Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Outros > Pontos A Considerar No Emprego Do Verbo Acontecer

Pontos A Considerar No Emprego Do Verbo Acontecer

Categoria: Outros
Visitas: 2
Pontos A Considerar No Emprego Do Verbo Acontecer

É bem interessante estudarmos alguns verbos da língua portuguesa. Ainda mais, quando trabalhamos com escrita ou quando vamos prestar algum tipo de concurso. Um desses verbos é “acontecer”. Para muitos, o verbo acontecer pode ser empregado em qualquer tipo de situação ou de qualquer jeito, mas não é bem assim. Você terá aqui alguns pontos que devem ser considerados para esse verbo seja utilizado de maneira correta. Então, vamos lá!

Pontos a considerar no emprego do verbo acontecer:


1 – Este verbo deve concordar normalmente com o sujeito da oração:
- Acontecem (e não acontece) desgraças que poderiam ser evitadas;
- Nos últimos dias aconteceram (e não aconteceu) vários acidentes naquela rodovia.

2 – O sujeito sendo uma oração infinitiva é inadequado o uso da preposição “de” após o verbo acontecer:
- Se lhe acontece encontrar a porta fechada, ele espera pacientemente.
Contrariando a boa regência, um escritor moderno escreveu:
- Já lhe aconteceu de fazer alguma coisa sem saber o porquê?
Correção: Já lhe aconteceu fazer alguma coisa sem saber o porquê?

3 – Embora se trate de verbos ligados por um traço semântico comum, não convém, na linguagem culta formal usar, acontecer por realizar-se. Diga-se, portanto:
- A inauguração da obra realizou-se (e não aconteceu) na manhã de ontem;
- A greve dos bancários não se realiza (em vez de não acontece). Pode-se recorrer a outras construções:
- Inaugurou-se a obra na manhã de ontem;
- Fracassa a greve dos bancários;
- Não houve o esperado festival;
- A viagem do ministro será no sábado;
- Infelizmente o contrato não se efetuou (ou não se concretizou).

4 – No padrão culto também não se deve empregar acontecer no sentido de “obter êxito ou notoriedade”, “tornar-se conhecido, admirado, famoso”, como nesta frase:
- Cíntia, que teve seu primeiro livro indicado para o Jabuti, quer acontecer também fora de casa, como tantos escritores gaúchos. (Raquel Bertol, O Globo, 24.06.2000).

Espero que tenha esclarecido bastante acerca do emprego correto do verbo acontecer. Realmente, é preciso considerar pontos fundamentais da nossa língua portuguesa para sabermos como utilizá-la na escrita e fala. Até mais!!


Vicente Silva

Título: Pontos A Considerar No Emprego Do Verbo Acontecer

Autor: Vicente Silva (todos os textos)

Visitas: 2

517 

Comentários - Pontos A Considerar No Emprego Do Verbo Acontecer

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Um caminho para curar o transtorno alimentar

Ler próximo texto...

Tema: Saúde
Um caminho para curar o transtorno alimentar\"Rua
De acordo com um relatório divulgado em novembro de 2014 pelo Comitê Permanente sobre o Status da Mulher, entre 600 mil a um milhão de canadenses cumprem os critérios diagnósticos para um transtorno alimentar em um dado momento. Problemas de saúde mental com ramificações físicas graves, anorexia e bulimia são difíceis de tratar.

Os programas públicos de internação frequentemente não admitem pacientes até que estejam em condição de risco de vida, e muitos respondem mal à abordagem em grupo. As clínicas privadas costumam ter listas de espera épicas e custos altos: um quarto custa de US$ 305 a US$ 360 por dia.


Corinne lutou juntamente com seus pais contra a bulimia e anorexia por mais de cinco anos. Duffy e Terry, pais de Corinne, encontraram uma clínica na Virgínia. Hoje, aos 24 anos, ela é saudável e está cursando mestrado em Colorado. Ela e seus pais acreditam que a abordagem holística, o foco individualizado e a estrutura imersiva de seu tratamento foram fundamentais para sua recuperação.

Eles sabem que tinham acesso a recursos exclusivos. "Tivemos sorte", diz Duffy. "Podíamos pagar por tudo." Mas muitos não podem.
A luta desta família levou-os a refletir sobre o problema nos Estados Unidos. Em 2013, eles fundaram a Water Stone Clinic, um centro privado de transtornos alimentares em Toronto. Eles fazem yoga, terapia de arte e participam na preparação de refeições, construindo habilidades na vida real com uma equipe de apoio empática. Os programas funcionam nos dias da semana das 8h às 14h, e até agora, não tem lista de espera. Porém essa abordagem é onerosa: aproximadamente US$ 650 por dia.

A família criou a Fundação Water Stone - uma instituição de caridade que fornece ajuda a pacientes que não podem pagar o tratamento. Os candidatos são avaliados por dois comitês que tomam uma decisão baseada na necessidade clínica e financeira. David Choo Chong foi o primeiro a se beneficiar da fundação. Ele havia tentado muitos programas, mas nenhum foi bem sucedido. A fundação pagou metade do tratamento. Dois anos depois, Choo Chong, feliz e estável diz "Water Stone me ajudou a encontrar quem eu sou".

Pesquisar mais textos:

Roberta Darc

Título:Um caminho para curar o transtorno alimentar

Autor:Roberta Darc(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios