Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Literatura > Gandhi. A minha vida e as minhas experiências com a verdade de Mahatma Gandhi

Gandhi. A minha vida e as minhas experiências com a verdade de Mahatma Gandhi

Categoria: Literatura
Visitas: 6
Comentários: 2
Gandhi. A minha vida e as minhas experiências com a verdade de Mahatma Gandhi

Gandhi é daquelas pessoas que não deixa ninguém indiferente, quer se siga ou não a sua filosofia de vida ou outra similar. É uma personagem que marca, desde logo, pela total entrega de si àquilo em que acredita. Assim sendo, depois de ler a sua biografia não será possível continuar na mesma…

Este é um livro em que o próprio Gandhi nos conduz através de algumas das suas experiências de vida, sendo que cada capítulo encerra, naturalmente, uma lição. Gandhi vê em cada acontecimento uma vereda do seu caminho para a verdade. Efectivamente, qualquer ocorrência, boa ou má, constitui uma experiência importante assumindo, portanto, um carácter pedagógico.

Editada em 2006, esta obra publicada pela editora Bizâncio reúne nas suas 464 páginas o essencial dos princípios de Gandhi, inalienáveis também para o tempo e a conjuntura actuais. Numa altura em que o desprezo pela ética, os atropelos à liberdade e aos direitos humanos, a exclusão social e tantas outras realidades prementes se tornam notícias diárias, independentemente do grau de suposta civilidade ou de alegada democracia, as ideias mais representativas deste pensador, político e educador indiano transformam-se num desafio sempre mais actual.

Noções como a da não-violência aparecem amplamente expostas, dissecadas e fundamentadas. Em acréscimo, são propostas como instrumentos valiosíssimos na procura de soluções que se afiguram inadiáveis, sobretudo em países onde a opressão é maior. Temas como a educação e o trabalho comunitário surgem em jeito de resposta a uma urgentíssima necessidade de redefinição dos modelos de interacção humana. O “novo colonialismo” reinstalou-se a um nível universal e, embora distinto daquele que Gandhi combateu acerrimamente, adquire os mesmos contornos perniciosos e a supremacia de uns continua a sacrificar a integridade de outros.

Gandhi revelou, desde sempre, uma enorme sabedoria e a História tem provado reiteradamente que o seu paradigma de recurso a métodos de resistência pacífica como meio de protesto contra acções de tirania é o mais indicado, uma vez que violência só gera mais violência e leva a uma cegueira portadora de consequências mais ou menos irreversíveis. Gandhi nunca levantou a mão a nenhum agressor, nem sequer se permitiu guardar rancor ou sentir hostilidade por quem o provocava, humilhava ou atacava.
Este livro de Gandhi, certamente dos mais representativos da sua vasta produção literária, é uma contribuição essencial para a revisão de tantos comportamentos individuais e colectivos, a começar pela preservação do planeta em que vivemos. Coerência é a palavra de ordem, num contexto de mudança que exige exercitação da humildade e da verdade e a busca da essência de cada ser e da Humanidade.


Maria Bijóias

Título: Gandhi. A minha vida e as minhas experiências com a verdade de Mahatma Gandhi

Autor: Maria Bijóias (todos os textos)

Visitas: 6

785 

Imagem por: peterpan_harris

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 2 )    recentes

  • Daniela VicenteDaniela Vicente

    09-10-2012 às 22:40:01

    eu adorei conhecer esta personagem, simplesmente fantástica. foi numa aula de geografia no 9º anos que o meu professor falou desta figura. o facto de ninguém saber responder quem era deixou-me a sentir uma ignorante. fui de imediato ver o filme para nunca mais passar de ignorante. é uma personagem que merece todo o nosso respeito pela sua coragem e iniciativa. uma luta que parecia impossível, foi atingível.

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoDaniela Vicente

    10-09-2012 às 14:16:33

    De facto, quem conhece Mahatma Gandhi ganha uma nova perspectiva de vida, nomeadamente, uma vertente lutadora e pacifista. Ele luta pelo que acredita: a independência do povo hindu se recorrer à violência. Mahatma Gandhi é uma figura para sempre marcante da História da Humanidade, que muito contribui para a luta pelo seu povo, na Índia. Enfrentou várias coisas horríveis acabando por ser assassinado de forma muito injusta. Parabéns pelo seu texto e pelo tema.

    ¬ Responder

Comentários - Gandhi. A minha vida e as minhas experiências com a verdade de Mahatma Gandhi

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Dicas para decorar salas pequenas.

Ler próximo texto...

Tema: Decoração
Dicas para decorar salas pequenas.\"Rua
A realidade das grandes cidades é que a maioria das pessoas mora em espaços pequenos. É fato também que todos desejam ter um ambiente acolhedor e aconchegante para receber amigos. Em contrapartida, na medida em que os espaços encolhem, a quantidade de aparelhos eletrônicos que utilizamos aumenta cada vez mais. Há ainda quem use a sala como home-office.

Nesta busca de inspiração para organizar e incrementar sua sala, encontramos uma série de sites especializados e blogs com muitas, muitas ideias. O conceito de D.I.Y. (do it yourself) que significa "faça você mesmo” nunca esteve tão na moda. É uma alternativa para reduzir gastos com mão de obra e nada melhor do que criar um espaço com um toque todo seu. Inspirações e ideias não faltam. Hoje, de certa forma todos nos sentimos meio decoradores.

Mas planejar a decoração de uma sala pequena exige alguns cuidados para que o ambiente não fique entulhado de móveis, disfuncional ou até mesmo desagradável.

Confira algumas dicas para decorar sua sala com estilo e valorizando seu espaço:
Os espelhos, além da autocontemplação, causam efeitos interessantes. Aplicados, por exemplo, em uma parede inteira pode duplicar a amplitude do ambiente. Pode ser usado também em móveis, tetos, em diversos formatos e valorizar a luminosidade da decoração.

As cores tem poder de causar sensações. Em ambientes com pouco espaço, elas podem colaborar para que a sensação de amplitude possa tanto aumentar quanto diminuir. Para pintar as paredes de sua sala aposte em cores claras. O teto com uma cor mais clara que a das paredes, por exemplo, pode simular uma elevação do teto, já em uma cor mais escura, promoverá uma sensação de rebaixamento do teto.

A escolha e posição dos móveis são um aspecto muito importante. Opte por poucos móveis, nunca de tamanhos exagerados e posicione-os de forma que valorize o espaço. Móveis que misturam poucos materiais, baixos e com linhas retas proporcionam leveza ao ambiente.

Uma solução muito interessante para espaços pequenos é a utilização de prateleiras. Caixas para produtos horto frutícolas reformadas podem se tornar lindas prateleiras. Mas cuidado com a profundidade, para não atrapalhar na disposição de outros móveis e objetos.

Móveis multifuncionais ou móveis inteligentes são excelentes alternativas para uma sala pequena. Um bom exemplo são pufes, que podem ser usados como mesas de centro ou ficarem alojados debaixo de aparadores e quando recebemos visitas podem se transformar em assentos extras. Mesas dobráveis também são uma ótima opção.

Escolher o mesmo piso ou revestimento pode dar a impressão de área maior, de continuidade. Mudanças drásticas de um ambiente para outro pode causar a sensação de divisão e consequentemente fazer parecer menor.

Algumas outras dicas: um sofá retrátil ou reclinável garante muito mais conforto e ocupa o espaço de um sofá simples. Suporte ou painéis móveis para TV possibilitam que ela seja movida na direção desejável. Caso o ambiente tenha escadas, escolher um modelo de escadas vazadas evita divisões e pode se tornar uma peça de destaque na sala. E para as cortinas, escolha tecidos leves, lisas e sem estampas.

De qualquer forma, ouse, não tenha medo de arriscar, crie, não copie, só assim será seu!

Luciana Santos.

Outros textos do autor:
Dicas para decorar salas pequenas.

Pesquisar mais textos:

Luciana Maria dos Santos

Título:Dicas para decorar salas pequenas.

Autor:Luciana Maria Santos(todos os textos)

Imagem por: peterpan_harris

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Carlos Rubens Neto 16-06-2016 às 16:20:24

    Excelente matéria! Parabéns Luciana ;)

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios