Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Alimentação > Receitas de Petiscos

Receitas de Petiscos

Categoria: Alimentação
Visitas: 12
Comentários: 3
Receitas de Petiscos

Reunir os amigos em redor de uma mesa recheada de petiscos parece ser um programa do agrado da maioria das pessoas.

Sendo assim, aqui deixo algumas receitas de petiscos.

1 - Moelas Grelhadas

800 gramas de moelas de peru
sal
2 folhas de louro
1 colher de chá de colorau
pimenta
piripiri
1,5dl de azeite
2 dentes de alho
2 colheres de sopa de vinagre
1 raminho de salsa

- arranje as moelas e coza-as em água a ferver, temperada com sal e as folhas de louro, até estarem cozidas
- escorra-as e polvilhe com o colorau. Temperes com pimenta e piripiri, retifique de sal e pincele com azeite. Grelhe lentamente.
- depois, corte-as aos pedaços e coloque-as num taça de servir. Tempere com os dentes de alho picados muito finamente, o restante azeite e o vinagre
- polvilhe com parte do ramo de salsa picada e sirva.

2 - Misto de Enchidos Grelhados

1 farinheira
1 morcela
1 chouriço de carne
1 dl de azeite
2 dentes de alho
1 raminho de tomilho
1 colher de sopa de vinagre

- corte a farinheira aos pedaços com cerca de 2cm. Corte a morcela às rodelas de 1cm e dê alguns golpes superficiais no chouriço
- leve o azeite ao lume e quando estiver quente acrescente os dentes de alho inteiros. Deixe alourar e retire
- na mesma gordura, salteie os enchidos mexendo ocasionalmente até ficarem estaladiços. No final, adicione o raminho do tomilho
- retire os enchidos para a taça de servir e salpique com o vinagre. Sirva de imediato.

3 - Ovos Mexidos com Farinheira

2 farinheiras
1 colher de sopa de manteiga
8 ovos
2 dentes de alho
pimenta
sal
4 folhas de alface
1 raminho de salsa

- pique as farinheiras com um palito e leve-as a cozer em água morna durante 20 minutos. Depois retire-as e deixe que arrefeçam
- retire-lhes a pele, corte-as às rodelas grossas e core-as na manteiga juntamente com os destes de alho, de ambos os lados. Retire o alho e adicione os ovos previamente batidos e temperados com sal e pimenta, mexendo sempre até solidificarem
- num prato de servir, coloque as folhas de alface e guarneça com os ovos mexidos com a farinheira. Decore com a salsa e sirva de imediato

4 - Ovos Estrelados com Chouriço

80gramas de banha
1/2 chouriço caseiro
4 ovos
sal
pimenta
1 raminho de salsa

- derreta a banha numa frigideira em lume brando e deixe aquecer bem
- corte o chouriço em rodelas grossas no sentido diagonal. Envolva-as na banha e deixe corar, virando-as ocasionalmente. Retire para um prato e escorra o excesso de gordura sobre papel absorvente
- estrele os ovos, um a um, na mesma gordura de corar o chouriço. Tempere com sal e pimenta e distribua-os pelo centro dos pratos. Em volta, coloque as rodelas de chouriço e decore com a salsa, e sirva de imediato.

5 - Torresmos

1Kg de entrecosto
500gramas de lombinho de porco
350gramas de fígado de porco
sal
pimenta
8 dentes de alho
2 folhas de louro
3 cravinhos
1 malagueta
5dl vinho branco
1dl vinagre
4 colheres de sopa de banha
200gramas de toucinho branco de porco (gordura de porco)

- corte o entrecosto, o lombinho e o fígado de porco, aos pedaços e coloque-os num recipiente grande
- tempere com sal, pimenta, os dentes de alho esmagados, as folhas de louro partidas ao meio, os cravinho e a malagueta aberta. Regue com o vinho e o vinagre e reserve de um dia para o outro, no frigorífico
- passado o tempo da marinada, leve a banha ao lume com o toucinho branco aos pedaços. Deixe aquecer e acrescente as carnes escorridas, mexendo ocasionalmente até obterem um aspeto tostado, de todos os lados
- regue com o líquido da marinada e, depois de levantar fervura, tape o tacho e cozinhe lentamente durante 35 minutos. Coloque a carne numa taça de servir e regue com o molho.


Cristina Sousa

Título: Receitas de Petiscos

Autor: Cristina Sousa (todos os textos)

Visitas: 12

654 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 3 )    recentes

  • SophiaSophia

    15-06-2014 às 18:37:19

    Muito boa as dicas! As receitas de petiscos são para aqueles momentos em que se serve antes do almoço e com os amigos. Um petisco bem feito e com um delicioso sabor é tudo de bom!!
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder
  • Elcias Monteiro do NascimentoElcias

    11-09-2013 às 13:31:11

    Gostei bastante.
    abraços

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de Climatizaçãorita

    12-04-2013 às 20:39:01

    que saboroso vou tentar este fim semana ....obr

    ¬ Responder

Comentários - Receitas de Petiscos

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Os descendentes de Eça

Ler próximo texto...

Tema: Literatura
Os descendentes de Eça\"Rua
Recentemente, por via da comunicação social, soubemos da entrega do prémio Leya, a um trineto de Eça de Queirós. Julgo que bastou essa noticia, para que todos ficássemos curiosos sobre os seus descendentes…esse mistério, como o Mistério da Estrada de Sintra, começou a adensar-se entre quem se interessa por estas coisas da literatura e da genealogia…então aqui deixo algumas notas que poderão ser importantes para quiçá, um dia, um qualquer jornalista, ou editor, se lembre, de conseguir reunir todos os seus descendentes vivos e se tire uma fotografia de família.

José Maria Eça de Queirós, escritor pródigo da nossa nação, contraiu matrimónio em 1886, com Emília de Castro Pamplona Resende, condessa de Resende, deixando à data de sua morte, em Paris, quatro filhos como seus descendentes e herdeiros diretos; foram eles António Eça de Queirós, Maria Eça de Queirós, Alberto Eça de Queirós e José Maria Eça de Queirós; portanto três meninos e uma menina.
Através do site Geneall.net, foi possível perceber as linhas genealógicas que se seguiram aos seus filhos. No entanto, nem todos os nomes dos seus bisnetos e trinetos estão aí presentes, com certeza por motivos de ordem pessoal, de resguardo da privacidade, motivos que não podemos questionar. Porém, é possível, pelo menos determinar a existência desses membros da família queirosiana.

De antemão sabemos que não houve descendência por parte de dois dos seus filhos, António Eça de Queirós e de Alberto Eça de Queirós.
Maria Eça de Queirós teve dois filhos, uma menina e um menino, porém a menina morreu muito nova, ficando apenas o menino, de seu nome Manuel Pedro Benedito de Castro, que mais tarde casou com Maria da Graça Salema de Castro, a mulher que se tornou a primeira diretora da Fundação Eça de Queirós, na casa de Tormes, pertença da família da esposa de Eça de Queirós. Como Manuel Pedro Benedito de Castro não teve filhos, sabemos que por este ramo, terminou a descendência do escritor.

Convém, entretanto, acrescentar aqui uma curiosidade. Depois do regresso a Portugal da viúva de Eça, ela e os filhos, foram residir para a casa da Granja, pertencente à família de Sophia de Mello Breyner. Inicialmente como esta casa costumava ser arrendada pela família de Sophia, Emília de Castro, arrendou-a, vindo a compra-la uns anos depois. Portanto, é aqui nesta casa que ela cria os seus filhos, e é onde, José Maria Eça de Queirós, um dos seus filhos, permanece após a sua morte, tendo criado aqui os seus filhos e netos, e tendo aqui também falecido.

Podemos então seguramente afirmar que a sua grande linha de descendência parte do seu filho, com o mesmo nome, José Maria Eça de Queirós, que teve também ele, atente-se à curiosidade, quatro filhos, neste caso, ao inverso, um menino, e três meninas, respetivamente de seus nomes, Manuel Eça de Queirós, Maria das Dores Eça de Queirós, Matilde Maria de Castro de Eça de Queirós e Emília Maria de Castro Eça de Queirós. Esta ultima, Emília, teve ao que consta nove filhos, sendo que um deles, Afonso Maria Eça de Queirós Cabral, é quem atualmente preside à Fundação acima citada, depois da morte da primeira presidente, referida atrás, Maria da Graça Salema de Castro.

Manuel Eça de Queirós por sua vez teve seis filhos, Maria das Dores Eça de Queirós teve três filhos, e Matilde Maria de Castro de Eça de Queirós, dois filhos. Somados, contabilizamos vinte, os bisnetos do famoso escritor. Seria interessante avançar um pouco mais nos ramos genealógicos e aflorar quem são ou pelo menos, quantos são os trinetos e tetranetos de Eça, por conseguinte fica aqui o desafio, pois é certo que porventura alguns destes descendentes não se conhecem, e nunca terão trocado qualquer impressão sobre o seu ascendente, para uns, bisavô, para outros trisavô, e ainda para outros, tetravô.

Pesquisar mais textos:

Liliana Félix Leite

Título:Os descendentes de Eça

Autor:Liliana Félix Leite(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios