Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Eventos > Festa dos Tabuleiros em Tomar

Festa dos Tabuleiros em Tomar

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Eventos
Festa dos Tabuleiros em Tomar

A Festa dos Tabuleiros em Tomar é um dos acontecimentos culturais mais antigos do nosso país criado por D. Dinis e pela Rainha Santa Isabel, em sinal da fertilidade da terra.

Em outros tempos até mil oitocentos e noventa e cinco, o cortejo era anual e á Sexta-feira, a partir de mil novecentos e catorze os cortejos começaram a ocorrer de quatro em quatro anos e ao Domingo, nos meses de Junho ou Julho e consiste em raparigas transportarem durante o decorrer do cortejo pela cidade num total de cinco quilómetros a pé, com um tabuleiro da sua altura pela cabeça erguendo o símbolo do Espirito Santo, a pomba e uma coroa, ao longo do tabuleiro estão cerca de trinta pães espetados em cinco canas, flores de papel e espigas. O que segura as canas é o entrelaçado da canastra enfeitada, colocada doze horas com antecedência do cortejo em água de forma a amolecer.

Existem imensas pessoas que participam neste cortejo a rigor com o seu tabuleiro, representando a sua freguesia do concelho, sendo um total de dezasseis freguesias. No entanto ultrapassam os cem tabuleiros. Durante o cortejo são colocadas nas janelas colchas penduradas e pode-se desfrutar de uma chuva de petadas lançadas durante o cortejo.
Tomar nessa altura, chega a albergar turistas de toda a parte do nosso país e do mundo, que adoram ver este cortejo. Na alameda (centro da cidade nova), as janelas dos prédios são alugadas aos visitantes que preferem usufruir duma vista espetacular pelas ruas preenchidas de pessoas a deixarem passar o cortejo de cores puras ou aos fotógrafos para a melhor fotografia.

Este cortejo é conhecido em qualquer parte do mundo, tornando a terra templária divulgada em revistas ou livros de recortes de acontecimentos mundiais.

Por de trás deste “mundo” de cortejo, está a organização e o planeamento da festa. Dá-se início aos preparamentos com um ano de antecedência, organizando formas de angariar fundos para a confeção das flores que são colocadas nos tabuleiros. No centro histórico da cidade durante os cortejos são realizados votos para a melhor rua, com o melhor efeito das flores e mais bonitas. Logo com antecedência cada rua é enfeitada pelos moradores e as flores elaboradas pelos mesmos, financiadas pelas juntas de freguesia.


Sandra Mendes

Título: Festa dos Tabuleiros em Tomar

Autor: Sandra Mendes (todos os textos)

Visitas: 0

634 

Comentários - Festa dos Tabuleiros em Tomar

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Como fazer disfarces de Carnaval

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Vestuário
Como fazer disfarces de Carnaval\"Rua
O ano começa e depressa chega uma data muito ansiada principalmente pelos mais jovens: o desejado Carnaval!

Esta é uma data que os pequenos adoram e deliram com as fantasias. O problema maior é a despesa que os disfarces representam e no ano seguinte já não usarão o mesmo disfarce ou, no caso dos mais pequenos, já não lhes serve.
O melhor nesta data é mesmo reciclar e aprender a fazer disfarces caseiros utilizando truques mais económicos e materiais reciclados para preparar as fantasias dos pequenitos!

Uma sugestão para os meninos é o traje de pirata que pode facilmente ser criado a partir de peças que tenha em casa. Procure uma camisa de tamanho grande e, de preferência, de cor branca com folhos. Se não tiver uma camisa com estas características facilmente encontrará um modelo destes no guarda-vestidos de alguma familiar, talvez da avó.

Precisará de um colete preto. Na falta do colete pode utilizar um casaco preto que esteja curto, rasgue as mangas pelas costuras dos ombros. As calças devem ser velhas e pretas para poderem ser cortadas na zona das pernas para envelhecer a peça. Coloque um lenço preto ou vermelho na cabeça do menino e, de seguida, com um elástico preto e um pouco de velcro tape um dos olhos.

Para as meninas não faltam ideias originais para fazer disfarces bonitos e especiais para este dia. Uma ideia original é a fantasia de Flinstone. É muito fácil e prática de fazer e fica um disfarce muito bonito. Comece por arranjar um pedaço de tecido branco. Coloque o tecido em volta do corpo como uma toalha de banho e depois amarre num dos braços fazendo uma alça. Depois corte as pontas em ziguezague mantendo um lado mais comprido que o outro. Amarre o cabelo da menina todo no cimo da cabeça, como se estivesse a fazer um rabo-de-cavalo mas alteie-o mais. Com o auxílio de um pente frise o cabelo, pegando nas pontas e passando o pente em sentido contrário até que fique todo despenteado. Numa loja de disfarces compre um osso de plástico e prenda na fita da criança.

Pegue nos materiais, puxe pela imaginação e ponha mãos ao trabalho!

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:Como fazer disfarces de Carnaval

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Rua DireitaRua Direita

    09-06-2014 às 04:01:21

    Não em carnaval, mas em bailes de fantasia, sempre usei o TNT. Eles são ótimos para trabalhar o corte, para costurar e deixa bem bonito!
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios