Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Saúde > A doença da bela adormecida existe

A doença da bela adormecida existe

Categoria: Saúde
A doença da bela adormecida existe

Embora seja em tom de brincadeira, a verdade é que se trata de uma doença muito séria e pelo facto de ser rara e de não se conhecer as causas nem a cura, é uma das doenças que limita a vida de uma pessoa.

Foi descoberta por dois cientistas chamados de Kleine e Levin, entre 1925 e 1929.

Mesmo sendo rara, existe um numero real de adolescentes portadores da doença do sono que vêem a sua vida limitada devido ás características únicas desta síndrome.Pode ser difícil de imaginarmos, mas a doença existe e os pacientes que a têm, chegam a dormir dias e dias a fio, ficando não só eles perturbados, como também quem os rodeia, pois o paciente surge como se fosse novamente uma criança, dependendo de outros.

Esta doença rara do sono é um distúrbio neurológico e designa-se por doença de Kleine - Levin (SKL), surge na adolescência e termina com o fim da mesma.

A pessoa que sofre de SKL, pode dormir durante dias seguidos e nas poucas horas que se encontra acordado, sofre de distúrbios cognitivos, como alucinações e falta de memória.

Esta doença apresenta três sintomas principais: hipersexualidade, a hipersônia (sono em demasia) e a hiperfagia (compulsão por comida).

A capacidade do paciente para realizar as tarefas básicas da rotina diária sofre uma grande limitação, pois este passa por grande estado de confusão,desorientação e apatia, o que os leva a ficar dependentes de outras pessoas para os acordar e alimentar ou levar á casa de banho, tarefas básicas da nossa rotina diária.

A SKL, além, de afectar o padrão do sono da pessoa, altera o seu comportamento, que pode passar de apático, a deprimido, ou a agressivo.

O estudo desta doença e dos pacientes que dela sofrem é feito por exclusão de sintomas e embora se julgue que pode estar ligada a infecções e a outras doenças, nada foi ainda provado o que faz com que não haja cura, apenas são administrados medicamentos para atenuar determinados sintomas.

Resta saber, se quando a Disney criou o filme a "Bela adormecida", tinha conhecimento desta doença que tem tudo menos o encanto de uma história de princesas e principes e que, certamente, nenhum beijo vai curar.


Mafalda Parreira

Título: A doença da bela adormecida existe

Autor: Mafalda Parreira (todos os textos)

Visitas: 0

0 

Comentários - A doença da bela adormecida existe

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

O meu instrumento musical avariou!

Ler próximo texto...

Tema: Instrumentos Musicais
O meu instrumento musical avariou!\"Rua
É inevitável que, mais cedo ou mais tarde, um instrumento musical precise de reparação.

Mesmo que conheçamos bem o nosso instrumento e o consigamos arranjar, na maioria das vezes é necessário um técnico para o fazer com a melhor das qualidades.

Eventualmente, nem será necessário existir um problema com o instrumento, poderá ser apenas uma questão de manutenção. 

No caso de uma guitarra, por exemplo, qualquer instrumentista é perfeitamente capaz de substituir uma corda partida e tirar da guitarra o mesmo som que ela tinha.

No entanto, existem reparações, seja uma amolgadela no tampo ou uma tarraxa arrancada, que convêm ser feitas por técnicos especializados.

Por norma, as próprias casas que vendem instrumentos musicais efectuam essas reparações ou são capazes de aconselhar técnicos para as fazer.

Mediante o instrumento musical em questão, a reparação ou manutenção poderá ser mais cara. É sempre mais fácil arranjar um técnico que repare um piano do que um que arranje oboés.

Apesar de ser normal cuidar do nosso instrumento musical regularmente, os percalços acontecem todos os dias. Para os contornar, há sempre alguém que nos poderá aconselhar melhor do que nós próprios.

Apesar de poder sair mais caro, temos também a certeza de que o nosso instrumento foi arranjado por especialistas no assunto.

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:O meu instrumento musical avariou!

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • luiz fabiano 18-02-2012 às 15:48:28

    boa tarde amigos preciso de um cabo flex da lcd da camera g70 se aulguem tiver mande um email obrigado

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios