Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Saúde > Como evitar plastico no organismo

Como evitar plastico no organismo

Categoria: Saúde
Visitas: 2
Comentários: 1
Como evitar plastico no organismo

Mais de 90% das pessoas possuem plástico no sangue, de acordo com a WebMD. Descobriram há pouco tempo que este fenômeno pode causar doenças cardíacas, obsesidade, abortos e deformações genitais subtis.

Os Ftalatos são produtos químicos flexível em durável. O Bisphenol-A (BPA) é usado em resina expóxi para revestimento e proteção de comida enlatada, garrafas de água e outros produtos. Ambos podem entrar no corpo humano através do contacto. Podem perturbar o sistema endócrino do corpo, e trazer efeitos negativos para o desenvolvimentos, para a reprodução e para os sistemas neurológico e imunológico, de acordo com o Instiuto Nacional de Ciências Ambientais e Saúde.

Estudos recentes feitos nos EUA, na Suécia e em Itália contradizem as diretrizes da Administração de Alimentos e Remédios (FDA - Food And Drugs Administration) sobre os BPA e os ftalato. Mostram que o nível dessas substâncias químicas no sangue, considerado seguro pelo FDA, pode não ser seguro.

Esforços para viver com menos plásticos estão a ganhar impulso em todo o mundo, devido a preocupações com a saúde e com o meio ambiente.

No dia 1 d Outubro, a Apple lançou um aplicativo chamado "Vença as Microesferas". Os utilizadores podem fazer scan a códigos de barras para ver se os produtos contém microesferas plásticas. Por exemplo, alguns cosméticos possuem essas microesferas, que são resíduos de plásticos invisível ao olho humano.

O aplicativo avalia o produto por cores. Verde é seguro; laranja significa que o produto prometeu melhorias; vermelho indica que o produto possui microesferas plásticas, e para as pessoas que desejam evitá-la, é melhor não consumir tal produto.

Aqui estão algumas dicas sobre como fazer pequenas e eficazes alterações no quotidiano para viver com menos plástico no seu sangue:



1. Mantenha-se atento para os seguintes plásticos e evite-os, pode manter uma lista para consulta fácil ao ler os rótulos: DBP (di-n-butil ftalato), DEP (ftalato diético), DEHP (di-ethilhexil) ftalato ou Bis (2-ethilhexil), BzBP (Benzibutil ftalato), DMP (dimethil ftalato) e códigos de reciclagem 3 e 7.

2. Pare de mascar pastilhas elásticas...Todas contém plásticos!

3. Não superaqueça a sua panela aderente. Se a aquecer vazia, pode chegar a mais de 500 graus, ponto em que os produtos químicos saão liberados. Um pássaro morreria respirando esses gases de cozimento.

4. O queijo é normalmente envolvido por plástico. Mas pode comprar uma bola completa de queijo, e mantê-lo em recpientes herméticos de aço, vidro ou enrolado num papel ou frigorífico. Pode também passar um pouco de azeite no lado cortado para evitar a desidratação. Se formar mofo, ele irá se alimentar do óleo e ná do queijo, assim pode simplesmente levá-lo e aproveitar o seu queijo por mais tempo.

5. Em vez usar fita adesiva para papel de embrulho, esxperimente as técnicas furoshiki de embalagem.




6. Evite embalagens plásticas. Faça os seus próprios lanches e condimentos; tente, por exemplo, fazer as suas próprias barras de cereais, iogurte, ketchup e maionese.

7. Compre uma árvore de natal de vidro de verdade, ou compre uma de papelão, madeira ou vidro, ao invés de uma de plásticos.

8. Use biberões de vidro derretido. Se usar garrafas de plástico, não as aqueça. Ao aquecê-las, pode fazer com que o plástico e outros produtos químicos no biberões se lebertem no leite.

9. Não use capas ou recepientes plásticos no micro-ondas, use cerâmica ou toalhas de papel no seu lugar.

10. Carregue no seu carro ou na bicicleta, sacas de materiais para fazer compras. E não esqueça de levá-las consigo quando for comprar comida, roupas e outros produtos. Ou...seja criativo e faça sua própria sacola. Uma camiseta é tudo que você precisa para fazer cinco sacos.




11. Evite roupas feitas de poliéster. acrílico, lycra, elastano e nylon. Estes materiais contém plástico.

12. Beba de canecas reutilizáveis de aço inoxidável ou de cerâmica. As crianças podem levar bebidas para a escola em garrafas Klean Kanteen para crianças, ou alternativas não tóxicas similares para sucos de fruta ou recipientes plásticos livres de BPA.

13. Não compre pão fatiado, ou faça-os você mesmo em casa.

14. Use barra de sabão natural ao invés de sabonetes líquidos que podem conter microesferas plásticas. Pode usá-los como creme de barbear também.

15. No lugar de usar shampoo em garrafa, use bicarbonato de sódio e água para limpar, e vinagre de maça para enxugar (ou compre barras de shampoo natural).

16. Use bicarbonato de sódio misturado com um pouco de óleo como desodorizante. Funciona.

17. Use vidro ou pirex ao invés de plástico para guardar comida.

18. Limpe sua casa com vinagre, água, bicarbonato de sódio e purificadores naturais, ao invés de usar detergentes químicos embalados em plástico.

19. Use absorventes de pano duráveis.


Miguel Pereira

Título: Como evitar plastico no organismo

Autor: Miguel Pereira (todos os textos)

Visitas: 2

609 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 1 )    recentes

  • SophiaSophia

    18-04-2014 às 22:35:03

    Muito bom, a Rua Direita agradece sua contribuição no site.

    ¬ Responder

Comentários - Como evitar plastico no organismo

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Os primeiros brinquedos

Ler próximo texto...

Tema: Brinquedos
Os primeiros brinquedos\"Rua
O brinquedo é mais do que um objecto para a criança se divertir e distrair, é também uma forma de conhecer o mundo que tem ao seu redor e para dar asas à sua imaginação. Desta forma, os brinquedos sempre estiveram presentes na sociedade.

Os primeiros brinquedos datam de 6500 anos atrás, no Japão, em que as crianças brincavam com bolas de fibra de bambu. Entretanto há 3000 anos surgiram os piões feitos de argila e decorados, na Babilónia.

No século XIII apareceram os soldadinhos de chumbo, porém só eram acessíveis às famílias nobres. Cinco séculos mais tarde, apareceram as caixas de música, criadas por relojoeiros suíços.

As bonecas são muito antigas, surgiram enquanto figuras adoradas como deusas, há 40 mil anos, mas a primeira fábrica abriu apenas em 1413 na Alemanha. Barbie, a boneca mais famosa do mundo, foi criada em 1959, mas ainda hoje é das mais apetecíveis pelas crianças.

O grande boom dos brinquedos aconteceu quando se descobriu o plástico para o fabrico. Mesmo assim, muitas famílias não podiam comprar brinquedos aos filhos, como tal, estes utilizavam diversos tipos de materiais e construíam os seus próprios brinquedos.

Actualmente, as crianças têm acesso a uma enorme variedade de brinquedos, desde bonecas, a carros telecomandados, a videojogos… Educativos ou apenas lúdicos, há de tudo e para todos os gostos e preços.

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:Os primeiros brinquedos

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • umdolitoys 23-01-2013 às 05:46:38

    Adorei a reportagem! e tenho algo para vocês verem!!

    Espero que gostem!!!

    ¬ Responder
  • sofia 22-07-2012 às 21:56:29

    Achei muito interecante e muito legal saber que ano foi fabricadoas bonecas

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios