Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Saúde > Cegueira dos rios

Cegueira dos rios

Categoria: Saúde
Visitas: 6
Comentários: 6
Cegueira dos rios

A cegueira dos rios, ou oncocercose, é uma doença ocasionada pelo microorganismo onchocerca volvulus e transmitida pela chamada mosca preta, do género simulium (simulídeos), podendo lesar a pele, os olhos e o tecido linfático. Esta doença é transmitida de pessoa para pessoa por meio de picadas da mosca preta, que ataca de dia e se reproduz em rios e riachos, onde o perigo de propagação é máximo. Quando a mosca pica, recebe do indivíduo que é picado a microfilária (caso este se encontre infectado), que se desenvolve, posteriormente, para a forma de larva. Ao picar outra pessoa, inocula-lhe as larvas na pele. Estas começam a mover-se no tecido subcutâneo e produzem nódulos, onde se tornam adultas, dão origem a novas microfilárias e podem viver de nove a onze anos!

Que se saiba, o ser humano é o único afectado por uma patologia que constitui uma das principais causas de cegueira em África e a quarta a nível mundial, no que se refere a cegueira evitável. O período de incubação pode ir de nove a 24 meses. Os primeiros sintomas constam de febre, urticária, comichão, vermelhidão na pele e tumores fibrosos. É ainda possível que a derme se apresente enrugada, grossa, áspera, despigmentada e semelhante à de um lagarto ou leopardo. Quando os olhos são comprometidos, os sinais podem ir de visão turva à cegueira completa. Luzes mais intensas são passíveis de provocar dor e, na ausência de tratamento, a opacidade da córnea completar-se. A íris, a pupila e a retina são susceptíveis de ser afectadas, assim como o nervo óptico, que pode mesmo inflamar e iniciar um processo de degenerescência.

Os nódulos dos parasitas são identificados através de ecografia ou análise microscópica de amostras de biopsia. A detecção também pode ser levada a cabo por observação do olho com oftalmoscópio.

São utilizados dois princípios activos no combate à cegueira dos rios, um que paralisa e mata as microfilárias, aliviando a comichão, moderando o avanço da doença e travando a transmissão, e outro que actua de forma indirecta, porque destinado a destruir as bactérias com as quais o parasita vive em simbiose.

Constata-se que esta enfermidade é mais usual em homens do que em mulheres, quiçá mercê da maior exposição a que actividades como a agricultura e a pesca obrigam. A melhor maneira de acautelar a cegueira dos rios é evitar a picada da mosca, usando roupas de manga comprida e repelente de insectos.

A cegueira, além de conduzir ao abandono das zonas ribeirinhas, levando ao cultivo de áreas menos férteis e ao consequente empobrecimento, acarreta uma eventual diminuição da esperança de vida. Milhões de pessoas são atingidas, sendo que 95 por cento estão em África.

O Gana, a Libéria e a República Democrática do Congo dispuseram-se a participar em testes clínicos de um medicamento inovador, que se espera venha a liquidar ou, pelo menos, tornar estéreis, os parasitas adultos, no intuito de interromper o ciclo de contaminação.



Maria Bijóias

Título: Cegueira dos rios

Autor: Maria Bijóias (todos os textos)

Visitas: 6

806 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 6 )    recentes

  • maria serafim

    06-08-2015 às 12:32:50

    depois de tomar conhecimento sobre esta doenca
    gostava de saber o governo de cada pais pode ajudar na cura visto que a maioria das pessoas com essa epidimia sao de baixa renda isto em angola

    ¬ Responder
  • Naty

    09-06-2013 às 17:46:20

    Oi!!! Muito legal saber, me ajudou na lição de ciências. Obs: Quando escrever nome científico, o gênero(1ºnome) é em letra maiuscula, e a especie(2º nome) letra minuscula. Ex:Onchocerca volvulus, e não esquecer de deixar em destaque!!!
    :)

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoCecília

    09-09-2011 às 21:16:05

    é muito bom saber que podem ajudar que está a perder a visão, também gostariaa que em Portugal se preocupassem mais com a visão do cidadão em Hospitais Públicos. beijos

    ¬ Responder
  • ivan severoivan severo

    25-06-2011 às 18:41:46

    essa doemça é similar aquela do estado do tocantins?algo sinistro ocorre naquela região.

    ¬ Responder
  • ThaisThais

    26-04-2010 às 12:48:14

    Oi, isso é interessante, bjs.

    ¬ Responder
  • MARIA GERALDA REAL DE ASSUNÇÃOMARIA GERALDA REAL DE ASSUNÇÃO

    13-10-2009 às 16:17:24

    Ótimo documento

    ¬ Responder

Comentários - Cegueira dos rios

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Futuro da Tecnologia, Qual o Limite?

Ler próximo texto...

Tema: Informática
Futuro da Tecnologia, Qual o Limite?\"Rua
Futuro da Tecnologia, Qual o Limite?

Bom, Não é de hoje que tecnologia vem surpreendendo a todos nós com grandes revoluções e os custos que diminuem cada vez mais.
Hoje em dia é comum ver crianças com smarthphones com tecnologia que a 10 anos atrás nem o celular mais moderno e caro do mercado tinha.
Com isso surgiram sugiram vários profetas da tecnologia e visionários, tentando prever qual será o próximo passo.

E os filmes retratam bem esse tema e usam essa formula que atrai a curiosidade das pessoas.
Exemplos:

Minority report - A nova lei de 2002 (Imagem)

Transcendence de 2014

Em Transcendence um tema mais conspiratório, onde um ser humano transcende a uma consciência artificial e assim se torna imortal e com infinita capacidade de aprendizagem.
Vale a pena ver tanto um quanto o outro filme. Algumas tecnologias de Minority Report, como utilizar computadores com as mãos (caso do kinect do Xbox 360 e One) e carros dirigidos automaticamente, já parecem bem mais próximo do que as tecnologias vistas em Transcendence, pois o foco principal do mesmo ainda é um tema que a humanidade engatinha, que é o cérebro humano, a máquina mais complexa conhecida até o momento.

Eu particularmente, acredito que em alguns anos teremos realmente, carros pilotados automaticamente, devido ao investimento de gigantes como o Google e o Baidu nessa tecnologia.

Também acho que o inicio da colonização de Marte, vai trazer grandes conquistas para humanidade, porém grandes desafios, desafios esses que vão nos obrigar a evoluir rapidamente nossa tecnologia e nossa forma de encarar a exploração espacial, não como um gasto, mas sim como um investimento necessário a toda humanidade e a perpetuação da sua existência.

A única salvação verdadeira para humanidade e para o planeta terra, é que seja possível o ser humano habitar outros planetas, seja localizando planetas parecidos com a terra ou mudando planetas sem condições para a vida em planetas habitáveis e isso só será possível com gente morando nesses planetas, como será o caso do Marte. O ser humano com a sua engenhosidade, aprendeu a mudar o ambiente a sua volta e assim deixou de ser nômade e da mesma forma teremos que aprender a mudar os mundos, sistemas, galáxias e o universo a nossa volta.

Espero que tenham gostado do meu primeiro texto.
Obrigado à todos!
Até a Próxima!


Pesquisar mais textos:

Érico da Silva Kaercher

Título:Futuro da Tecnologia, Qual o Limite?

Autor:Érico da Kaercher(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios