Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Biografias > D. João IV, o Restaurador

D. João IV, o Restaurador

Categoria: Biografias
Visitas: 30
D. João IV, o Restaurador

Filho de D. Teodósio, 7º duque de Bragança, e de D. Ana de Velasco, D. João IV nasceu a 19 de Março de 1604, em Vila Viçosa. Casou com D. Luísa de Gusmão, filha do duque de Medina-Sidónia, com 19 anos, em Elvas a 12 de Janeiro de 1633. Tiveram muitos filhos: D. Teodósio, em 1634, D. Ana, em 1635, D. Joana, em 1636, D, Catarina, em 1638, D, Manuel, em 1640, D. Afonso, em 1643 e D. Pedro, em 1648. Tal como outros reis da História de Portugal, D. João IV também não foi fiel à sua mulher. Teve pelo menos uma filha bastarda, D. Maria.

O crescente descontentamento com a dinastia filipina, originou a revolta dos civis, apoiando desta maneira D. João para seguir na linha de sucessão ao trono português. A 1 de Dezembro de 1640, deu-se a Restauração. A 6 de Dezembro, D. João chegou a Lisboa, e a 15 deste mesmo foi aclamado rei no Terreiro do Paço.

«Sábado, primeiro de Dezembro de 1640 (dia memorável para as idades futuras), a nobreza da Cidade de Lisboa, para remédio da ruína em que se via, e ao Reino todo, aclamou por Rei o duque de Bragança Dom João, príncipe begniníssimo, magnânimo, fortíssimo, piedoso, prudente, nos trabalhos incansável, no governo atento, no amor da república cuidadoso, de seu acrescentamento ardentíssimo, e vigilante, legítimo sucessor do Império Lusitano.»

Com a morte de D. Teodósio a 13 de Maio de 1653, trouxe alguns problemas aos monarcas, pois D. Afonso, segundo na linha de sucessão, não tinha as condições necessárias para assegurar o governo de um reino recentemente conquistado.

D. João IV faleceu a 6 de Novembro de 1656. D. Luísa de Gusmão ficou como regente do reino até D. Afonso atingir a maioridade. Entretanto, tentou, por várias vias, sugerir D. Pedro, como o próximo rei, nomeadamente, dando-lhe o mesmo tratamento, que se dava um rei. De facto, o seu destino estava traçado. Viria a ser rei após tirar o seu irmão do caminho que o levava ao trono português. D. Afonso não ignorou as predilecções da mãe com o seu irmão, ordenando-lhe que se recolhesse longe da corte.


Daniela Vicente

Título: D. João IV, o Restaurador

Autor: Daniela Vicente (todos os textos)

Visitas: 30

638 

Comentários - D. João IV, o Restaurador

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Receptores digitais

Ler próximo texto...

Tema: TV HIFI
Receptores digitais\"Rua
Os receptores digitais são instrumentos que têm a função de receber sinal por via de canais digitais.

De acordo com a sua função, estes canais poderão ser satélite ou por cabo. Actualmente, já existem bastantes serviços de televisão por cabo que funcionam apenas com estes receptores, uma vez que é através deles que se consegue ter acesso não só aos canais de serviço, mas também a pacotes codificados.

O serviço de recepção de canais por satélite é um sistema independente para o qual é necessário ter um disco receptor satélite de modo a poder ter canais digitais fora dos serviços prestados pelos operadores de televisão digital.

Este instrumento permite que os próprios ecrãs sem tecnologia digital passem a usufruir desta através destes receptores. No entanto, a melhor qualidade só é garantida com um ecrã já com esta tecnologia.

Os receptores digitais permitem também aceder a uma multiplicidade de serviços, desde que devidamente configurados. Por exemplo, com estes receptores, é possível aceder a menus específicos de pausa de emissão para depois ser continuada, de serviços on-demand ou acesso a portais específicos, entre outros.

Esta pequena caixinha permite ao seu utilizador usufruir da televisão a um novo nível, de modo a que possa ter todas as comodidades no conforto do lar. 

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:Receptores digitais

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Rua DireitaRua Direita

    04-06-2014 às 06:53:28

    Gostei dos receptores digitais. Bom texto abordando isso.
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios