Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Literatura > Fui roubada aos meus pais

Fui roubada aos meus pais

Categoria: Literatura
Visitas: 4
Comentários: 1
Fui roubada aos meus pais

«Fui roubada aos meus pais» é uma narrativa na primeira pessoa de Céline Giraud, uma francesa de origem peruana que passou 23 anos da sua vida a acreditar que tinha sido adoptada pelo casal francês que se acostumou a chamar de pais, porque a sua mãe biológica não teria condições para a criar. Ainda que rodeada de amor por estes pais, Céline sentiu a veemente necessidade de perscrutar as suas origens, de conhecer a família biológica. Toda a gente precisa de saber de onde veio, de referências. Começa assim a saga deste livro de 184 páginas reimpresso em 2007.

Os procedimentos que Céline encetou no sentido de descobrir a sua história e a sua família peruana trouxeram revelações estrondosas: ela não havia sido abandonada à nascença pela mãe biológica, mas arrancada dela com apenas três dias de vida! Roubada para render no “mercado” de tráfico de crianças três mil dólares. O impacto da notícia, recebida a 22 de Fevereiro de 2004, fê-la procurar, com a ajuda dos pais do namorado, Fernando, pistas relativas ao seu rapto. Esta iniciativa culminou na localização de mais de vinte crianças, também peruanas, sequestradas no mesmo dia.

O casal francês que adoptou Céline desconhecia, contudo, o processo pelo qual a organização francesa que contactou lhe tinha obtido uma criança de quinze dias em tempo recorde. Ao tomar conhecimento da situação dos outros bebés, Céline criou a associação La Voix des Adoptés, cuja missão é apoiar crianças adoptadas, numa perspectiva de poder, eventualmente, ser um ponto de contacto com as respectivas famílias.

Para além do carácter de investigação impresso a este livro, ele contém, igualmente, os sentimentos associados às várias descobertas, informações preciosas, matéria para uma séria análise social da problemática do tráfico de crianças, a dor e a mágoa de estar entre duas mães que a amam e querem, consubstanciando a narração de um reencontro (impensável, com a mãe biológica) e o testemunho da crueldade implícita neste tipo de “negócio”.

Ainda assim, a linguagem não é pesada e o intuito não corresponde à vitimização; evidenciando os pormenores do seu rapto, a autora pretende, por um lado, partilhar a sua experiência e, por outro, lançar o alerta deste perigo aos milhares de casais que se encontram em lista de espera para a adopção. Para tal, Céline Giraud contou com a preciosa ajuda da jornalista Émilie Trevert. O livro «Fui roubada aos meus pais» integra a colecção Grandes Narrativas, publicada em Portugal pela Editorial Presença.


Maria Bijóias

Título: Fui roubada aos meus pais

Autor: Maria Bijóias (todos os textos)

Visitas: 4

791 

Imagem por: Pink Sherbet Photography

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 1 )    recentes

  • andre luis de azevedo

    24-09-2012 às 19:19:32

    preciso de ajuda para encontrar um pai , sera que a maternidade de sao paulo tem registro de 1954 , se alguem tiver algum conhecimento na maternidade sao paulo me avise

    ¬ Responder

Comentários - Fui roubada aos meus pais

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Manutenção Automovel

Ler próximo texto...

Tema: Automóveis
Manutenção Automovel\"Rua
Faça você mesmo a revisão do seu automóvel e poupe dinheiro em oficinas. Primeiro verifique com a ajuda de outra pessoa a iluminação exterior. Uma pessoa fica no interior do carro e liga as luzes, verifique á frente os mínimos, os médios, os máximos e os piscas. Depois atrás verifique os mínimos os stop a marcha atrás e o farol de nevoeiro.

A seguir verifique a iluminação do interior do veículo e do painel de instrumentos e a afinação do travão de mão.

Agora está na hora de verificar os filtros de ar, gasóleo e habitáculo. Dependendo da utilização eles podem fazer em média 40.00km, se estiverem sujos substitua-os por novos.

A seguir vem a mudança do óleo este em geral pode-se retirar pelo bujão de vazamento do cárter, convém substituir a anilha e o filtro de óleo. O óleo novo deve respeitar as especificações do fabricante, verificar no livro de manual de utilizador do veículo os litros de óleo do motor. Meter o óleo novo pelo bucal superior do motor com a ajuda de um funil, o nível do óleo não pode ultrapassar o máximo. Se não sabe a quantidade de óleo deite 4 litros e depois verifique o nível pela vareta de verificação de nível e vá deitando até chegar ao nível certo.

Agora é preciso verificar as pastilhas de travões, hoje em dia como quase todos os veículos têm jantes especiais consegue verificar sem desmontar as rodas. Substituir se necessário as pastilhas, ao desmontar repare como desmonta para depois voltar a montar tudo de novo. Por fim verifique a pressão dos pneus com um manómetro, a pressão indicada varia de carro pra carro se não sabe a pressão indicada ponha 2.2bar que é em média a pressão que todos utilizam.

Convém dizer que qualquer material que precise basta procurar numa loja de peças auto próxima de si ou então encomendar via net pois existem vários sites especializados em peças e materiais de manutenção auto. Vai ver que não custa nada se eu aprendi você também pode aprender e além disso fica a conhecer melhor o seu carro.

Com isto tudo pode poupar em média 200€ por cada revisão.
Obrigado e até a próxima.

Outros textos do autor:
Manutenção Automovel

Pesquisar mais textos:

Vendas Online

Título:Manutenção Automovel

Autor:Vendas Online(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Rua DireitaRua Direita

    17-06-2014 às 04:55:10

    Há inúmeros benefícios para fazer a manutenção do automóvel, pois isso garante melhor preservação do veículo e se prolonga o uso por muitos e muitos anos.
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios