Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Alimentação > Colite - Como viver com ela

Colite - Como viver com ela

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Alimentação
Visitas: 12
Comentários: 1
Colite - Como viver com ela

Uma das coisas mais complicadas da vida humana acontece quando nos é diagnosticada uma maleita qualquer que leva a restrições alimentares. Aconteceu com o Rui faz uma boa dúzia de anos… provavelmente até mais…

Quando lhe foi diagnosticada uma doença que chamamos de colite mas cujo nome real é síndrome do cólon irritável, foi um caos… E porquê? Porque repentinamente o Rui viu-se limitado e muito na sua alimentação… ao contrário da maioria das pessoas que têm sempre peso a mais, este jovem precisava urgentemente de ganhar peso, mas o seu metabolismo rápido demais digeria os alimentos que prejudicavam o seu sistema em poucos minutos, e o seu peso diminuía…

Numa consulta, o médico informou-o daquilo que não poderia comer, e do que poderia, disse-lhe também que alguns alimentos teria que testar ele mesmo, porque os nossos organismos são algo de complexo e único, e que o que faz mal a uma pessoa, no mesmo contexto pode ser benéfico a outra, até porque esta doença é grandemente abrangente, e existem sintomas dispares entre indivíduos com o mesmo problema.

Nesta consulta soube também que não morreria desta doença mas que provavelmente morreria com ela. Foram-lhe receitados medicamentos para ajudar o sistema nervoso que desencadeava todo o processo… e lá foi o Rui, meio desanimado sem saber o que comer…

Com o passar do tempo percebeu que aquelas proibições todas aconteciam apenas nas crises, que em alturas mais calmas ele podia até comer muita coisa, havendo apenas dois ou três alimentos que tinha que tirar para fora do seu cardápio completamente… no caso dele eram ervilhas, favas e feijões, mas para outra pessoa poderão ser outros alimentos. Os outros alimentos proibidos, sobretudo aqueles que são muito ricos em fibras teriam que ser sempre ingeridos com moderação, mas aos poucos o Rui foi percebendo, que a doença não é um drama… o drama era apenas não saber como lidar com ela…

O conselho a retirar desta pequena história, a do Rui, é que precisamos conhecer o nosso próprio corpo, e alimentarmo-nos, não em função do que nos dizem, não em função do que está escrito aqui ou além, mas em função do nosso próprio metabolismo, porque todos somos indivíduos diferentes uns dos outros.


Ana Sebastião

Título: Colite - Como viver com ela

Autor: Ana Sebastião (todos os textos)

Visitas: 12

779 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 1 )    recentes

  • gabriel

    08-12-2013 às 22:50:51

    esta e uma doença do inferno pois ataca quando menos estamos esperando provocando diarreia cólicas terríveis baixa estima depressão literalmente um inferno estou querendo muito a descoberta de um remédio eficaz pois os que tomei piorou o funcionamento do intestino.

    ¬ Responder

Comentários - Colite - Como viver com ela

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Jardinagem Fonte de Vida

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Bricolage Jardim
Jardinagem Fonte de Vida\"Rua
A jardinagem é conhecida há anos como uma forma de emprego que possibilita a muitos uma renda familiar mensal. A jardinagem também pode ser artística onde a arte do profissional é aplicada. A jardinagem pode ser de inúmeras formas conhecida e exercida, trazendo benefícios imensuráveis a aqueles que dela são adeptos.

Muito mais que fonte de renda ou arte a jardinagem é uma fonte de inúmeros beneficio a vida do ser humano, fonte de alegria, relaxamento e distração. E por ser uma atividade tão simples não é difícil de ser realizada. A jardinagem é por si só fonte de vida, fonte de aprendizado e principalmente fonte de intimidade do ser humano.

Ser adepto da jardinagem não é somente revirar terra, ser adepto da jardinagem é decisão de vida que transforma seu dia-a-dia mudando a rotina de dias estressantes e cansativos.

Ao olhar de muitos a tarefa possa parecer penosa, cansativa e até chata, mais somente estando envolvido na jardinagem para perceber que muito mais ter um corpo cansado após a tarefa, você na verdade descansa seu corpo sua mente e seu espírito da agitação do dia-a-dia.

Alguns minutos dedicados à jardinagem são o suficiente para inibir grande carga emocional e física do nosso dia-a-dia, e proporcionando uma energia a mais para os próximos dias.

A jardinagem pode ser realizada de varias formas simples que vão trazer todos estes benefícios a sua vida e não são necessários grandes investimentos ou mudança radical da sua rotina de vida ou qualquer outra mudança que você possa imaginar. Na verdade as maiores mudanças são comportamentais e só depende de você.

Para detalhar um pouco o que você poderá fazer com alguns minutos dedicados à jardinagem você irá perceber que não há nenhuma dificuldade em realizar esta tarefa.

Com um mínimo de espaço você pode cultivar plantas simples, em vasos pequenos que não irão ocupar espaço e serão na verdade uma linda forma de ornamentar sua casa.

Você poderá cultivar uma espécie de planta conhecida como:
- Rosa de pedra

É uma suculenta, planta que armazena água nas folhas e caules, que tem o formato parecido com o de uma rosa. É muito usada para fazer arranjos em vasos com outras suculentas e cactos. Deve ser regada apenas uma vez por semana, pois a umidade pode apodrecer suas raízes. Não tolera muito sol.

E você vai perceber que se dedicar alguns minutos a jardinagem é muito bom para você, os resultados não tem como ser calculados, somente há possibilidade de experimentar o quanto bom é o resultado final.

Então não espere muito é dedique-se um tempo a descobrir o quanto é bom a jardinagem para sua vida.

Pesquisar mais textos:

Rodrigo Junio Ferreira

Título:Jardinagem Fonte de Vida

Autor:Rodrigo Junio Ferreira(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Briana AlvesBriana

    13-10-2014 às 04:43:33

    É tão gratificante nós mesmos realizarmos a jardinagem. Essa atividade relaxa, gera prazer e o resultado nos deixa muito felizes. Vale a pena!

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios