Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Outros > Crise na igreja: contestação

Crise na igreja: contestação

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Outros
Visitas: 8
Comentários: 2
Crise na igreja: contestação

Os finais da Idade Média, foram tempos muito difíceis para a Igreja.
Este fato deve-se a conflitos com reis e imperadores, por razões exclusivamente políticas.
Por outro lado, o comportamento de muitos elementos do clero prejudicavam o seu prestígio.
Os papas preocupava-se mais em garantir os seus bens terrenos do que com a sua missão espiritual;

-alguns membros do clero levavam uma vida de corrupção e imoralidade;

-acumulavam dioceses que raramente visitavam mas que lhes garantiam elevados rendimentos;

-tinham mulher e filhos;

-possuíam extensas propriedades;

-não pagavam impostos mas exigiam-nos ao povo, o cmado dízimo;

-O clero regular, composto pelos frades mendicantes, era pouco admirado pelos fiéis devido à sua vida excessivamente material. Não se respeitavam as regras monásticas, poi o jejum era desprezado, nem o silêncio durante as refeições;

-os cânticos religiosos eram esquecidos.

Em face desta atuação do clero, o espírito crítico do Renascimento, criticou-o e levou-o a pôr em causa toda esta situação e a exigir o regresso à pureza do Cristianismo primitivo.
Estava ssim, aberto o caminho para a Reforma protestante.
O Papa Leão X, em 1517, mandou pregar as indulgências, isto é, a concessão do perdão dos pecados, mediante o pagamento de determinada quantia.

O monge alemão, Martinho Lutero, afixou então, na porta da catedral de Wittemberg, as suas noventa e cinco teses, contra as "indulgências", defendendo que só DEUS pode perdoar os pecados do homem.

Em face desti, Lutero foi excomungado e o monge, num gesto simbólico, queimou em público a bula com que o papa o excomungara.
Como teve a proteção dos príncipes alemães, não foi condenado à fogueira.
Estes defendiam Lutero, para que ele se tornasse chefe temporal da Igreja nos seus territórios e ainda dimunuir o poder do Papa e do imperador Carlos V.

Lutero foi então alvo de perseguições e protestos, pelos seguidores do Papa e imperador da Alemanha, o que levou à designação de "protestantes", a todas as novas igrejas cristâs, não católicas, qe, que se desligaram da obediência ao Papa de roma.
Na verdade, já os elementos do clero se divertiam a cantar e a beber, esquecendo as suas obrigações espirituais.

Tendo em conta o quadro de comportamento da Igreja e do Papa, na Idade Média, em nada difere do, atualidade.
Isto significa que a Igreja, sempre dominou, com seu poder, na Igreja, sociedade , riqueza e opulência.


Teresa Maria Batista Gil

Título: Crise na igreja: contestação

Autor: Teresa Maria Gil (todos os textos)

Visitas: 8

638 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 2 )    recentes

  • Briana AlvesBriana

    01-09-2014 às 14:45:28

    Não vejo outro fenômeno a perseguição das igrejas cristãs por mera intenção política, territorial e dinheiro. Isso vem acontecendo desde muito tempo e acontece até hoje.

    ¬ Responder
  • Teresa Maria Batista GilTeresa Maria Batista Gil

    18-09-2012 às 13:37:39

    A igreja sempre foi alvo de reformas que impunham determinados valores e regras à sociedade.Contudo esses ideais nem sempre foram aceites por religiosos, bispos e sacerdotes.Por isso as contestações a esses valores e princípios sempre fizeram parte da história dos povos, sejam católicos, protestantes ou islamitas.

    ¬ Responder

Comentários - Crise na igreja: contestação

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Secretária em vidro

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Mobiliário
Secretária em vidro\"Rua
A maior parte das casas tem um escritório para fazer os trabalhos relativos Á profissão ou outros. È uma divisão extremamente necessária para as pessoas se recolherem a trabalhar. Por isso o escritório deve ser um local com conforto e agradável. O ambiente torna-se extremamente importante para o recolhimento necessário e a concentração que certos trabalhos exigem. Se não se tiver no local de trabalho tem de construir-se em casa.

Em todas as profissões é útil ter uma secretária para colocar um computador portátil. Livros e outros acessórios. É uma peça de mobiliário que não se dispensa de forma nenhuma. Desde sempre que foi indispensável na escola, no escritório, na empresa. A sua funcionalidade é como a do computador que praticamente não se dispensa. Para onde se vá leva-se o computador portátil a servir de complemento.

No que diz respeito à secretária ela exige um bom material e design bonito. E de facto há secretárias muito belas desde o seu modelo ao material e design. Por exemplo uma secretária em vidro fica muito bem num escritório amplo de uma vivenda ou numa empresa particular bem decorada. Pode colocar-se também num pequeno escritório de um apartamento ou numa sala especial e decorada a gosto. Há quem prefira ter uma secretária num espaço pequeno especificamente para trabalho. Deste modo concentra-se mais nele e não pensa no que tem para fazer em casa. Ou seja, dá mais prioridade ao que eventualmente tenha que fazer numa secretária. Para além de ajudar a decorar e embelezar o espaço onde se coloca dá um certo ar de charme e gramou num ambiente. Se este for decorado com objectos bonitos de decoração e uma estante para livros dá um ar mais intelectual ao ambiente. Deste modo mais propício para o recolhimento.

Não é por acaso que muita gente prefere o seu escritório para passar as horas que dispõe no seu quotidiano ou fins – de - semana. É um local propício a pensar mais nos projectos, no trabalho e nos encargos da vida. Deste modo cada divisão da casa tem uma funcionalidade diferente e um ar distinto dos restantes.

Não quer dizer que uma secretária em vidro não fique adaptada noutro local que não seja para o trabalho de estudantes ou outros, ela pode ainda adaptar-se para embelezar ou harmonizar espaços que estejam por preencher numa casa maior ou outro local. Sem dúvida que a secretária em vidro não vai deixar mal nenhum espaço onde se coloque.

Pesquisar mais textos:

Teresa Maria Batista Gil

Título:Secretária em vidro

Autor:Teresa Maria Gil(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Rua DireitaRua Direita

    20-04-2014 às 15:52:38

    Fantástico texto! A Rua Direita agradece!

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios