Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Saúde > Vá de férias, mas leve um kit de primeiros socorros

Vá de férias, mas leve um kit de primeiros socorros

Categoria: Saúde
Visitas: 6
Vá de férias, mas leve um kit de primeiros socorros

Férias à vista. É o que muita gente refere quando finalmente chega o dia de meter as malas no carro.

Estas, são algo muito desejado por toda a família, principalmente pelos mais pequenos e por todos aqueles que anseiam por uns momentos de merecido descanso depois de um ano de muito trabalho.

O tempo de espera para que tal aconteça, que por vezes é de muitos meses, leva as pessoas a organizarem muito bem aquele espaço de tempo que parece nunca mais chegar. Mas, na verdade não são raros os casos em que é esquecido o simples fato de que durante essas férias podem acontecer acidentes ou doenças que embora sem grande gravidade precisam ser resolvidos de imediato pois de outra forma podem arrasar as suas férias.

Malas, brinquedos, comida entre outros é necessário não esquecer de levar consigo um kit de primeiros socorros. Este pode ser de primordial importância para o sucesso das suas férias. Organize-o de forma a que no momento em que for necessário não se perca tempo à procura dos materiais necessários.

O kit deve ser feito tendo em conta a opinião da própria pessoa dado que é certamente ela que o vai usar em caso de necessidade, no entanto, é aconselhável que este seja dividido em quatro partes de igual importância:

• Uma para os instrumentos, que deve conter uma tesoura, uma pinça, um termómetro e luvas esterilizadas.

• Outra com materiais necessários à elaboração de um penso como é o caso de compressas esterilizadas, ligaduras, algodão, adesivo e pensos de diversos tamanhos.

• Quanto à parte dos medicamentos esta deve estar munida de toalhitas com desinfetante, desinfetante, soro fisiológico, água oxigenada, pomada para picadas de insetos e queimaduras, analgésicos, antieméticos, antipiréticos, anti-inflamatórios, repelente de insetos, anti alergénicos e sabão de coco para limpar a zona das picadas ocorridas com animais peçonhentos.

• Na quarta parte deve existir uma bolsa de água quente e água gelada e um manual de primeiros socorros.

Para além de todos estes cuidados não se esqueça de verificar o prazo de validade e não dê qualquer medicamento sem antes ter a certeza de que a pessoa não é alérgica. Para sua maior segurança logo que chegar ao local escolhido para as suas férias procure saber onde é o hospital mais próximo assim como uma farmácia.


Isabel Costa

Título: Vá de férias, mas leve um kit de primeiros socorros

Autor: Isabel Costa (todos os textos)

Visitas: 6

627 

Comentários - Vá de férias, mas leve um kit de primeiros socorros

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Como fazer disfarces de Carnaval

Ler próximo texto...

Tema: Vestuário
Como fazer disfarces de Carnaval\"Rua
O ano começa e depressa chega uma data muito ansiada principalmente pelos mais jovens: o desejado Carnaval!

Esta é uma data que os pequenos adoram e deliram com as fantasias. O problema maior é a despesa que os disfarces representam e no ano seguinte já não usarão o mesmo disfarce ou, no caso dos mais pequenos, já não lhes serve.
O melhor nesta data é mesmo reciclar e aprender a fazer disfarces caseiros utilizando truques mais económicos e materiais reciclados para preparar as fantasias dos pequenitos!

Uma sugestão para os meninos é o traje de pirata que pode facilmente ser criado a partir de peças que tenha em casa. Procure uma camisa de tamanho grande e, de preferência, de cor branca com folhos. Se não tiver uma camisa com estas características facilmente encontrará um modelo destes no guarda-vestidos de alguma familiar, talvez da avó.

Precisará de um colete preto. Na falta do colete pode utilizar um casaco preto que esteja curto, rasgue as mangas pelas costuras dos ombros. As calças devem ser velhas e pretas para poderem ser cortadas na zona das pernas para envelhecer a peça. Coloque um lenço preto ou vermelho na cabeça do menino e, de seguida, com um elástico preto e um pouco de velcro tape um dos olhos.

Para as meninas não faltam ideias originais para fazer disfarces bonitos e especiais para este dia. Uma ideia original é a fantasia de Flinstone. É muito fácil e prática de fazer e fica um disfarce muito bonito. Comece por arranjar um pedaço de tecido branco. Coloque o tecido em volta do corpo como uma toalha de banho e depois amarre num dos braços fazendo uma alça. Depois corte as pontas em ziguezague mantendo um lado mais comprido que o outro. Amarre o cabelo da menina todo no cimo da cabeça, como se estivesse a fazer um rabo-de-cavalo mas alteie-o mais. Com o auxílio de um pente frise o cabelo, pegando nas pontas e passando o pente em sentido contrário até que fique todo despenteado. Numa loja de disfarces compre um osso de plástico e prenda na fita da criança.

Pegue nos materiais, puxe pela imaginação e ponha mãos ao trabalho!

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:Como fazer disfarces de Carnaval

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Rua DireitaRua Direita

    09-06-2014 às 04:01:21

    Não em carnaval, mas em bailes de fantasia, sempre usei o TNT. Eles são ótimos para trabalhar o corte, para costurar e deixa bem bonito!
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios