Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Outros > Dicas para aprender inglês com sotaque americano

Dicas para aprender inglês com sotaque americano

Categoria: Outros
Dicas para aprender inglês com sotaque americano

Para algumas pessoas apenas aprender inglês não basta, elas sentem a necessidade de falar como um verdadeiro nativo. Já pensou você conversando com um americano sem dar pistas de que não é um nativo? Acha difícil? Realmente não é fácil, mas temos 3 dicas muito eficientes para você aprender o sotaque americano.

1- Treine os seus ouvidos

Hoje em dia temos inúmeras ferramentas para praticarmos o “listening”, existe um vasto e riquíssimo material para treinarmos nossa audição, veja alguns deles:
- Sites para estudantes praticarem gratuitamente, como: Busuu, Learn American English Online, USA Learns;
-Músicas de artistas nativos, você também pode acessá-las por intermédio de rádios online que possuem milhares de músicas a sua disposição;
- Filmes, desenhos e miniséries, pratique com o áudio e a legenda em inglês, isso auxilia ainda mais na fixação das palavras;
- Outra alternativa interessante são as revistas que acompanham CD’s e DVD’s, são materiais específicos para quem gosta de treinar a audição, por exemplo: Speak up Magazine, Hot English Magazine;
- Games e jogos de computador com locução em inglês, existem diversas opções de jogos, sendo que grande parte deles são gratuítos;
- Telejornais e programas de TV’s internacionais, tais como: BBC, CNN, entre outros.

2- Aprenda expressões típicas da região

Assim como no Brasil cada região dos Estados Unidos detêm um sotaque típico, o país é muito grande e possui uma diversidade gigantesca, fruto de sua mixigenação de varias raças e culturas.
Para aprimorar sua fluência uma boa sugestão é estudar expressões e as maneiras típicas que os nativos utilizam. Isso enriquecerá muito o seu sotaque, mas tome cuidado para não misturar, pois seria algo como um carioca dizendo uai sô.

3- Estabeleça contato com os nativos

Existem diversos meios de comunicação “real time” que podem ser utilizados para manter contato com um nativo, por exemplo: Skype, Yahoo messenger. As próprias redes sociais possibilitam esse contato instantâneo com os gringos. Outro meio muito eficiente para aprimorar o seu sotaque, porem relativamente caro, é o velho conhecido intercâmbio internacional, não se assuste com os valores, faça um contato com as agências de intercambio, pesquise preços, planeje bem a sua viagem, essa experiência lhe propicia uma inserção cultural incomparável que vale a pena você conhecer.


Fabio Vidal

Título: Dicas para aprender inglês com sotaque americano

Autor: Fabio Vidal (todos os textos)

Visitas: 0

238 

Comentários - Dicas para aprender inglês com sotaque americano

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Futuro da Tecnologia, Qual o Limite?

Ler próximo texto...

Tema: Informática
Futuro da Tecnologia, Qual o Limite?\"Rua
Futuro da Tecnologia, Qual o Limite?

Bom, Não é de hoje que tecnologia vem surpreendendo a todos nós com grandes revoluções e os custos que diminuem cada vez mais.
Hoje em dia é comum ver crianças com smarthphones com tecnologia que a 10 anos atrás nem o celular mais moderno e caro do mercado tinha.
Com isso surgiram sugiram vários profetas da tecnologia e visionários, tentando prever qual será o próximo passo.

E os filmes retratam bem esse tema e usam essa formula que atrai a curiosidade das pessoas.
Exemplos:

Minority report - A nova lei de 2002 (Imagem)

Transcendence de 2014

Em Transcendence um tema mais conspiratório, onde um ser humano transcende a uma consciência artificial e assim se torna imortal e com infinita capacidade de aprendizagem.
Vale a pena ver tanto um quanto o outro filme. Algumas tecnologias de Minority Report, como utilizar computadores com as mãos (caso do kinect do Xbox 360 e One) e carros dirigidos automaticamente, já parecem bem mais próximo do que as tecnologias vistas em Transcendence, pois o foco principal do mesmo ainda é um tema que a humanidade engatinha, que é o cérebro humano, a máquina mais complexa conhecida até o momento.

Eu particularmente, acredito que em alguns anos teremos realmente, carros pilotados automaticamente, devido ao investimento de gigantes como o Google e o Baidu nessa tecnologia.

Também acho que o inicio da colonização de Marte, vai trazer grandes conquistas para humanidade, porém grandes desafios, desafios esses que vão nos obrigar a evoluir rapidamente nossa tecnologia e nossa forma de encarar a exploração espacial, não como um gasto, mas sim como um investimento necessário a toda humanidade e a perpetuação da sua existência.

A única salvação verdadeira para humanidade e para o planeta terra, é que seja possível o ser humano habitar outros planetas, seja localizando planetas parecidos com a terra ou mudando planetas sem condições para a vida em planetas habitáveis e isso só será possível com gente morando nesses planetas, como será o caso do Marte. O ser humano com a sua engenhosidade, aprendeu a mudar o ambiente a sua volta e assim deixou de ser nômade e da mesma forma teremos que aprender a mudar os mundos, sistemas, galáxias e o universo a nossa volta.

Espero que tenham gostado do meu primeiro texto.
Obrigado à todos!
Até a Próxima!


Pesquisar mais textos:

Érico da Silva Kaercher

Título:Futuro da Tecnologia, Qual o Limite?

Autor:Érico da Kaercher(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios