Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Automóveis > Problemas nos travões

Problemas nos travões

Categoria: Automóveis
Comentários: 1
Problemas nos travões

Para maior segurança, os travões precisam estar em pleno funcionamento, são eles os responsáveis pela frenagem de um veículo, sem os travões, seria impossível controlar a aceleração e o veículo dispararia ao ser acionado o mecanismo, sem nenhuma sombra de dúvida, isso acarretaria um verdadeiro desastre que não cabe aqui medir as proporções.

Sempre nos é recomendado, fazer revisão no automóvel e na moto, um veículo funciona por meio de macanismos que sofrem desgastes e corrosão como em qualquer outro, portanto ficar atento a manutenção é necessário e nunca se deve pensar que um veículo precisa apenas de combustível. O assunto é tão sério que os fabricantes de veículos, além da atenção geral que destinam a segurança dos veículos como um todo, os cuidados com os travões são ainda maiores.

No caso de precisar ser feita uma substituição, é importantíssimo que os travões sejam de boa qualidade, tentar economizar com um material inferior pode custar a vida, é o tipo de economia que não cabe sequer pensar.

Na compra de um novo automóvel, mesmo que seu veículo esteja funcionando bem e atendendo suas expectativas, se o fabricante informar e solicitar que os proprietários compareçam a rede autorizada para a verificação ou recall, melhor atender e comparecer o quanto antes.

Os trovões dão o primeiro sinal de que algo não vai bem pelo som, se identificar um som diferente parecido com um ruído, é um indício de que os travões podem estar, ou vir a apresentar defeito, por isso é interessante conhecer bem o seu carro.

Um dos problemas mais comuns dos travões são causados por pastilhas e discos que quando desalinhados comprometem o sistema aumentando a distância da frenagem, quanto maior a velocidade maior a necessidade da precisão do mecanismo, o que quer dizer que é preciso que o veículo trave mais rapidamente.

Não podemos deixar de citar que problemas podem surgir separadamente, podem surgir nos tarvões de tras e no de mão também. Fazer revisão periódica evita sérios acidentes pois o mais comum no sistema é o desgaste sofrido com o tempo, o pedal passa por muito esforço com o calor e a pressão produzida pelo pedal.

Há muitos momentos em que o condutor, não precebe que o veículo sofreu excesso de pressão e gerou maior desgaste nos travões, isso ocorre tanto na estrada como nas vias comuns.

Para não ficar tentando advinhar e se colocar em risco, nada de bancar o mecânico, faça a revisão do seu veículo.



Sílvia Baptista

Título: Problemas nos travões

Autor: Sílvia Baptista (todos os textos)

Visitas: 0

654 

Imagem por: [177]

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 1 )    recentes

  • SophiaSophia

    17-06-2014 às 05:42:59

    Adorei o texto sobre os problemas nos travões. Qualquer barulho diferente, deve-se tomar atenção para evitar futuros problemas.
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder

Comentários - Problemas nos travões

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

O Mundo

Ler próximo texto...

Tema: Internet
O Mundo\"Rua
O tão aclamado pelos seus mistérios e que continua a nos surpreender o mundo que não é tão somente cheio de pessoas há apenas sonhar em si próprio, mas sim também no seu próximo que poderia ser qualquer pessoa de seu convívio, mas que o laço que enlaça que enlaçai-nos próximo pode ser o mesmo que pela discórdia se deslaça, nunca mais enlaçando [...]

Não mais unidos de uma maneira sagrada assim como é o nosso convívio com as crianças que enlaça em Cristo, que com a idade vai se deslaçando, como uma semente que após um tempo cresce e dá frutos que pode ser não muito boas, apodrecendo, mas que se cuidarmos com certeza dará bons novos frutos.

Não pense que assim são somente as plantas, mas como também, é todo ser humano, pois o consentimento do que é o tal mundo esmero depende de cada gás carbônico expirado não só pelo, mas sim pela alma, cônjuge do Espírito que pode ser Santo ou não, pois já como temos o livre-arbítrio nós que decidimos se deixemos que Ele nos habite ou não para trilhar o Bem ou não mesmo que, embora Ele esteja sempre conosco, embora não vejamos e não aceitamos por apenas sentir e não o reconhecer através de nossos atos.

Costumo definir o mundo de acordo com o que vivo e não vivo, por não haver ainda a oportunidade de viver sem me arrepender já que querer não poder. Não sei como definir o mundo mesmo que o mundo seja o que eu e você estejamos vivendo mesmo sem querer viver o que vive, pois sei bem o que é isso porque vivo há caminhar de olhos vendados fazendo o que querem pra mim sem levar em consideração o que penso ou deixo de pensar por algo tão, às coxas de tão impensado seja o meu impulso como é essa agora de querer escrever porcarias mesmo que o foco sempre seja o mesmo que nada mais é do que desvendar o mundo que não conheço embora eu viva ele inconstantemente para descobrir dele mais, e mais, sem parar [...]. Sem que haja intervalos como em um jogo de futebol.

Pesquisar mais textos:

Kaique Barros

Título:O Mundo

Autor:Kaique Barros(todos os textos)

Imagem por: [177]

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios