Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Material Escritório > Papel carbono: seu auge e seu declínio

Papel carbono: seu auge e seu declínio

Visitas: 60
Comentários: 9
Papel carbono: seu auge e seu declínio

Até o século XVIII, escrever um mesmo texto e enviá-lo a várias pessoas era tarefa cansativa e que demandava tempo, pois não havia técnica de cópia, sendo necessário reescrevê-lo tantas vezes quantos fossem os destinatários.


Foi na Grã-Bretanha que surgiu a solução para este problema. Em 1806 o stylographic writer era patenteado por Ralph Wedwood, lingüista e inventor do novo recurso de cópias. O modelo e a forma eram rústicos. Para obter duplicata usavam-se dois papéis finos, colocando entre eles uma pasta elaborada com óleo, cera e negro-de-fumo. Na primeira, desenhavam-se as letras com uma ponta seca, que eram transferidas para a segunda folha. Ocorria, entretanto, que na folha original a pasta deixava as marcas invertidas e para ler era necessário recorrer ao espelho. Problema que foi resolvido ao longo de sua trajetória.


Com a invenção da máquina de escrever, em 1870, o papel carbono conheceu o triunfo, sendo difundido mundialmente.


O cientista da comunicação, Marshal McLuhan, já no século XX, classificou o papel carbono como o ponto de partida para a comunicação de massa, pois multiplicava a informação, mesmo em pequena escala, numa cifra apenas de unidades. Todavia, foi com papel carbono que foram duplicados arquivos históricos como o de Winston Churchill, e os autógrafos dos manuscritos de Mark Twain.


O papel carbono tem tecnologia simples. Coberto por uma composição química em uma das faces, a transferência da tinta ou da pigmentação ocorre por impacto. Seu declínio começou com o advento das impressoras. Embora as matriciais, que utilizavam o mesmo princípio do impacto, tenham sido parceiras do papel carbono, as gerações seguintes das impressoras, com tecnologia de jato de tinta e laser, foram empurrando o papel carbono para o esquecimento e inutilidade, pois são capazes de fazer grande número de cópias com a mesma nitidez, e em grande velocidade.

Hoje, o papel carbono segue sua marcha para a obsolescência, tendo um consumo irrisório no mundo inteiro, motivo pelo qual as fábricas continuam fechando. Atualmente, é utilizado estritamente para emissão de notas fiscais e duplicação dos escritos à mão.

Mas, mesmo quando houver desaparecido completamente, permanecerão resquícios de sua importante passagem pela história. A Internet, a grande sensação atual, presta sua homenagem a este colega tecnológico quando, no cabeçalho dos e-mails preserva a abreviatura “Cc”, que significa “cópia em carbono” (carbon copy), usada nas cartas para informar os receptores dos textos em cópia.


Hediene

Título: Papel carbono: seu auge e seu declínio

Autor: Hediene Hediene (todos os textos)

Visitas: 60

781 

Imagem por: bgilliard

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 9 )    recentes

  • Ednaldo

    29-05-2015 às 14:19:01

    Sou proprietário da empresa sos embalagens, trabalho com papais,carbono e outros como podemos fazermos uma passearia/

    ¬ Responder
  • Kizua UriasKizua

    22-09-2014 às 19:45:22

    Amei saber sobre o "CC" do e-mail que enviamos diariamente. Não sabia desse legado e da grande importância do papel carbono. Muito bom!

    ¬ Responder
  • Edu da SilvaEdu da Silva

    03-04-2012 às 00:19:28

    adorei txt

    ¬ Responder
  • Alessio DiasAlessio Dias

    10-02-2012 às 19:07:09

    Somos industria fabricante de Carnauba T4, materi-prima utilizada na fabricação de papel carbono.Estamos localizados em Teresina/PI e despachamos para todo Brasil. Queria seu contato Lilian.
    Abaixo, nossos telefones 86 3231.2637/3231.2569/9941.9002

    ¬ Responder
  • Jéssica MurielJéssica Muriel

    02-10-2011 às 22:55:20

    Boa noite Lilian sou estudande de meio ambiente e no meu TCC irei desenvolver uma técnica para a reciclagem do papel carbono. Qual a composição quimica desse papel?

    Grata,
    Jéssica

    ¬ Responder
  • silvio roloffsilvio roloff

    19-01-2011 às 00:12:38

    @lilian
    Tenho interesse em conversar a respeito de papel carbono.
    Aguardo seu contato.
    Obrigado
    Silvio

    ¬ Responder
  • Roberta MonteiroJ. Duarte

    16-11-2010 às 15:29:14

    Lilian, Boa Tarde!
    Vocês como fabricantes devem utilizar a cera de carnauba T/4 para a a produção da tinta. Eu fforneço cera de Carnauba T/4 diretamente do produto no nordeste.
    Caso haja interesse por favor me comunique os dados da sua empresa para que faça uma visita.
    Grato
    J. Duarte

    ¬ Responder
  • MARIA APARECIDAMARIA APARECIDA

    05-11-2010 às 19:41:45

    @lilian
    preciso de preço de papel carbono 220x330 preto filme
    grata

    ¬ Responder
  • lilianlilian

    30-04-2010 às 19:17:58

    sou fabricante de papel carbono a mais de 60 anos, gostaria de saber o nome do responsavel pela compra deste material para enviar amostrar e manter contato
    grata
    lilian

    ¬ Responder

Comentários - Papel carbono: seu auge e seu declínio

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Secretária em vidro

Ler próximo texto...

Tema: Mobiliário
Secretária em vidro\"Rua
A maior parte das casas tem um escritório para fazer os trabalhos relativos Á profissão ou outros. È uma divisão extremamente necessária para as pessoas se recolherem a trabalhar. Por isso o escritório deve ser um local com conforto e agradável. O ambiente torna-se extremamente importante para o recolhimento necessário e a concentração que certos trabalhos exigem. Se não se tiver no local de trabalho tem de construir-se em casa.

Em todas as profissões é útil ter uma secretária para colocar um computador portátil. Livros e outros acessórios. É uma peça de mobiliário que não se dispensa de forma nenhuma. Desde sempre que foi indispensável na escola, no escritório, na empresa. A sua funcionalidade é como a do computador que praticamente não se dispensa. Para onde se vá leva-se o computador portátil a servir de complemento.

No que diz respeito à secretária ela exige um bom material e design bonito. E de facto há secretárias muito belas desde o seu modelo ao material e design. Por exemplo uma secretária em vidro fica muito bem num escritório amplo de uma vivenda ou numa empresa particular bem decorada. Pode colocar-se também num pequeno escritório de um apartamento ou numa sala especial e decorada a gosto. Há quem prefira ter uma secretária num espaço pequeno especificamente para trabalho. Deste modo concentra-se mais nele e não pensa no que tem para fazer em casa. Ou seja, dá mais prioridade ao que eventualmente tenha que fazer numa secretária. Para além de ajudar a decorar e embelezar o espaço onde se coloca dá um certo ar de charme e gramou num ambiente. Se este for decorado com objectos bonitos de decoração e uma estante para livros dá um ar mais intelectual ao ambiente. Deste modo mais propício para o recolhimento.

Não é por acaso que muita gente prefere o seu escritório para passar as horas que dispõe no seu quotidiano ou fins – de - semana. É um local propício a pensar mais nos projectos, no trabalho e nos encargos da vida. Deste modo cada divisão da casa tem uma funcionalidade diferente e um ar distinto dos restantes.

Não quer dizer que uma secretária em vidro não fique adaptada noutro local que não seja para o trabalho de estudantes ou outros, ela pode ainda adaptar-se para embelezar ou harmonizar espaços que estejam por preencher numa casa maior ou outro local. Sem dúvida que a secretária em vidro não vai deixar mal nenhum espaço onde se coloque.

Pesquisar mais textos:

Teresa Maria Batista Gil

Título:Secretária em vidro

Autor:Teresa Maria Gil(todos os textos)

Imagem por: bgilliard

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Rua DireitaRua Direita

    20-04-2014 às 15:52:38

    Fantástico texto! A Rua Direita agradece!

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios