Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Literatura > Textos de Hoje

Textos de Hoje

Categoria: Literatura
Visitas: 2
Comentários: 4
Textos de Hoje

Tantos Sentimentos

Tantos sentimentos que
me angustia,
me faz amar cada vez a
vida do jeito que ela é,
do jeito que ela foi feita
exclusivamente à mim
e à você que sempre
estraga,
que sempre escolhe o
caminho que não à mais
a volta ou a resignação
[...]
Tantos sentimentos que
fazem dos nossos corações
um bolsam
de paixão
e ilusão que ilude nossa almas
que tão empobrecida e
carente sobrevive
[...]
Tantos sentimentos que
reside em nós purifica nossas
alma e que precariamente,
abominam e
aterrorizam a nossa alma.

86) Uma Rosa

Uma rosa que à
em seu coração
que permite-me
enxergar a pureza
da sua alma e
o seu caráter que
cada vez mais me prende
a imensidão de um
horizonte que as duas
metades dos nossos
corações que me
completam e
permite-me ver
a beleza que sei
que existe
[...]
Uma rosa que em
seu coração reside
e eu vou tirando com
delicadeza para que toda
a sua beleza seja contemplada
por toda sua alma.

87) Um Coração

Um coração que com suas
diferenças envenenam a
paixão que em meu coração
reside,
um coração em que a
primavera nunca chega
ao fim,
o fim da primavera
faz em mim,
acabar as cores das
flores que enfeitam e
embelezam o meu coração
[...]
E a ilusão que em um sono
profundo está,
infelizmente,
acordará,
ressuscitará massacrando em
mim a vontade de viver a
liberdade de amar.

88) A Liberdade de Amar

A liberdade de amar
concede a nós o
prazer de cuidar,
de zelar,
de proteger e
até sacrificar a
nossa própria vida
pela loucura que é amar
sem ser amado e
contemplado
[...]
Pela loucura que é amar,
cuidar,
proteger e
zelar sem ter o que
supre a sua necessidade
amar um outro alguém,
uma outra metade de um
coração perdido e
massacrado pela ilusão
que sem fim me assombra.

89) Estava Aqui

Estava aqui em meio
da escuridão que fui
abandonado por ti,
lembrando dos nossos
momentos de felicidade
que é simplesmente,
a consagração da alegria
de nossos corações
[...]
Estava aqui sozinho
lembrando dos momentos
peculiares que me fazem
rir sem parar,
me fazer amar você que é
minha sombra,
meu reflexo que reflete
nesta água da lagoa
azul,
estava aqui lembrando
como que nosso amor
se esgotou com o
desgaste que foi desmantelando
e manchando o tapete vermelho
que em meu coração estava na
porta de entrada do nosso
palácio de diamantes
[...]
A cada mancha de sangue
que em meu coração
despejava por causa de seu
tão desagradável e
desarmonioso em nosso
tapete que com carinho
estendi
[...]
Foi causando em mim
o desgosto de amar,
um machucado em que
mim,
bem lá no fundo não cicatriza
por estar cravado
em minha memória,
esse desgosto de amar
não tem cura nem com
a desfalecia de minha alma.

90) Nos Teus Olhos

Nos teus olhos
te procuro,
contemplo a beleza
interna e
externa de sua alma
que desconhecia
a tua supremacia
que agoniava-me
só em pensar que ainda
estou sem a delicada
metade do teu coração
que completa o meu
[...]
Nos teus olhos só
observo a riqueza da
tua alma que enriquece
a minha alma,
que enfeita o meu coração
enfeitando com seus
diversos chocalhos de
ouro.

91) Rebanho

Rebanho da alma,
do meu coração,
que enriquece o
meu caráter,
que enriquece-me
de sentimentos
e emoções.


Kaique Barros

Título: Textos de Hoje

Autor: Kaique Barros (todos os textos)

Visitas: 2

606 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 4 )    recentes

  • Kaique BarrosKaique Barros

    06-03-2016 às 21:27:38

    Eu que agradeço o comentário de todos.
    Muito obrigado!

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de Climatizaçãofigo

    25-04-2014 às 10:27:01

    muito bons textos, o que gostei mais foi ...Nos teus olhos

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de Climatizaçãojuca

    22-04-2014 às 22:12:41

    eu adorei, gostei muito, obrigado

    ¬ Responder
  • SophiaSophia

    20-04-2014 às 16:54:49

    Fantástico, a Rua Direita agradece pela sua inspiração tão boa!

    ¬ Responder

Comentários - Textos de Hoje

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Os primeiros brinquedos

Ler próximo texto...

Tema: Brinquedos
Os primeiros brinquedos\"Rua
O brinquedo é mais do que um objecto para a criança se divertir e distrair, é também uma forma de conhecer o mundo que tem ao seu redor e para dar asas à sua imaginação. Desta forma, os brinquedos sempre estiveram presentes na sociedade.

Os primeiros brinquedos datam de 6500 anos atrás, no Japão, em que as crianças brincavam com bolas de fibra de bambu. Entretanto há 3000 anos surgiram os piões feitos de argila e decorados, na Babilónia.

No século XIII apareceram os soldadinhos de chumbo, porém só eram acessíveis às famílias nobres. Cinco séculos mais tarde, apareceram as caixas de música, criadas por relojoeiros suíços.

As bonecas são muito antigas, surgiram enquanto figuras adoradas como deusas, há 40 mil anos, mas a primeira fábrica abriu apenas em 1413 na Alemanha. Barbie, a boneca mais famosa do mundo, foi criada em 1959, mas ainda hoje é das mais apetecíveis pelas crianças.

O grande boom dos brinquedos aconteceu quando se descobriu o plástico para o fabrico. Mesmo assim, muitas famílias não podiam comprar brinquedos aos filhos, como tal, estes utilizavam diversos tipos de materiais e construíam os seus próprios brinquedos.

Actualmente, as crianças têm acesso a uma enorme variedade de brinquedos, desde bonecas, a carros telecomandados, a videojogos… Educativos ou apenas lúdicos, há de tudo e para todos os gostos e preços.

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:Os primeiros brinquedos

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • umdolitoys 23-01-2013 às 05:46:38

    Adorei a reportagem! e tenho algo para vocês verem!!

    Espero que gostem!!!

    ¬ Responder
  • sofia 22-07-2012 às 21:56:29

    Achei muito interecante e muito legal saber que ano foi fabricadoas bonecas

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios