Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Biografias > D. João II, o Príncipe Perfeito

D. João II, o Príncipe Perfeito

Categoria: Biografias
D. João II, o Príncipe Perfeito

D. João II, filho de D. Afonso V e D. Isabel, nasceu a 3 de Março de 1455, em Lisboa. Ficou cognominado o Príncipe Perfeito.

Com 16 anos, a 2 de Janeiro de 1471, D. João casou com D. Leonor, sua prima, filha do infante D. Fernando, duque de Viseu e de D. Beatriz.

Desde muito cedo, D. João II assume o governo ao rei devido às muitas ausências do pai,que procurava novas conquistas territoriais. Em 1481, com a morte de D. Afonso V, D. João II assume oficialmente o cargo, subindo ao trono português. O seu reinado ficou marcado pelos cortes relacionais com os nobres, nomeadamente, com as grandes casas senhoriais: a de Bragança e a de Viseu. O monarca manda matar o terceiro duque de Bragança, D. Fernando, e em Agosto de 1484, sabendo das conspirações que circulavam, matou D. Diogo, duque de Viseu, irmão de D. Leonor, seu cunhado, em Palmela. Os bens destas famílias foram confiscados pela Coroa. Com as casas senhoriais cada vez mais fracas, D. Manuel ficou mais perto do trono.

A 18 de Julho de 1475, nasceu o príncipe D. Afonso. Aos quinze anos, em 1490, em évora, D. Afonso casou com a infanta Isabel, filha dos Reis Católicos, cinco anos mais velha (D. Isabel viria a casar com D. Manuel, o rei Venturoso, que seguiu a D. João II). A união ibérica era muito importante.

Porém, a 11 de Julho de 1491, D, Afonso morreu numa queda de cavalo na capital lusitana. Com a morte do único varão legítimo, D. João II viu-se sem descendência directa, o que fez com que sugerisse o seu filho ilegítimo, D. Jorge, para lhe suceder no trono. Não seria difícil legitimar D. Jorge com um acordo papal, mas D. Leonor não o permitiu, sugerindo o seu irmão, D. Manuel, duque de Beja, para lhe suceder.

D. João II faleceu a 25 de Outubro de 1495, em Alvor, vítima de longa doença. Jaz no Mosteiro da Batalha, para onde foi trasladado por ordem de D. Manuel. Também o seu pai, D. Afonso V foi sepultado neste centro religioso símbolo da Dinastia de Avis.


Daniela Vicente

Título: D. João II, o Príncipe Perfeito

Autor: Daniela Vicente (todos os textos)

Visitas: 0

643 

Comentários - D. João II, o Príncipe Perfeito

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Receptores digitais

Ler próximo texto...

Tema: TV HIFI
Receptores digitais\"Rua
Os receptores digitais são instrumentos que têm a função de receber sinal por via de canais digitais.

De acordo com a sua função, estes canais poderão ser satélite ou por cabo. Actualmente, já existem bastantes serviços de televisão por cabo que funcionam apenas com estes receptores, uma vez que é através deles que se consegue ter acesso não só aos canais de serviço, mas também a pacotes codificados.

O serviço de recepção de canais por satélite é um sistema independente para o qual é necessário ter um disco receptor satélite de modo a poder ter canais digitais fora dos serviços prestados pelos operadores de televisão digital.

Este instrumento permite que os próprios ecrãs sem tecnologia digital passem a usufruir desta através destes receptores. No entanto, a melhor qualidade só é garantida com um ecrã já com esta tecnologia.

Os receptores digitais permitem também aceder a uma multiplicidade de serviços, desde que devidamente configurados. Por exemplo, com estes receptores, é possível aceder a menus específicos de pausa de emissão para depois ser continuada, de serviços on-demand ou acesso a portais específicos, entre outros.

Esta pequena caixinha permite ao seu utilizador usufruir da televisão a um novo nível, de modo a que possa ter todas as comodidades no conforto do lar. 

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:Receptores digitais

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Rua DireitaRua Direita

    04-06-2014 às 06:53:28

    Gostei dos receptores digitais. Bom texto abordando isso.
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios