Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Empresariais > Plano de negócios

Plano de negócios

Categoria: Empresariais
Comentários: 1
Plano de negócios

As sociedades vivem em torno de um bom negócio e as possibilidades de tal são imensas, só que para tal, há que ter uma boa estratégia e um plano de negócios que consiga prever todas as necessidades e dificuldades que possam surgir.

Assim, é de extrema importância elaborar um plano de negócios, antes de decidir avançar.

Este deve conter elementos, tais como: análise do mercado (conhecer o público-alvo, definir o âmbito geográfico de actuação da empresa, identificar os concorrentes, estabelecer os fornecedores e delinear a estratégia de marketing), um plano de investimento (a escolha do valor, a funcionalidade e a localização das instalações, o equipamento a adquirir, a selecção e recrutamento de empregados, a necessidade de ter serviços de apoio e outras despesas que possam surgir).

Neste momento já dá para perceber se vale a pena fazer o investimento e caso decida avançar deve fazer um plano de exploração, onde deve analisar os proveitos com a venda dos produtos/serviços e os custos fixos e variáveis.

De seguida tem que pensar em fontes de financiamento e definir um plano de tesouraria.

Finalmente, há que calcular a rentabilidade do projecto. Concluído o Plano de Negócios, pode tomar uma decisão mais coerente, mas lembre-se que este plano não evita riscos, ajuda é a preveni-los e a seguir por um caminho mais seguro.

Ah e não divulgue muito os resultados a que chegou, porque afinal, “o segredo é a alma do negócio”.


Rua Direita

Título: Plano de negócios

Autor: Rua Direita (todos os textos)

Visitas: 0

678 

Imagem por: lumaxart

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 1 )    recentes

  • Briana AlvesBriana

    11-07-2014 às 19:50:03

    Não tem como obter sucesso, crescimento e qualidade sem um bom plano de negócio. É o que faz a empresa movimentar-se e atingir suas metas.

    ¬ Responder

Comentários - Plano de negócios

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Martelos e marrettas

Ler próximo texto...

Tema: Ferramentas
Martelos e marrettas\"Rua
Os martelos e as marretas são, digamos assim, da mesma família. As marretas poderiam apelidar-se de “martelos com cauda”. Elas são bastante mais robustas e mantêm as devidas distâncias: o cabo é maior.

Ambos constituem, na sua génese, amplificadores de força destinados a converter o trabalho mecânico em energia cinética e pressão.

Com origem no latim medieval martellu, o martelo é um instrumento utilizado para “cacetear” objectos, com propósitos vários, pelo que o seu uso perpassa áreas como o Direito, a medicina, a carpintaria, a indústria pesada, a escultura, o desporto, as manifestações culturais, etcétera, variando, naturalmente, de formas, tamanhos e materiais de composição.

A diversidade dos martelos é, realmente, espantosa. O mascoto, por exemplo, é um martelo grande empregue no fabrico de moedas. Com a crise económica que assola o mundo actualmente, já se imaginam os governantes, a par dos banqueiros, de martelo em punho para que não falte nada às populações…

Há também o marrão que, mais do que o “papa-livros” que tira boas notas a tudo, constitui um grande martelo de ferro, adequado para partir pedra. Sempre poupa trabalho à pobre água mole…

O martelo de cozinha serve para amaciar carne. Daquela que se vai preparar, claro está, e não da de quem aparecer no entretanto para nos martelar a paciência…!

Já no âmbito desportivo, o lançamento do martelo representa uma das provas olímpicas, tendo sido recentemente adoptado na modalidade feminina. Imagine-se se, em vez do martelo, se lançasse a marreta… seria, certamente, mesmo sem juiz nem tribunal, a martelada que sentenciaria a sorte, ou melhor, o azar de alguém!

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:Martelos e marrettas

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Imagem por: lumaxart

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios