Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Internet > Google testa uso de balões para levar internet a áreas remotas

Google testa uso de balões para levar internet a áreas remotas

Categoria: Internet
Comentários: 1
Google testa uso de balões para levar internet a áreas remotas

O ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, participou nesta sexta-feira, 6/6/2014, do lançamento de balões de internet do Google no Aeroporto Nossa Senhora de Fátima, na capital piauiense. Segundo o Google, estes balões serão os primeiros a percorrer uma longa distância em uma latitude próxima da linha do Equador. Testes semelhantes já foram realizados pela empresa norte-americana na Nova Zelândia, em 2013.

No Piauí, o Google já havia lançado, na semana passada, dois balões. Por cerca de uma hora, a turma do 9º ano da Escola Linoca Gayoso da comunidade de Água Fria, município de Campo Maior, tiveram pela primeira vez aula com acesso à internet. A conexão 4G foi fornecida pela Vivo e pela Telebras e retransmitida por um balão do projeto Loon para uma antena especial instalada no telhado da escola.

Para Paulo Bernardo, a iniciativa vai ao encontro dos objetivos do Programa Nacional de Banda Larga (PNBL). "O Governo Federal considera prioridade o avanço do uso da internet em todas as camadas da população e em todas as regiões do Brasil", disse.

"Sabemos que, para isso, todas as tecnologias disponíveis serão importantes: fibras óticas, satélites, equipamentos fixos ou móveis. Dado o tamanho do nosso território e as dificuldades geográficas, todas as inovações são bem-vindas. O projeto Loon pode apontar soluções criativas para regiões de mais difícil acesso na busca da universalização da oferta do acesso à Internet em banda larga", defendeu Bernardo.

O presidente do Google Brasil, Fabio Coelho, ressaltou a importância do projeto: "Estamos honrados por termos sido convidados pelo governo brasileiro para testar o Loon aqui. Para nós, isso mostra que o Brasil reconhece a importância da Internet para impulsionar o desenvolvimento econômico e a educação, e que vale fazer um esforço extra para colocar todos online, mesmo aqueles que vivem em regiões remotas, como a Amazônia ou as áreas rurais do Nordeste".

O pessoal do nordeste espera que dê tudo certo, assim eles vão poder se conectar na internet e aprender as coisas do mundo atual.

O nordeste não precisa somente de internet, precisa também de mais tecnologia para viver melhor, por isso o investimento que o Governo Brasileiro precisa fazer é a cada dia mais como dar um melhor recurso para suas vidas.


Evandro da Silva

Título: Google testa uso de balões para levar internet a áreas remotas

Autor: Evandro da Silva (todos os textos)

Visitas: 0

592 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 1 )    recentes

  • Rafaela CoronelRafaela

    26-10-2014 às 14:42:52

    Uma grande idéia que pode ter muito sucesso! Há ainda muitos lugares que não tem esse acesso à internet. Gostei da iniciativa do Google.

    ¬ Responder

Comentários - Google testa uso de balões para levar internet a áreas remotas

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Um sinal de compromisso

Ler próximo texto...

Tema: Jóias Relógios
Um sinal de compromisso\"Rua
Exibir uma aliança de compromisso é, frequentemente, motivo de orgulho e, quando se olha para ela, vai-se rodando-a no dedo e fica-se com aquela expressão ridícula na cara.

Uma questão se coloca: qual a razão de estas alianças de compromisso serem tão fininhas: será porque os seus principais clientes, os jovens, são sujeitos de poucas posses (tendendo as mesadas a emagrecer ainda mais com a crise generalizada) ou porque esse compromisso, não obstante a paixão arrebatadora, é frágil e inseguro?

Sim, porque aqui há que fazer cálculos matemáticos: x compromissos vezes y alianças…com um orçamento limitado sobre um fundo sentimental infinito…

Depois, importa perpassar os tipos destas alianças. Há as provisórias, que duram em média quinze dias; há as voadoras, que atravessam os ares à velocidade da luz quando a coisa dá para o torto; há as que insistem em cair do dedo, sobretudo em momentos em que ter um compromisso se revela extremamente inoportuno; e depois há as residentes, que uma vez entradas não tornam a sair.

Os pombos-correios usam anilhas onde figuram códigos que os identificam. Talvez não fosse completamente descabido fazer umas inscrições deste género em algumas alianças de compromisso por aí…

Só para ajudar os mais esquecidos a recordarem a que “pombal” pertencem.

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:Um sinal de compromisso

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Luene ZarcoLuene

    22-09-2014 às 05:46:10

    Um sinal de amor e lealdade perpétua! Adoro ver os vários modelos de aliança! Vale a pena escolher uma bem bonita!

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios