Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Outros > Auto-estima nas mulheres

Auto-estima nas mulheres

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Outros
Comentários: 4
Auto-estima nas mulheres

Ter autoestima significa gostar de si mesmo e de agradar aos outros.

Com efeito a pessoa que tem a estima elevada pr si mesmo tem mais facilidade em tudo.
Pode ser mais bem sucedida na vida, por ter o espírito mais positivo e atraír os acontecimentos e fatos benéficos.

Quem pensa bem de si próprio agrada mais aos outros e a si mesmo. È uma qualidade a seu favor. Contudo, se for em excesso pode estragar tudo.

A confiança em si mesmo e no próximo é de fato bom para os desafios da vida, mas se confiar demasiado, pode atrairr o oposto, caír em exacerbismos e excessos em tudo. Há pessoas que se sentem as melhores do mundo e menosprezam as qualidades dos outros. Por outro lado, valorizam-se demais, dando uma imagem de si mesmos que não coincide com a realidade.

Ter autoestima è com efeito, valorizar-se a si mesmo, confiar e acreditar, mas não deve ser em demasia.

O seu oposto pode gerar a apatia, o desinteresse e o descuido de si mesmo.

Mas, em tudo na vida é preciso ter, com conta, peso e medida, pois há quem tenha a autoestima sobrevalorizada, gerando inúmeros problemas para a sua vida e a dos outros.
O que importa é ter uma boa imagem de si próprio, mas também dos outros.

No fundo, ter autoestima é estar bem consigo mesmo e atraír as circunstâncias favoráveis ao seu bem-estar no dia a dia.

Cuidar da imagem é importante e aumenta a estima em si e nos outros. Mas além do cuidar é necessário também agradar, através de um carisma pessoal diferente e único.

Na realidade as pessoas com uma boa autoestima são mais felizes e alegres, contudo o seu exagero pode levar ao falhanço total. Isto porque as pessoas não têm consciência daquilo que são. E pensam demasiadamente bem de si, e mal dos outros.

Tal fato, não as deixa evoluir na vida, nem nos relacionamentos, no trabalho ou em sociedade.

Pode mesmo desembocar no fracasso.

Mas se uma pessoa tem uma autoestima no ponto ou menos exagerada, já está a atraír a si as coisas boas da vida. Desde que não menospreze os outros, nem a si.


Teresa Maria Batista Gil

Título: Auto-estima nas mulheres

Autor: Teresa Maria Gil (todos os textos)

Visitas: 0

634 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 4 )    recentes

  • Briana AlvesBriana

    28-07-2014 às 16:00:58

    A autoestima é preciosa numa mulher. Claro, na medida certa que não a prejudique e nem aos seus relacionamentos. Quando uma mulher gosta de si mesma, ela transmite maior confiança, beleza e ternura. Deus nos fez muito especiais e isso é a melhor motivação de termos uma boa autoestima.

    ¬ Responder
  • Carla HortaCarla Horta

    16-09-2012 às 22:05:40

    Durante muitos anos era coisa de que nem se falava. As mulheres quase não tinham direito ao sentimento, quanto mais a uma auto-estima. De facto há que alimentar o Ego e a auto-estima. A força interior faz milagres e quanto maior a auto-estima mais preparadas nos sentimos para enfrentar o mundo.

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoTeresa Maria Batista Gil

    29-07-2012 às 11:25:25

    A grande maioria das mulheres possui uma boa auto-estima.Esta é importante para o bom desempenho no dia-a-dia. Contudo, deve ser em conta, peso e medida, adaptada às situações.Uma mulher bem cuidada e produzida consegue mais fácilmente os seus objetivos na vida. A boa aparência é primordial para se conquistarem determinadas coisas visíveis, na sociedade vigente. Com efeito estamos numa sociedade em que o que interessa é o parecer e não o ter. Este princípio faz com que as pessaoas dêm mais valor á aparência física do que aos valores mais prementes do ser humano.Hoje em dia as pessoas investem mais em determinados aspetos, para elevarem a sua auto-estima. Com isso conseguem sair-se melhor de muitas situações inerentes ao seu quotidiano. O que interesa hoje é ser vitoriosa.Ter uma boa auto-estima ajuda muito nos problemas da vida. A pessoa é mais positiva, tolerante e compreensiva. Isto faz com que resolva tudo com mais facilidade, mestria e destreza.A fim de melhorar a auto-estima é necessário uma preocupação com o aspeto interior e exterior da mulher. Se este não for cuidado com esmero, difícilmente a estima fica em alta.Há mulheres que possuem demasiada auto-estima. Na realidade pensam que são as melhores em tudo. Isto pode dar também um efeito adverso ao que se pressupôe benéfico com a dose certa de estima.Ter uma auto-estima no ponto, influencia positivamente a vida quotidiana. Os problemas tornam-se mais leves e fáceis de resolver. O trabalho menos penoso e rotineiro e as traições menos sofridas.Quem não gosta de ser apreciada e elogiada em tudo o que se faz?. A maior parte das mulheres, naturalmente!. Mas para isso é preciso contribuír com uma dose certa de auto-estima e valorização pessoal.Atualmente há muitos cursos de Desenvolvimento Pessoal. Assim, é possível aprender a melhorar e valorizar a auto-estima da mulher. Para se ser bem sucedida, ás vezes é necessário investir e gastar.

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoIsabel

    28-06-2012 às 10:16:53

    Obrigado pelos concelhos mesmo, estava a ficar um pouco cansada da vida...

    ¬ Responder

Comentários - Auto-estima nas mulheres

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

O que é uma Open House?

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Imóveis Venda
O que é uma Open House?\"Rua
Este é um tema que vem pôr muito a lindo o trabalho de alguns mediadores imobiliários e do seu trabalho.

Quando temos um imóvel para vender, muitos são os métodos a utilizar e os meios que nos levam até eles para termos o nosso objetivo cumprido – A venda da Casa.
Quando entregamos o nosso imóvel para que uma mediadora o comercialize, alguns aspetos têm de ser tidos em conta, como a legalidade da empresa e quem será a pessoa responsável pela divulgação da sua casa, mas a ansia de vermos o negócio concretizado é tanta, que muitas vezes nos escapa a forma como fazem a referida divulgação e publicidade do imóvel.

Entre anúncios na internet e as conhecidas folhas nas montras dos estabelecimentos autorizados, muitas mediadoras optam por fazer uma ação que está agora muito em voga que é uma Open House. Mas afinal, o que é isto de nome estrangeiro que tanto se vê pelas ruas e em folhetos de anúncio?

Ora bem, a designação em Português é muito simples – Casa Aberta. E na realidade, uma Open House é isso mesmo. Abrir uma Casa para que todos a possam ver. NO entanto, requerem-se alguns aspetos que as mediadoras normalmente preveem, mas que é fundamental que o proprietário do imóvel também tenha consciência e conhecimento.

Por norma as imobiliárias só fazem este tipo de intervenção e ação em imóveis que têm como exclusivo, isto é, quando é uma só determinada mediadora, a autorizada a poder comercializar o imóvel.

Em segundo lugar, este tipo de ação de destaque requer à mediadora custos com tempo, recursos humanos e financeiros.
A mediadora começa por marcar um dia próprio que por norma é datado para um feriado ou fim de semana. Faz então publicidade local através de folhetos e flyres anunciando a Open House, o dia e a hora, tal como o local. Muito provavelmente serão tiradas fotografias ao seu imóvel.

Através de redes sociais também poderão ser divulgadas as ações.
No dia da Open House, o local será indicado com publicidade da sua casa e da imobiliária e começarão a aparecer visitas ao imóvel.

Sugiro que não tenha mobiliário e muito menos valores em casa. O ideal será o imóvel estar desocupado de todos e quaisquer bens, por uma questão de segurança, mas também porque as áreas parecerão maiores e isso com toda a certeza ajuda à venda.

A imobiliária será responsável pela limpeza e trato do imóvel, pelo que se ocorrerem danos, serão eles os responsáveis.
Neste tipo de ações, é normal que a concorrência das imobiliárias apareça e faça parcerias que para si só trará vantagens.

Uma Open House pode não ser uma ação de destaque em Portugal, mas por exemplo nos Estados Unidos, é o normal e mais agradável. Os clientes não se sentem pressionados como numa visita normal e os negócios concretizam-se com muito mais rapidez e naturalidade.

Pesquisar mais textos:

Carla Horta

Título:O que é uma Open House?

Autor:Carla Horta(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios