Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Beleza > Controle os quilinhos a mais

Controle os quilinhos a mais

Categoria: Beleza
Comentários: 3
Controle os quilinhos a mais

Quando os primeiros raios de sol espreitam, começam os pesadelos da maioria das pessoas, especialmente das mulheres. Só de pensar que em breve vão ter que voltar a vestir o biquini, depois de um Inverno a cometer disparates, começam logo na procura de dietas e produtos milagrosos que consigam disfarçar os quilos a mais.

A verdade é que não há milagres e se não tiver força de vontade e se mexer, dificilmente conseguirá os resultados que tanto anseia. Primeiro que tudo há que começar logo por mudar os hábitos alimentares e iniciar uma alimentação saudável rica em verduras e peixe. Controle o consumo de hidratos de carbono, proteínas e gorduras.

Depois comece a pensar em fazer algum tipo de exercício físico e se pensa que ficar no sofá a fazer zapping é suficiente, esqueça que não é esse o caminho certo. Caminhe nem que seja 30 minutos por dia que já é uma boa ajuda.

Comprar um creme reafirmante também é bom, desde que não se esqueça de o aplicar pelo menos uma vez de manhã e outra à noite, mas tenha em conta que isto por si só não é tudo.

Depois é fundamental no mínimo 1,5 litros de água por dia, mas evite beber em demasia à refeições, que só faz com que o seu estômago dilate e o leve a ingerir mais comida.

Mais importante de tudo é não entrar numa dieta que lhe prometa uma perca de peso repentina, porque dificilmente funcionam, na maioria das vezes pensa que perdeu volume, quando na verdade perdeu massa muscular, levando-o à fraqueza, falta de força e consequentemente a outras complicações médicas. Ao perder músculo o corpo terá mais dificuldade em queimar calorias e quando terminar a dieta, será ainda maior o ganho de gordura. O aconselhável é perder meio quilo por semana. Mesmo sendo um emagrecimento mais lento no tempo, não há uma recuperação tão fácil do peso perdido. Não se deixe é iludir por promessas de resultados rápidos, porque o verdadeiro milagre começa pela mesa.

Confesso que eu própria apesar de estar ciente de tudo isto, por vezes, em acto de desespero, quando começo a sentir alguma gordurinha que não me agrada, sou logo radical e corto no jantar, quando na verdade deveria era cortar em certos gestos inconscientes que tenho, tais como, comer pão em excesso e nunca dizer não às sobremesas. Depois ando sempre a perder e a ganhar peso, sem nenhum tipo de controle e quem mais sofre, além do corpo é a carteira, porque tenho que estar constantemente a comprar roupa, porque ora está muito pequena ora está muito larga.

A verdade é que muitas vezes preferimos ir por atalhos, mas esquecemo-nos que esses atalhos nos podem trazer problemas… O importante é sentir-se bem consigo e quando atingir isso, acredite que tudo o mais serão apenas pormenores…



Catarina Guedes Duarte

Título: Controle os quilinhos a mais

Autor: Catarina Guedes Duarte (todos os textos)

Visitas: 0

617 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 3 )    recentes

  • Briana AlvesBriana

    24-06-2014 às 16:32:47

    Não há controle maior e mais eficaz que beber muita água durante o dia, comer menos e evitar doces, frituras, massas. Claro que, de vez em quando pode, mas não de forma exagerada. É preciso também caminhar ou fazer exercícios em casa. Apenas isso, e você terá grandes resultados em poucas semanas!

    ¬ Responder
  • TalitaTalita

    02-04-2011 às 12:56:51

    Ola confesso que sou chocolatra ou doceira, tenho 27 anos e tenho 2 filhos estou numa dieta tipo cortando aos poucos pois sinto muita falta meu organismo me cobra por exemplo se fico 2 dias sem comer doce fico com tontura dor de cabeça e irritabilidade ate demais, comprei um aparelho que é bem legal que se exercita em casa com videos de uma professora dando aulas air clair acho que é esse o nome bem legal essa semana devo ter perdido 1 quilo ja vou de vagar agora pois ja fiz tantas coisas 1 que nao adiantaram estou com 7 quilos acima de meu peso nao sou muito gorda mas ja to complexada pois ja cheguei a 90 quilos e tenho muito menos iria tomar remédio mas isso me deixa pior então vou tentar valeu a dica....

    ¬ Responder
  • LarissaLarissa

    10-10-2010 às 14:24:22

    Eu adorei as dicas vc é boa mesmo!bjr

    ¬ Responder

Comentários - Controle os quilinhos a mais

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Habitação – Evolução qualidade/Preço

Ler próximo texto...

Tema: Alojamento
Habitação – Evolução qualidade/Preço\"Rua
Hoje vivemos dias muito complicados do ponto de vista económico, uma vez que a nossa sociedade moderna consumista tem acarretado para as famílias a triste ideia de que temos que possuir tudo o que existe para ser possuído.

Relativamente ao assunto especifico da habitação, com o passar dos tempos, as pessoas têm adquirido as suas casas em função do que há no mercado, e este mercado tem evoluído de uma forma perigosa em termos de custos; o que quero dizer com isto, é que há vinte anos atrás, encontrávamos apartamentos no mercado, e tenho por base um apartamento T3 que tinha 3 quartos conforme a tipologia descrita, naquele tempo uma cada de banho, uma sala de estar/jantar conjunta e talvez uma varanda, hoje o mesmo apartamento terá os três quartos, a sala, duas casas de banho das quais uma poderá estar num dos quartos a que passou a chamar-se suite, este apartamento hoje, tem forçosamente que ter pré instalação para aquecimento central, lareira com recuperador de calor, e muito provavelmente aspiração central, ou pelo menos a pré instalação… Assim, quem compra um apartamento hoje, apesar das dimensões de cada divisão estarem diminuídas, o preço foi muito incrementado pelos extras, e depois há ainda que adquirir uma caldeira para fazer funcionar a tal pré-instalação de aquecimento central, os radiadores porque sem eles o dito não funciona, naturalmente o trabalho do técnico… há ainda que adquirir em muitos casos o aspirador propriamente dito para fazer funcionar a aspiração central, e algumas coisas mais, acessórios dos quais, antes não tínhamos necessidade.

Não quero dizer com isto, que estes equipamentos não são úteis, são, mas e aquelas pessoas que compraram os seus apartamentos há uns tempos, cujos espaços não dispunham destas “modernices” como viveram? Como vivem hoje? Provavelmente aqueles que tiveram disponibilidade económica para isso, colocaram nas suas habitações, aquilo que julgaram necessário, não colocaram aquilo que não lhes é útil de todo, por outro lado aqueles que não tiveram disponibilidade económica vivem sem os equipamentos em questão, ou colocam um equipamento à dimensão das suas possibilidades. O real problema é que os referidos equipamentos valorizaram muito mais as habitações em termos de preço de compra do que o valor real dos mesmos, e as pessoas, estão apagar vinte ou trinta anos, para não dizer mais, um bom valor acima do que pagariam sem estas coisas, além disso comprariam aquilo que quisessem e pudessem.

Para além do exposto, a qualidade de construção e acabamentos não melhorou, antes pelo contrário. Hoje o valor das casas está a decair rapidamente, e as pessoas em geral vivem em casas cujos valores atuais de mercado são muito inferiores ao que estarão a pagar durante muito tempo…

Naturalmente o mercado poderá mudar, mas não é esse o caminho que parece seguir.

Pesquisar mais textos:

Ana Sebastião

Título:Habitação – Evolução qualidade/Preço

Autor:Ana Sebastião(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Rua DireitaRua Direita

    21-04-2014 às 17:09:01

    A compra seja de apartamento ou casa estão mais caras e nem sempre oferecem serviços como mostram na divulgação. Não é bom financiar, pois custará o dobro. Realmente, o melhor a fazer é buscar preços que têm condições de pagar ou aderir a um consórcio.

    ¬ Responder
  • Sofia Nunes 13-09-2012 às 17:07:44

    Na minha opinião e de acordo com o que tenho observado, a relação qualidade/preço das habitações está a melhorar. E isso não é necessariamente bom, uma vez que é resultado da crise económica. Como refere, o valor das casas está a descer, pelo que se pode comprar uma vivenda pelo preço que há uns anos era de um apartamento. O problema é que, apesar de as casas estarem mais baratas, os compradores não têm dinheiro.

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios