Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Alimentação > cacau - a origem do chocolate

cacau - a origem do chocolate

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Alimentação
Comentários: 3
cacau - a origem do chocolate

O cacau, fruto obtido a partir do cacaueiro, é o responsável pela produção de uma das iguarias mais apreciadas em todo o mundo e que mais admiradores (ou viciados, nalguns casos) cativa: o chocolate. Doce e assídua presença que assume formas e texturas variadas, o chocolate cativa através da sua preparação em pó, própria para adicionar ao leite, através de barras que, após serem introduzidas na boca se derretem divinalmente, e através do seu emprego em doçaria variada, como bolos, pastéis, recheio de croissants, decoração de biscoitos, etc.

O grande culpado de toda uma legião de admiradores por todo o mundo, rendidos à suave textura e sabor inigualável é o cacau, trazido para a Europa pelas mãos de Cristóvão Colombo e de Hernán Cortés, descobridores das Américas. Este último relatou ao rei de Espanha que os Aztecas consumiam uma bebida especial e sagrada, o «xocolatl» que, consumida sozinha, se revelava suficiente para saciar um homem durante um dia inteiro. A esta bebida, espumosa e espessa, os Aztecas adicionavam mel e baunilha e podia apenas ser ingerida por uma taça de ouro e unicamente em ocasiões especiais.

O cacau começou a fazer parte das ementas «chiques» europeias, mas foi só no século XIX que o químico holandês Van Houten descobriu que, ao prensar as sementes de cacau, eliminava cerca de 2/3 da sua gordura e obtinha um pó que, adicionado a água quente originava uma bebida mais leve e fina. Desta operação, obtinha-se também uma gordura que solidificava à temperatura ambiente (a pasta de cacau) e à qual, em 1847 se adicionou açúcar, com o que se inventou o chocolate, pela empresa inglesa Fry & Sons. Em finais do século XIX, a Rudolph Lindt adicionou manteiga de cacau à mistura e bateu-a numa máquina, o que lhe conferiu a textura aveludada que conhecemos hoje e eliminou a anterior textura grumosa e áspera.

Atualmente, o chocolate é amplamente consumido em todo o Mundo, nomeadamente na Europa do Norte. O maior produtor mundial de cacau é a Costa do Marfim, mas, em finais do século XIX, Portugal foi o maior produtor, com as suas frondosas plantações de cacaueiros em S. Tomé e Príncipe. O chocolate é apontado como uma ótima fonte de teobromina (que combate a tosse), de magnésio, ferro, niacina, feniletilamina (um anti-depressivo natural que o/a deixará muito feliz e que, adicionalmente, potencia o orgasmo), polifenol (que reduz eficazmente o colesterol) e antioxidantes (que protegem os vasos sanguíneos e as células da ação dos radicais livres, grandes responsáveis pelo surgimento de cancro).

Coma chocolate (de preferência preto), delicie-se, e seja muito, muito feliz!


Isabel Rodrigues

Título: cacau - a origem do chocolate

Autor: Isabel Rodrigues (todos os textos)

Visitas: 0

779 

Imagem por: thepinkpeppercorn

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 3 )    recentes

  • aline drumm

    08-04-2013 às 08:05:13

    mutho legal ece asssunto

    ¬ Responder
  • zain malik da silva

    12-11-2012 às 20:06:55

    otimo eu achei muito enteresente

    ¬ Responder
  • eduardaeduarda

    12-08-2011 às 00:31:54

    gostei muito da origem do chocolate

    ¬ Responder

Comentários - cacau - a origem do chocolate

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Futuro da Tecnologia, Qual o Limite?

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Informática
Futuro da Tecnologia, Qual o Limite?\"Rua
Futuro da Tecnologia, Qual o Limite?

Bom, Não é de hoje que tecnologia vem surpreendendo a todos nós com grandes revoluções e os custos que diminuem cada vez mais.
Hoje em dia é comum ver crianças com smarthphones com tecnologia que a 10 anos atrás nem o celular mais moderno e caro do mercado tinha.
Com isso surgiram sugiram vários profetas da tecnologia e visionários, tentando prever qual será o próximo passo.

E os filmes retratam bem esse tema e usam essa formula que atrai a curiosidade das pessoas.
Exemplos:

Minority report - A nova lei de 2002 (Imagem)

Transcendence de 2014

Em Transcendence um tema mais conspiratório, onde um ser humano transcende a uma consciência artificial e assim se torna imortal e com infinita capacidade de aprendizagem.
Vale a pena ver tanto um quanto o outro filme. Algumas tecnologias de Minority Report, como utilizar computadores com as mãos (caso do kinect do Xbox 360 e One) e carros dirigidos automaticamente, já parecem bem mais próximo do que as tecnologias vistas em Transcendence, pois o foco principal do mesmo ainda é um tema que a humanidade engatinha, que é o cérebro humano, a máquina mais complexa conhecida até o momento.

Eu particularmente, acredito que em alguns anos teremos realmente, carros pilotados automaticamente, devido ao investimento de gigantes como o Google e o Baidu nessa tecnologia.

Também acho que o inicio da colonização de Marte, vai trazer grandes conquistas para humanidade, porém grandes desafios, desafios esses que vão nos obrigar a evoluir rapidamente nossa tecnologia e nossa forma de encarar a exploração espacial, não como um gasto, mas sim como um investimento necessário a toda humanidade e a perpetuação da sua existência.

A única salvação verdadeira para humanidade e para o planeta terra, é que seja possível o ser humano habitar outros planetas, seja localizando planetas parecidos com a terra ou mudando planetas sem condições para a vida em planetas habitáveis e isso só será possível com gente morando nesses planetas, como será o caso do Marte. O ser humano com a sua engenhosidade, aprendeu a mudar o ambiente a sua volta e assim deixou de ser nômade e da mesma forma teremos que aprender a mudar os mundos, sistemas, galáxias e o universo a nossa volta.

Espero que tenham gostado do meu primeiro texto.
Obrigado à todos!
Até a Próxima!


Pesquisar mais textos:

Érico da Silva Kaercher

Título:Futuro da Tecnologia, Qual o Limite?

Autor:Érico da Kaercher(todos os textos)

Imagem por: thepinkpeppercorn

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios