Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Outros > Transforme Fraqueza Em Poder

Transforme Fraqueza Em Poder

Categoria: Outros
Transforme Fraqueza Em Poder

Quando estamos fracos nunca devemos lutar sem antes optar pela rendição. A rendição nos dá tempo para se recuperar, um tempo de espera para que o poder seja manifestado de forma sadia e real. Caso isso aconteça, teremos poder sobre tudo o que venha a nos perturbar e nos causar danos.

É preciso render-se!
Em 473 a.C, na China antiga, o rei Goujian de Yue sofreu uma derrota horrível do governante de Wu na batalha de Fujiao. Goujian queria fugir, mas ele tinha um assessor que lhe disse para se render e se colocar a serviço do governante de Wu, a partir do qual essa posição poderia estudar esse homem e planejar sua vingança.

Decidido a seguir este conselho, Goujian deu ao governante todas as suas riquezas, e passou a trabalhar nos estábulos de seu conquistador como um mero e o menor servo.

Durante três anos, ele se humilhou perante o governante, que, em seguida, finalmente, satisfeito de sua lealdade, permitiu-lhe voltar para casa. Internamente, no entanto, Goujian passou esses três anos coletando informações e planejando a sua vingança.

Quando uma terrível seca atingiu Wu e o reino estava enfraquecido por sua agitação interna, ele levantou um exército, invadiu, e venceu com facilidade. Esse é o poder por trás da rendição: Dá-lhe o tempo e flexibilidade para traçar um contra-golpe devastador. Se Goujian tivesse se afastado, ele teria perdido esta oportunidade.

Qual é o ponto?
Você usa entrega para ter acesso ao seu inimigo. Você aprende os seus caminhos, insinua-se com ele lentamente, e exteriormente você está de acordo com seus costumes, mas, interiormente, mantém a sua própria cultura. Você vai sair vitorioso, pois enquanto ele te considera fraco e inferior, e não toma precauções contra você, você está usando o tempo para recuperar o atraso e ultrapassá-lo.

Esta forma suave, permeável de invasão é muitas vezes a melhor, pois o inimigo não tem nada a reagir contra, e nem se preparar ou resistir.

Se você se encontra enfraquecido temporariamente, a tática da rendição é perfeita para se levantar de novo, pois ele disfarça a sua ambição; ensina-lhe a ter paciência e autocontrole.

Essas são as principais habilidades dentro de um jogo; e que o coloca na melhor posição possível para aproveitar o súbito deslize do seu opressor. Se você fugir ou lutar, em longo prazo, você não conseguirá ganhar. Se você se entrega, você vai quase sempre sair vitorioso.


Briana Alves

Título: Transforme Fraqueza Em Poder

Autor: Briana Alves (todos os textos)

Visitas: 0

387 

Comentários - Transforme Fraqueza Em Poder

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Fine and Mellow

Ler próximo texto...

Tema: Música
Fine and Mellow\"Rua
"O amor é como uma torneira
Que você abre e fecha
Às vezes quando você pensa que ela está aberta, querido
Ela se fechou e se foi"
(Fine and Melow by Billie Holiday)

Ao assistir a Bio de Billie Holiday, ocorreu-me a questão Bluesingers x feminismo, pois quem ouve Blues, especialmente as mais antigas, as damas dos anos 10, 20, 30, 40, 50, há de pensar que eram mulheres submissas ao machismo e maldade de seus homens. Mas, as cantoras de Blues, eram mulheres extremamente independentes; embora cantassem seus problemas, elas não eram submissas a ponto de serem ultrajadas, espancadas... Eram submissas, sim, ao amor, ao bom trato... Essas mulheres, durante muito tempo, tiveram de se virar sozinhas e sempre que era necessário, ficavam sós ou mudavam de parceiros ou assumiam sua bissexualidade ou homossexualidade efetiva. Estas senhoras, muitas trabalharam como prostitutas, eram viciadas em drogas ou viviam boa parte entregues ao álcool, merecem todo nosso respeito. Além de serem precursoras do feminismo, pois romperam barreiras em tempos bem difíceis, amargavam sua solidão motivadas pelo preconceito em relação a cor de sua pele, como aconteceu a Lady Day quê, quando tocava com Artie Shaw, teve que esperar muitas vezes dentro do ônibus, enquanto uma cantora branca cantava os arranjos que haviam sido feitos especialmente para ela, Bilie Holiday. Foram humilhadas, mas, nunca servis; lutaram com garra e competência, eram mulheres de fibra e cheias de muito amor. Ouvir Billie cantar Strange Fruit, uma das primeiras canções de protestos, sem medo, apenas com dor na alma, é demais para quem tem sentimentos. O brilho nos olhos de Billie, fosse quando cantava sobre dor de amor ou sobre dor da dor, é insubstituível. Viva elas, nossas Divas do Blues, viva Billie Holiday, aquela que quando canta parte o coração da gente; linda, magnifica, incomparável, Lady Day.

O amor vai fazer você beber e cair
Vai fazer você ficar a noite toda se repetindo

O amor vai fazer você fazer coisas
Que você sabe que são erradas

Mas, se você me tratar bem, querido
Eu estarei em casa todos os dias

Mas, se você continuar a ser tão mau pra mim, querido
Eu sei que você vai acabar comigo

Pesquisar mais textos:

Sayonara Melo

Título:Fine and Mellow

Autor:Sayonara Melo(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios