Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Arte > A Arte Italiana Do Século XVI

A Arte Italiana Do Século XVI

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Arte
Visitas: 6
A Arte Italiana Do Século XVI

Tondo Doni, de Miguel Ângelo Buonarroti, 1504-05, é uma pintura circular, possivelmente, para devoção privada. Vemos, aqui, o casamento de Agnolo e Maddalena Doni. A Virgem está sentada no chão e vira-se para agarrar o Menino Jesus das mãos de José, atrás dela. Ao fundo está São João Batista e uma série de figuras nuas, simbolizando, porventura, a humanidade.

Madonna das harpias, de Andrea del Sarto, 1517, é uma descrição de Nossa Senhora, que o pintor deu um toque especial, representando a sua mulher Lucrécia. Nossa Senhora está em cima de uma base, imitando uma estátua viva. Tem o filho no colo e dois anjos agarram as suas pernas. Na base está inscrito o ano de realização da obra e, em relevo alto, estão dois seres singulares.
Madonna do pintassilgo, de Raffaello Sanzio, 1506, é uma obra que mostra Nossa Senhora, sentada numa rocha, como o eixo principal. Esta sai da sua leitura para ver a cena ternurenta entre os dois meninos e o pintassilgo, um símbolo da Paixão. Segundo a lenda, um pintassilgo tirou os espinhos da coroa de Cristo, sujando-se de sangue. Esta mancha vermelha prevaleceu no pintassilgo para sempre.

Leão X com os Cardeais Giulio de’ Medici e Luigi de’ Rossi, de Raffaello Sanzio, 1518-19, é um quadro que retrata o Papa Leão X, filho de Lourenço Magnifico, que fez uma carreira eclesiástica exemplar, mesmo tendo sido um caminho obrigado a perseguir. Leão X está com dois Cardeais: Giulio de’ Medici e Luigi de’ Rossi. O pontífice encontra-se a ler um código com uma lente de aumento, um pequeno elemento na pintura que nos remete para o gosto do Papa pelas artes. É uma composição rica no jogo dos vermelhos.

Vénus de Urbino, de Tiziano Vecellio, 1538, mostra uma figura completamente nua, a olhar para o observador. Estamos perante uma cortesã a personificar uma deusa. Ao fundo conseguimos ver duas criadas remexendo um baú. Esta obra foi encomendada pelo duque de Urbino Guidobaldo della Rovere.

Flora, de Tiziano Vecellio, 1515, é uma obra a meio-corpo da deusa da primavera, a Flora. É uma composição repleta de erotismo presente no cabelo dourado que cai sobre os ombros e no peito desnudo.


Daniela Vicente

Título: A Arte Italiana Do Século XVI

Autor: Daniela Vicente (todos os textos)

Visitas: 6

633 

Comentários - A Arte Italiana Do Século XVI

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Como Organizar Qualquer Tipo De Evento

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Eventos
Como Organizar Qualquer Tipo De Evento\"Rua
Com todas as mudanças no mundo precisamos de pessoas capacitadas e qualificadas para se organizar um evento de porte. Não mais uma pessoa que faz tudo, que quebra-galho, mas um profissional estudioso no ramo para levar um evento de grande estima que atinja seu público de forma satisfatória e abrangente.

Para estar na frente exige-se muito trabalho, esforço e dedicação extrema para que se obtenha grande sucesso não somente para quem recebe como também para a própria instituição em que se realiza o evento. Isso tem causado uma procura por esses profissionais e até tem sido reconhecido como uma profissão que será valorizada muito nesses próximos anos.

Como Organizar?

Para estar na frente de um evento é necessário muita dedicação e amor. Muitas horas planejando e com uma grande antecedência. Pois, qualquer problema que ocorra no dia, será de responsabilidade de quem está organizando.

Então, todos os cuidados devem ser levados em consideração, devemos ter ações prevenidas e tudo deve ser listado, feito e dado uma atenção especial. Diante dos que se pretende fazer em um evento seja ele cultural, religioso, comercial, precisa de alguns parâmetros para serem seguidos cuja finalização tenha muito sucesso.

Eis quais são as etapas para você compreender melhor:
1. Objetivos: você deve primeiramente traçar um objetivo daquilo que se pretende realizar. Deve ser dividido em duas partes: a geral e a específica;

2. Públicos: quem são os públicos que serão atingidos? É um grupo de mulheres, um grupo de homens? Que faixa de idade? Essas e outras perguntas devem ser feitas;

3. Estratégias: essas estratégias consistem simplesmente em como você vai atingir o seu público, o que mais irá atraí-los para que possam ir ao seu evento?

4. Recursos: os recursos tanto materiais, humanos, físicos, todos esses recursos devem ser bem estruturados e anotados;

5. Implantação: Que métodos serão usados para o evento desde o início até o término do evento? Refere-se a todos os procedimentos;

6. Acompanhamento e controle: estipular alguém que irá acompanhar todo o processo e controlar, como por exemplo, as despesas;

7. Avaliação: feita após o término do evento, ela é produzida em formato de relatório e entregue a quem organizou o evento;

8. Orçamento Previsto: este deve ser feito bem detalhado. Uma das mais importantes partes de todo o evento. Pode buscar patrocínio, parcerias com empresas para assim evitar os gastos, mas tudo deve ser anotado e controlado.

Pesquisar mais textos:

Luene Zarco

Título:Como Organizar Qualquer Tipo De Evento

Autor:Luene Zarco(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios