Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Beleza > Cirurgia Plástica - no alcance da beleza

Cirurgia Plástica - no alcance da beleza

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Beleza
Visitas: 4
Cirurgia Plástica - no alcance da beleza

Vai frequentemente ao ginásio, participa nas aulas que exigem mais esforço físico, mas mesmo assim as terríveis gorduras que tanto quer perder, insistem em não sair, assim como os terríveis papos do culote, se calhar chegou a altura de ponderar recorrer à ajuda de um especialista. Com o avanço das tecnologias, pode ser que o seu problema seja resolvido de forma não cirúrgica, já que existem cada vez mais procedimentos para corrigir pequenas deformidades, sem ter que operar. Porque na hora de decidir fazer uma cirurgia plástica, deve-se ter consciência que se vai trocar uma falha no corpo por uma cicatriz, além de que o período de recuperação é delicado. Mas se sentir que com uma intervenção plástica se vai sentir melhor, então avance sem medos…

Primeiro que tudo deve ter amadurecido bem a ideia e estar a par dos prós e contras que a cirurgia irá implicar. Atualmente vivemos numa sociedade de aparências. Ser bonito e ter um corpo perfeito é sem dúvida uma maneira de conseguir o que se pretende de forma mais rápida. Há mesmo quem sustente que é 50% para alcançar algo. Os outros 50% referem-se à inteligência, cultura, maneira de estar… O certo é que se for elegante, já vai com um grande avanço. Certas deste conceito, são cada vez mais as pessoas que recorrem à cirurgia plástica, nem que seja para fazer pequenas correções. Hoje em dia fazer uma intervenção plástica começa a ser cada vez mais banal, até porque a elevada oferta e o crescente diminuir dos preços, tornam estas cirurgias mais apetecíveis.

Quem é que não gostaria de ter os lábios da Angelina Jolie, as nádegas da Beyonce, os peitos da Jessica Biel ou os glúteos da Madonna? Todos os dias somos bombardeados com este tipo de mulher modelo, que além de ter uma figura física excelente, são boas profissionais e ótimas donas de casa. Têm tudo o que a mulher comum gostaria de ter e porque é que não hão de ter, se já existem formas de o conseguir. Só que nem tudo é um mar de rosas e por isso mesmo, é que se deve tomar as decisões de forma ponderada, porque possivelmente se for apenas por capricho, pode não compensar submeter-se a uma cirurgia estética.
Mas se estiver realmente decidida, comece por procurar um cirurgião credenciado e aconselhe-se com ele. A partir dai estará mais elucidada e terá que tomar a grande decisão: será que preciso mesmo de fazer uma cirurgia plástica?

Catarina Guedes Duarte

Título: Cirurgia Plástica - no alcance da beleza

Autor: Catarina Guedes Duarte (todos os textos)

Visitas: 4

703 

Comentários - Cirurgia Plástica - no alcance da beleza

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Como cuidar de Plantas de interior

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Bricolage Jardim
Como cuidar de Plantas de interior\"Rua
Cada planta tem um comportamento diferente, vou colocar aqui alguns cuidados que servem para a maioria delas.

LUZ:

Os principais erros no cultivo de plantas de interior é a falta de luz.
Se elas estiverem em locais onde não há luz suficiente, isso pode ser corrigido com a instalação de luz artificial, existe no mercado lâmpada que imitam a luz natural.


TEMPERATURA:

Mudanças bruscas de temperatura retardam e até paralisa o crescimento da planta, bem como causa a queda de folhas.


UMIDADE:

A maioria das plantas necessita de uma umidade atmosférica adequada.
Normalmente notamos que a planta não está com a umidade correta quando acontece ficarem amarelas e a queda de folhas.


IRRIGAÇÃO:

Conselhos básicos:
Uma planta em fase de crescimento vai precisar de mais água que uma que está em fase de dormência, ou já atingiu o seu tamanho adulto.
Durante a floração a planta precisa de mais água que em sua fase de crescimento
Em ambientes internos mais quentes é evidente que a planta vai precisar de mais águas que em ambientes mais frios.
Para saber qual é o momento exato de molhar, enfie o dedo no substrato, se sentir ele seco, chegou a hora

FERTILIZANTE:

Para que a planta tenha um desenvolvimento harmonioso convém usar periodicamente de fertilizantes que podem ser líquido ou sólidos.
No mercado existe a venda fertilizante com fórmulas específicas para cada planta.
Após a utilização do fertilizante regue a planta.

LIMPEZA:

Faça regularmente a limpeza de folhas secas e caule, pois elas são bastante positivas não só esteticamente como para a saúde das plantas.
Se estiver acumulada muita poeira sobre as folhas, espane, e depois passe um pano húmido
Atenção: Existe algumas espécies, que tem as folhas aveludadas, tipo a Violeta Africana, Begônia Rex, etc. que não deve ser colocada água é só usar uma escovinha bem macia.

TROCA DE VASO:

De uma maneira geral após 1 ou 2 anos as plantas de interior devem ser colocadas em vasos de tamanho maior.
Isso deve ser feito porque as raízes passam a ocupar um grande espaço e também porque o substrato vai perdendo sua composição inicial.
A época mais adequada varia de planta para planta, algumas devem ser feitas na primavera e outras quando estão na fase de repouso.
Aproveite para obterem mudas, separando brotos e dividindo touceiras.

Pesquisar mais textos:

Miguel Pereira

Título:Como cuidar de Plantas de interior

Autor:Miguel Pereira(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Briana AlvesBriana

    13-10-2014 às 04:09:31

    Muito bom! É tão gratificante cuidar de plantas. A gente vê o quanto elas florescem quando são bem-cuidadas. Amei as dicas!

    ¬ Responder
  • Rua DireitaRua Direita

    18-04-2014 às 22:36:55

    Fantástico seu texto, a Rua Direita agradece!

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios