montagem pode ser personalizada, desde o modelo do motor até aos tapetes ou capota. Os usados têm um preço inferior e já vêm equipados com os acessórios, o que facilita a vida de quem não sabe muito bem o que comprar.

Relativamente ao tipo da embarcação, os veleiros são mais lentos, não permitindo visitar numerosos locais no mesmo dia. O barco a motor, por seu turno, goza de uma agilidade maior e permite a prática de desportos como o wakeboard, o ski, o mergulho, etcétera. De salientar que os motores a gasolina são mais baratos, mas os movidos a diesel têm vantagens em termos de manutenção. Em acréscimo, as embarcações com o “V” do casco menos pronunciado são mais apropriadas para rio, enquanto que as que ostentam o ângulo “V” mais marcado possuem melhor desempenho no mar, pois proporcionam um bom corte das vagas.

Independentemente de tudo, os coletes salva-vidas, apitos, luzes químicas, extintores, uma caixa com ferramentas elementares, um kit de primeiros socorros e um rádio para comunicar não devem faltar em qualquer barco. Na bagagem, é útil levar ainda noções básicas de navegação e, quiçá, um curso de segurança.


Maria Bijóias

Título: A escolha do primeiro barco

Autor: Maria Bijóias (todos os textos)

Visitas: 8

664 

Imagem por: ell brown

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 2 )    recentes

  • SophiaSophia

    23-04-2014 às 17:25:10

    A Rua Direita orienta a escolher o primeiro barco identificando as razões pelo qual deseja adquirir. Até porque é um bem relativamente caro e sua manutenção também um grau elevado de custo. Se for para um passeio em família, se para o trabalho, se para alugar, então, muitos são os fatores. Depois, deve-se ter em mente que terás um gasto mensal, é preciso ter grana para sustentá-lo.

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoRenan

    20-05-2010 às 14:03:05

    Falou, falou, falou e... não falou nada!

    ¬ Responder

Comentários - A escolha do primeiro barco

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Saiba como consertar seu fone de ouvido

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Electrodomésticos
Saiba como consertar seu fone de ouvido\"Rua
É quase certo que, se não forem todas as pessoas, boa parte delas já tiveram problemas com os fones de ouvido e trocaram-nos, pelo menos uma vez na vida. Há casos que são necessárias várias trocas. Por ser um dispositivo sensível e pequeno, um manuseio incorreto ou peças de má qualidade, interfere na vida útil dos fones de ouvido. Seja um chiado, mau contato no cabo ou um lado que parou de funcionar, quase sempre ocorre.
Isso acaba gerando um gasto, às vezes não planejado. O custo é bem pequeno, porém, se for somado todos os fones já adquiridos, pode ser um valor razoável. A manutenção não é tão cara, mas exige um pouco de dedicação. Se você já não aguenta mais comprar essas pequenas peças que estragam o tempo todo, aprenda como arrumar o seu e livre-se desse problema.

Materiais necessários
Esse artigo irá tratar de três tipos possíveis de manutenção: troca do pino, conserto de mau contato e o reparo dos cabos conectados aos fones. Segue a lista de equipamentos necessários:
- Alicate de bico ou corte com área específica para cortar;
- Estilete;
- Lixa;
- Ferro de solda;
- Estanho para solda;
- Conector P2 estéreo e Fita isolante.




Conector do fone de ouvido: Troca
1 - Com o alicate, corte o cabo onde está o conector;
Nessa etapa, não corte muito próximo ao conector porque o mau contato pode estar na parte flexível do cabo. Também não corte tão longe para não diminuir muito o tamanho.
2 - Com bastante cuidado, utilize o estilete para desencapar o cabo;
Se você aplicar muita força nesse passo, pode danificar os fios ou até se machucar.
3 - Dois fios, correspondente aos fones, estarão visíveis. Peque-os e, com cuidado, tire a capa deles com o estilete;
Existem alguns modelos de fones que não tem capa protetora, apresentando três ou quatro fios. Caso seja o seu caso, veja o passo a seguir.
4 - Utilize a lixa para remover a proteção dos cabos encapados;
5 - Ligue o ferro de solda à tomada;
6 - Passe os fios pela capa do novo conector;
7 - Caso seu fone possua dois fios-terra, torça os dois juntos;
8 - Com o estanho e o ferro de solda, grude os cabos no conector;
Antes de realizar esse paço, verifique a ordem correta dos conectores (fone direito e esquerdo). Se você não tiver certeza, veja no outro conector a ordem correta para soldar os fios.
9 - O fio-terra deve ser soldado no buraco central do conector;
10 - Coloque a capa do conector nele e teste seu fone!

Problema de mau contato: Conserto
Agora, você aprenderá a consertar um cabo com mau contato. É recomendado trocar o cabo todo, pois não se sabe onde exatamente está o mau contato e se é somente naquele ponto.
1 - Com o alicate, corte o cabo próximo ao fone;
2 - Com bastante cuidado, utilize o estilete para desencapar o cabo que resta no fone;
3 - Dois fios, correspondente aos fones, estarão visíveis. Peque-os e, com cuidado, tire a capa deles com o estilete;
4 - Utilize a lixa para remover a proteção dos cabos encapados;
5 - Ligue o ferro de solda à tomada;
6 - Utilizando o estanho, solde os fios do cabo novo no que está com o fone;
7 - Com a fita isolante, encape os remendos realizados;
8 - Utiliza a fita isolante para encapar a parte remendada e teste seu fone!

Defeitos nos contatos dos alto-falantes: Arrumando
Agora, você verá como é simples realizar a manutenção nos fones. Confira os passos a seguir.
1 - Ligue o ferro de solda à tomada;
2 - Abra o fone de ouvido;
Nesse item, verifique se o fone não possui parafusos para evitar danos a ele ao abri-lo. Lembre-se de como você abriu para poder fechar depois.
3 - Apenas com o ferro de solda, aqueça onde os cabos estão conectados para derreter a solda e retirar os fios;
4 - Corte a parte dos fios que estão com mau contato;
5 - Com o estanho e o ferro de solta, grude os fios do cabo nos fones;
6 - Monte o fone de volta e teste-o!

No corpo da matéria, há um vídeo feito pela equipe do Baixaki que pode auxiliar você. Gostou das dicas? Comente!

Pesquisar mais textos:

Lucas Souza

Título:Saiba como consertar seu fone de ouvido

Autor:Lucas Souza(todos os textos)

Imagem por: ell brown

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Rua DireitaRua Direita

    16-04-2014 às 18:40:31

    Muito valiosa todas as dicas, gostei muito e detalhou muito bem. Obrigada! Parabéns pelo texto!

    A equipa da Rua Direita

    ¬ Responder
  • Vitoria Ribeiro 12-09-2013 às 08:40:23

    Esta com dificuldade em consertar seu fone de ouvido, mesmo com as explicações acima? Consertamos para você! Temos loja física no Centro do Rio de Janeiro, recebemos e enviamos para todo o BRASIL - - 21-25071518 Vitoria Ribeiro

    ¬ Responder
  • João 08-09-2013 às 02:07:31

    Tenho um Headfone Beats Solo HD vermelho e o arco quebrou bem no lado direito no suporte dobrável do fone, Alguem sabe aonde compro esse arco? Moro em Curitiba.

    ¬ Responder
  • mariel 27-01-2016 às 20:30:21

    Conseguiu, João? Estou com o mesmo problema.

    ¬ Responder
  • André 21-07-2013 às 20:00:44

    Comprei um daqueles fones com entrada para cartao de memoria. dos modelos que encaixam na orelha, porem um dos lados foi quebrado. saberiam irformar se existe peca de reposicao, preciso apenas do encaixe da orelha, paguei R$50,00 e vou perder todoo fone por uma unica peça quebrada. MRH-8806Q NIA

    ¬ Responder
  • joaoa 19-06-2013 às 13:31:56

    tenho um skullcandy navigator, e o lado esquerdo do arco quebrou , a 'caixa' esta solta, tem como consertar??

    ¬ Responder
  • sidney 02-04-2013 às 09:18:23

    Qual o endereço da loja? Tenho um fone Philips HLS 8800 e o cabo arrebento e quero consrtalo.

    ¬ Responder
  • Vc é Plagiador 18-02-2013 às 15:19:44

    Engraçado, tu pega a matéria do Baixaki e cola aqui no site.

    ¬ Responder
  • Daniel 27-02-2013 às 12:00:11

    Copiou na cara dura!

    ¬ Responder
  • Marcelo 26-01-2013 às 08:27:20

    VC ESTA COM DIFICULDADE EM CONSERTAR SEU FONE OUVIDO, MESMO COM AS EXPLICAÇÕES ACIMA? CONSERTAMOS PARA VC! TEMOS LOJA FÍSICA NO CENTRO DO RIO DE JANEIRO, RECEBEMOS E ENVIAMOS PARA TODO O BRASIL -2125071518 . BEATS BY, SONY, PHILLIPS, COBY ENTRE OUTROS

    ¬ Responder
  • Renildo 19-08-2014 às 20:58:42

    VOCE TEM COMO CONSERTAR UM ARCO DO BEATES ORIGINAL?..ELE QUEBROU BEM NO CENTRO..SE TEM COMO CONSERTAR, ME MANDE ENDEREÇO OU EMAIL PRA CONTATO...POR FAVOR..MORO EM BRASILIA..SE TIVER ASSISTENCIA TECNICA POR AQUI PRECISO TELEFONE OU ENDEREÇO..

    ¬ Responder
  • Amparo 07-09-2014 às 14:09:59

    Renildo, Vc conseguiu trocar o arco do beats? estou com o mesmo problema. Tb moro em BSB. Peço me orientar.
    Amparo

    ¬ Responder
  • Daiany Nascimento 17-09-2012 às 12:37:14

    Gostei do texto. Sou fã dos artigos publicados pelos autores do ruadireta.com devido à variedade de temas que posso encontrar, além de que a maioria deles são muito ricos em conteúdo, como este! Parabéns autor pela sua dedicação, saiba que as dicas que encontrei aqui poderão me ajudar muito, pois precisava mesmo saber como consertar meu Fone De Ouvido. Espero por novidades, pois sempre estou à procura de novos conhecimentos. Muito obrigada e Boa escrita!

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios