Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Biografias > D. Leonor de Lencastre, uma rainha portuguesa

D. Leonor de Lencastre, uma rainha portuguesa

Categoria: Biografias
Visitas: 6
D. Leonor de Lencastre, uma rainha portuguesa

D. Leonor de Lencastre nasceu a 5 de Maio de 1458, em Beja, filha do infante D. Fernando, Duque de Viseu, irmão de D. Afonso V, e de D. Beatriz, sobrinho do rei D. Duarte. D. Leonor, ao contrário de outras rainhas, era portuguesa, cognominada como D. Leonor de Portugal. Descendia de D. João I, o Mestre de Avis, irmão D. Fernando, e de D. Filipa de Lencastre, a respectiva mulher e rainha.

Casou em 1471 com D. João II de Portugal, que subiu ao trono aos 26 anos, após a morte do seu pai a 28 de Agosto de 1481. D. Leonor tinha apenas 13 anos, mas o futuro reserva-se auspicioso como rainha de Portugal. A 18 de Junho de de 1475, D. Leonor teve o seu primeiro filho, Afonso, nos Paços da Alcáçova. Oito anos depois, em 1483, D. Leonor presenteia o reino com o seu segundo filho, que veio a falecer num parto complicado.

Como era costume na época, D. Leonor de Lencastre teve que suportar a dor de ver crescer o filho bastardo do rei com D. Ana Mendonça, dama de D. Joana, a Excelente Senhora. D. Jorge nasceu a 12 de Agosto de 1481 em Abrantes. Quando o príncipe Afonso morreu com 16 anos nas caçadas em Santarém, D. Jorge foi o escolhido pelo pai para ocupar o trono quando a hora chegasse. Procurou legitimar o filho, o que veio agravar a situação conjugal dos monarcas.

Esta situação não era nova, pelo contrário, aconteceu a D. João I, filho de D. Pedro I e de Teresa Lourenço, a amante conhecida que se seguiu no historial do rei após a morte de D. Inês de Castro. Infelizmente, para pai e filho, D. Leonor de Lencastre pedido do rei, sendo uma grande afronta para ela como mãe, que acabara de perder o seu único filho e legitimo rei da Dinastia de Avis. Conta as estórias que a situação entre o casal ficara tão mal, que D. João II chegava a tratar mal a rainha em público.

Confrontado com um dilema, D. João III opta por nomear D. Manuel o seu sucessor ao trono, mas deixa claro, que caso D. Manuel não tenha filhos, D. Jorge deve sucede-lo.

D. Leonor faleceu a 17 de Novembro de 1525, aos 67 anos.


Daniela Vicente

Título: D. Leonor de Lencastre, uma rainha portuguesa

Autor: Daniela Vicente (todos os textos)

Visitas: 6

721 

Comentários - D. Leonor de Lencastre, uma rainha portuguesa

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Como fazer disfarces de Carnaval

Ler próximo texto...

Tema: Vestuário
Como fazer disfarces de Carnaval\"Rua
O ano começa e depressa chega uma data muito ansiada principalmente pelos mais jovens: o desejado Carnaval!

Esta é uma data que os pequenos adoram e deliram com as fantasias. O problema maior é a despesa que os disfarces representam e no ano seguinte já não usarão o mesmo disfarce ou, no caso dos mais pequenos, já não lhes serve.
O melhor nesta data é mesmo reciclar e aprender a fazer disfarces caseiros utilizando truques mais económicos e materiais reciclados para preparar as fantasias dos pequenitos!

Uma sugestão para os meninos é o traje de pirata que pode facilmente ser criado a partir de peças que tenha em casa. Procure uma camisa de tamanho grande e, de preferência, de cor branca com folhos. Se não tiver uma camisa com estas características facilmente encontrará um modelo destes no guarda-vestidos de alguma familiar, talvez da avó.

Precisará de um colete preto. Na falta do colete pode utilizar um casaco preto que esteja curto, rasgue as mangas pelas costuras dos ombros. As calças devem ser velhas e pretas para poderem ser cortadas na zona das pernas para envelhecer a peça. Coloque um lenço preto ou vermelho na cabeça do menino e, de seguida, com um elástico preto e um pouco de velcro tape um dos olhos.

Para as meninas não faltam ideias originais para fazer disfarces bonitos e especiais para este dia. Uma ideia original é a fantasia de Flinstone. É muito fácil e prática de fazer e fica um disfarce muito bonito. Comece por arranjar um pedaço de tecido branco. Coloque o tecido em volta do corpo como uma toalha de banho e depois amarre num dos braços fazendo uma alça. Depois corte as pontas em ziguezague mantendo um lado mais comprido que o outro. Amarre o cabelo da menina todo no cimo da cabeça, como se estivesse a fazer um rabo-de-cavalo mas alteie-o mais. Com o auxílio de um pente frise o cabelo, pegando nas pontas e passando o pente em sentido contrário até que fique todo despenteado. Numa loja de disfarces compre um osso de plástico e prenda na fita da criança.

Pegue nos materiais, puxe pela imaginação e ponha mãos ao trabalho!

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:Como fazer disfarces de Carnaval

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Rua DireitaRua Direita

    09-06-2014 às 04:01:21

    Não em carnaval, mas em bailes de fantasia, sempre usei o TNT. Eles são ótimos para trabalhar o corte, para costurar e deixa bem bonito!
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios