Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Saúde > Cuide da autoestima do seu filho

Cuide da autoestima do seu filho

Categoria: Saúde
Cuide da autoestima do seu filho

A autoestima é o que influencia diretamente na autoconfiança e no modo como as pessoas agem perante o mundo social. Mas, esse sentimento não pode ser obtido do dia para a noite, a autoestima é construída ao longo da trajetória de vida. Na infância, quando se recebe diversas informações e aprendizados, é quando fica estabelecida a relação da pessoa com o mundo. Por isso é importante cuidar da autoestima desde pequeno.

Quando uma criança possui baixa autoestima, ela não é capaz de confiar em suas atitudes, sente medo de não ser aceita e não se sente amada. E esses fatores são capazes de gerar problemas nas relações formadas e comportamentos retraídos. Um ambiente que não valoriza ou que não dá a devida importância às vontades da criança pode reduzir sua autoestima. Por isso é importante que os pais saibam quais são os gostos do filho e requeiram a opinião dele. Dessa maneira ele se sentirá percebido e valorizado no ambiente.

Outra ação muito importante que contribui para aumentar a autoestima do seu filho é valorizar as ações dele. Alguns pais cobram comportamentos, reclamam quando as crianças não vão bem na escola e apontam os erros do filho o tempo todo, mas não se lembram de validar as escolhas certas dos filhos e de valorizá-las verbalmente. Neste caso a palavra chave é o equilíbrio. Os erros devem ser apontados, mas com cautela, amabilidade e reforçando o caminho certo a ser seguido.

A percepção da criança sobre ela fica fortalecida quando os pais valorizam comportamentos adequados e a trata com gentileza, e também define a maneira de tratar os outros e a si mesma. Quando seu filho está com a autoestima baixa, ele pode apresentar ser muito tímido, dificuldade de se relacionar, e até mesmo, depressão. Todos esses fatores podem gerar problemas na escola e até dentro da família.

Uma criança cuja autoestima é elevada certamente se tornará um adulto autoconfiante e independente, que será capaz de evitar ocasiões complicadas. Como por exemplo, aceitar consumir bebida alcoólica ou usar drogas, somente para poder participar de um grupo. O amor e o afeto são os sentimentos aliados da autoestima. Quando a criança se sente querida, protegida e amparada, ela percebe seu valor e sua importância.


Rua Direita

Título: Cuide da autoestima do seu filho

Autor: Rua Direita (todos os textos)

Visitas: 0

609 

Comentários - Cuide da autoestima do seu filho

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Martelos e marrettas

Ler próximo texto...

Tema: Ferramentas
Martelos e marrettas\"Rua
Os martelos e as marretas são, digamos assim, da mesma família. As marretas poderiam apelidar-se de “martelos com cauda”. Elas são bastante mais robustas e mantêm as devidas distâncias: o cabo é maior.

Ambos constituem, na sua génese, amplificadores de força destinados a converter o trabalho mecânico em energia cinética e pressão.

Com origem no latim medieval martellu, o martelo é um instrumento utilizado para “cacetear” objectos, com propósitos vários, pelo que o seu uso perpassa áreas como o Direito, a medicina, a carpintaria, a indústria pesada, a escultura, o desporto, as manifestações culturais, etcétera, variando, naturalmente, de formas, tamanhos e materiais de composição.

A diversidade dos martelos é, realmente, espantosa. O mascoto, por exemplo, é um martelo grande empregue no fabrico de moedas. Com a crise económica que assola o mundo actualmente, já se imaginam os governantes, a par dos banqueiros, de martelo em punho para que não falte nada às populações…

Há também o marrão que, mais do que o “papa-livros” que tira boas notas a tudo, constitui um grande martelo de ferro, adequado para partir pedra. Sempre poupa trabalho à pobre água mole…

O martelo de cozinha serve para amaciar carne. Daquela que se vai preparar, claro está, e não da de quem aparecer no entretanto para nos martelar a paciência…!

Já no âmbito desportivo, o lançamento do martelo representa uma das provas olímpicas, tendo sido recentemente adoptado na modalidade feminina. Imagine-se se, em vez do martelo, se lançasse a marreta… seria, certamente, mesmo sem juiz nem tribunal, a martelada que sentenciaria a sorte, ou melhor, o azar de alguém!

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:Martelos e marrettas

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios